Apostila - DIREITO CIVIL III
190 pág.

Apostila - DIREITO CIVIL III


DisciplinaDireito Civil III12.835 materiais104.010 seguidores
Pré-visualização50 páginas
dentro das condições de aceitação da seguradora.
 
Dentro desse conceito, as seguradoras, atualmente, estão procurando minimizar seus riscos personalizando a análise, limitando cada seguro exclusivamente para o segurado que o contratou, utilizando para o isso o sistema de questionário, colhendo informações pessoais que servem para agravar ou não o preço do seguro, devido ao alto risco. Este questionário exige do segurado veracidade, coerência e boa-fé nas respostas sob pena de estar descoberto em caso de sinistro.
A proposta de seguro deverá ser protocolada na seguradora até 5 dias corridos, contados da realização da vistoria prévia, da cobertura provisória ou, até o vencimento do seguro anterior.
 
A seguradora terá o prazo de 15 dias contados do protocolo da proposta de seguro com o respectivo pagamento do prêmio ou da 1a. parcela, para se manifestar sobre a concretização ou não do seguro.
 
No caso de não aceitação da proposta de seguro, o eventual pagamento de prêmio efetuado pelo proponente será devolvido devidamente atualizado pela TR proporcional aos dias decorridos.
 
Porém no caso de sinistro nesses 15 dias prevê a jurisprudência:
 
\u201cA companhia de seguro que recebe parcelas relativas a uma proposta de seguro, na qual está consignado que a data da vigência da cobertura corresponde à da assinatura da proposta, não pode deixar de pagar a indenização pelo sinistro ocorrido \u2018depois, alegando que o contrato somente se perfectibilizaria com a emissão da apólice, pois todo o seu comportamento foi no sentido de que o negócio já era obrigatório desde então. Prática abusiva vedada pelo CDC, cujos princípios devem orientar a interpretação do art. 1.433 do CC. ( STJ \u2013 Resp 79.090 \u2013 SP \u2013 4a.T \u2013 Rel. Min. Ruy Rosado de Aguiar \u2013 DJU 29.04.96 ). RJ 225/89\u201d.
 
RESPONSABILIDADE CIVIL NO CONTRATO DE SEGURO
 
\u201cA responsabilidade civil é a aplicação de medidas que obriguem uma pessoa a reparar dano moral ou patrimonial causado a terceiros, em razão de um ato por ela mesmo praticado, por pessoa por quem ela responde, por alguma coisa a ela pertencente ou de simples imposição legal\u201d (Maria Helena Diniz, Curso de Direito Civil Brasileiro, 1994, p.318 ).
 
Para o professor Moreira Alves o novo Código Civil adotou dois sistemas de responsabilidade civil: a responsabilidade subjetiva e a responsabilidade objetiva.
 
\u201cA responsabilidade subjetiva, é aquela que precisa da existência de culpa e a demonstração da prova pelo agente prejudicado na relação contratual ou extracontratual. Em razão do seu caráter subjetivo, o dano moral sofre quando da tentativa de sua conversão em pecúnia.
 
A responsabilidade objetiva tem seu fundamento, não apenas na culpa, desenvolvendo característica do risco, mas também tem no seu caráter social, ou seja, a proteção ao lado do mais fraco mantendo o equilíbrio em uma relação jurídica. A responsabilidade objetiva e a dificuldade de comprovar alegações de uma relação jurídica, permite ao legislador através do Código de Defesa do Consumidor o equilíbrio dessas relações, estabelecendo as devidas sanções, no caso do não cumprimento\u201d.
 
Nas jurisprudências temos julgados cujas indenizações conseguidas nos Tribunais são vultosas e inibidoras. Mas o direito procura adotar valores condizentes com a condição sócio econômica da vítima e do réu. Mesmo porque, somas expressivas acarretariam, um novo prejuízo em vez de reparar o anterior.
 
EXTINÇÃO DO CONTRATO DE SEGURO
 
O contrato de seguro extingue-se pelas seguintes formas:
 
1. Pelo transcorrer do prazo acordado;
 
2. Pelo distrato, se ambos os contraentes concordarem em dissolver os vínculos que os sujeitavam;
 
3. Pela resolução por inadimplemento de obrigação legal ou de claúsula contratual que, por ter efeito ex nunc, não afetará situações já consumadas e os riscos verificados;
 
4. Pela superveniência do risco, porque, o contrato deixará de ter objeto e a seguradora pagará o valor segurado. Entretanto, se tal indenização for parcial, o contrato vigerá apenas pelo saldo da indenização;
 
5. Pela cessação do risco, em seguro de vida, se o contrato se configurar sob a forma de seguro de sobrevivência;
 
6. Pela nulidade, que não é causa que extingue o contrato, mas apenas torna-o ineficaz por força legal\u201d (Maria Helena Diniz, Tratado Teórico e Prático dos Contratos, p.351-378 ).
 
Existem algumas formas de extinção dos contratos, tais como:
\u201ca revogação, que, é a possibilidade de se extinguir o contrato por simples emissão de vontade nesse sentido. A resolução e a resilição, a contrário sensu da revogação são formas em que se requer a vontade associada a um acontecimento corporificado pelo inadimplemento. A rescisão, corresponde a casos em que há indevida utilização do contrato, ou seja, um dos pólos constitui o negócio para fins espúrios via de regra produzindo lesão ao outro. O distrato é o acordo bilateral de extinção do contrato, aplicável ao seguro desde que, não se trate de seguro obrigatório\u201d (Pontes de Miranda, Tratado de Direito Privado ).
BIBLIOGRAFIA
CASTRO, Gilherme Couto. Direito Civil: Lições. 3ª Edição /Guilherme Couto de Castro. Niterói, RJ: Impetus, 2009.
GALGLIANO, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil, volume IV: Contratos, tomo 1: Teoria Geral / Pablo Stolze Gagliano, Rodolfo Pamplona Filho. 2ª Ed. revisada, atualizada e reformada. São Paulo: Saraiva, 2006.
GALGLIANO, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil, volume IV: Contratos, tomo 2: Contratos em Espécie / Pablo Stolze Gagliano, Rodolfo Pamplona Filho. 3ª Ed. revisada, atualizada. São Paulo: Saraiva, 2010.
GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro. Vol. 3: Contratos e atos unilaterais / Carlos Roberto Gonçalves \u2013 7ª Ed. \u2013 São Paulo: Saraiva, 2010.
HIRONAKA, Giselda Maria Fernandes Novaes. Direito Contratual: Temas Atuais / coord. Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka e Flávio Tartuce. São Paulo: Método, 2007.
PEREIRA, Caio Mário da Silva. Instituições de Direito Civil. Vol. III. 10ª Ed., Rio de Janeiro: Forense, 2001
RIZZARDO, Arnaldo, 1942 \u2013 Contratos / Arnaldo Rizzardo. Rio de janeiro: Forense, 2010.
RODRIGUES, Silvio. Direito Civil Vol.3: Dos Contratos e das Declarações Unilaterais de Vontade / Silvio Rodrigues. 30ª Ed. atual. De acordo com o Novo Código Civil (Lei 10.406 de 10-01-2002). São Paulo: Saraiva. 2004.
SENISE LISBOA, Roberto. Manual de Direito Civil, v. 3: Contratos / Senise Lisboa, Roberto. 4ª Ed. reformada. São Paulo: Saraiva, 2009.
TARTUCE, Flávio. Direito Civil. vol. 3: Teoria Geral dos Contratos e Contratos em Espécie / Flávio Tartuce; prefácio Flávio Augusto Monteiro de Barros. 5ª ED. revisada e atualizada. Rio de Janeiro: Forense \u2013 São Paulo: Método, 2010.
\ufffd Eros Roberto Grau. \u201cUm novo paradigma dos contratos\u201d. In Revista Trimestral de Direito Civil. Rio de Janeiro: Padma, v. 5, jan/mar 2001, p. 78.
\ufffd Gustavo Tepedino. Temas de Direito Civil. 2a edição. Rio de Janeiro: Renovar, 2001, p. 204.
\ufffd RODRIGUES, Silvio. Direito Civil Vol.3: Dos Contratos e das Declarações Unilaterais de Vontade / Silvio Rodrigues. 30ª Ed. atual. De acordo com o Novo Código Civil (Lei 10.406 de 10-01-2002). São Paulo: Saraiva. 2004.Pág. 49.
\ufffd PEREIRA, Caio Mário da Silva. Instituições de Direito Civil. Vol. III. 10ª Ed., Rio de Janeiro: Forense. Pág. 71.
\ufffd GALGLIANO, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil, volume IV: Contratos, tomo 1: Teoria Geral / Pablo Stolze Gagliano, Rodolfo Pamplona Filho. 2ª Ed. revisada, atualizada e reformada. São Paulo: Saraiva, 2006. págs.184/185.
\ufffd GALGLIANO, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil, volume IV: Contratos, tomo 1: Teoria Geral / Pablo Stolze Gagliano, Rodolfo Pamplona Filho. 2ª Ed. revisada, atualizada e reformada. São Paulo: Saraiva, 2006. pág.142.
\ufffd GAGLIANO, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil. vol. IV \u2013 Contratos em Espécie. Pablo Stolze Gagliano e Rodolfo Pamplona Filho. 3ª Ed.
Priscilla
Priscilla fez um comentário
MAterial excelente. Ajudou muito.!!
0 aprovações
karine
karine fez um comentário
apareceu na hora certa, valeu
0 aprovações
Alisson
Alisson fez um comentário
Material completo! Show para quem está pagando ou vai pagar Contratos.
9 aprovações
Carregar mais