AS_13_TECNICAS_DE_CHUTE_PARA_O_NOVO_ENEM
68 pág.

AS_13_TECNICAS_DE_CHUTE_PARA_O_NOVO_ENEM


DisciplinaEnem40.901 materiais1.499.366 seguidores
Pré-visualização17 páginas
antes da gravação de uma entrevista no estúdio da emissora, em Brasília, na noite de 
1/9. No sábado, dia 3, um mês antes do primeiro turno das eleições, a Folha de S. 
Paulo publicou o surpreendente diálogo. Quando a gravação começa, o assunto é a taxa 
muito alta do IPC-r de agosto, índice que a equipe econômica encomendara ao IBGE. 
Ricúpero ataca o instituto: "Eles fizeram um tremendo erro metodológico. ( ... ) Há uma 
tese também, um grupo que diz que o IBGE é um covil do PT". Referindo-se aos 
empresários, confirma a queda das alíquotas de importação para segurar os preços, "o 
único jeito de garantir que não vai faltar produto, porque esses caras... Porque você 
está jogando aí com bandidos, você entende. É tudo bandido. Você conhece aquela 
história da máfia?" Instado pelo repórter a anunciar as indicações de uma taxa bem 
menor do IPC-r em setembro, alega que deveria conversar primeiro com os 
economistas da Fazenda, "senão eles me matam. (...) Vão dizer: 'Pô, você proibiu da 
vez anterior que era ruim, agora que é bom...' No fundo é isso mesmo. Eu não tenho 
escrúpulos. O que é bom a gente fatura, o que é ruim, esconde". Monforte muda de 
assunto: "Uma curiosidade minha: você andou batendo no PSDB, dando umas 
porradinhas? ". E Ricúpero: "A única forma que eu posso provar meu distanciamento do 
PSDB é criticar o PSDB ". Outra pergunta: "Esse negócio da gasolina não é um pouco 
precipitado? Falar que pode baixar o preço e tal? ". 0 ministro justifica: "Eu faço essas 
coisas um pouco por instinto, sabe? De vez em quando armo uma confusão. Não tenha 
dúvida: esse país não é racional". Em seguida, se oferece: "Se quiser, neste fim de 
semana podia ver o negócio do Fantástico. Posso gravar também, se quiser alguma 
coisa, eu estou à disposição. Quem é que é? É o Alexandre? (...) Pode falar porque eu 
estou disponível. Eu vou ficar aqui o fim de semana inteiro (...) o máximo que eu puder 
falar eu falo ". Sobre seu futuro, esnoba: "O governo precisa muito mais de mim do que 
eu dele " e, "se tudo der certo ", o problema será FHC "explicar não me convidar. (...) 
há inúmeras pessoas que me escrevem e me procuram para dizer que votam nele por 
minha causa. (...) para a Rede Globo foi um achado. Em vez de terem que dar apoio 
ostensivo a ele, botam a mim no ar e ninguém pode dizer nada. (...) Isso não ocorreu
da outra vez. Essa é uma solução, digamos, indireta, né? (...) Ouço muita gente que 
não votaria nele por causa do PFL e que vai votar por causa de mim". 
. 
Tornou-se impossível a permanência de Ricúpero no cargo. Anunciou seu pedido de 
demissão no dia seguinte, em uma carta lida em tom emocionado e com algumas 
lágrimas. Alegou que, por estar muito cansado e entretido em conversa "inteiramente 
particular ", teria dito "palavras que não refletem o que penso ou o que sinto. Em 
alguns daqueles comentários nem eu mesmo me reconheço. (...) Não hesito em pedir 
As 13 Técnicas de Chute para o NOVO ENEM...............................65/68
desculpas quando erro. Faço-o agora, por tudo o que possa ter decepcionado quem 
quer que seja. Faço o também pela referência aos empresários brasileiros ao 
generalizar comportamentos individuais que já havia condenado". Declarou que a frase 
sobre não ter escrúpulos se referia apenas à conveniência de divulgar indicações 
favoráveis sobre os índices de inflação para favorecer a estabilidade dos preços. Negou 
articulações com a Rede Globo: "Meus comentários pessoais sobre os possíveis efeitos 
do Plano Real nas eleições e sobre a cobertura do plano pelos meios de comunicação 
não foram mais do que impressões superficiais. Eles carecem de qualquer base 
concreta que os possa justificar". E terminou citando palavras de Jó e o Salmo 32. 
Semanas depois, intimado a depor pela Justiça Eleitoral sobre a conversa com 
Monforte, Ricúpero voltou a ser apenas o diplomata frio e calculista. Nem sinal do beato 
ou do coitado arrependido. Declarou ter citado a Globo de forma genérica, querendo 
tratar da mídia em geral, e que em nenhum momento falava de qualquer candidato: o 
pronome "ele " designava o plano econômico, e não FHC; e a frase "isto não ocorreu da 
outra vez" lembrava apenas a primeira fase do Plano Real, e não 1989. 
. 
Por que o Cloaca News está recuperando esse triste episódio da vida nacional? - é a 
pergunta que você deve estar fazendo, não é? A resposta talvez esteja nas xexelentas 
páginas digitais de O Globo de hoje, sexta-feira, abrigada sob o seguinte título: 'The 
Economist' critica Lula e Tarso por concessão de refúgio a Battisti. 
É que já perdemos a conta de quantas reportagens foram publicadas pela chamada 
imprensa internacional com pautas positivas sobre o Brasil no Governo Lula, e que 
esses sicofantas do jornalismo caboclo esconderam de seus leitores. Para eles, como 
qualquer um pode constatar, notícia ruim é notícia boa. E vice-versa. Você bota fé 
nesses sem-vergonhas? 
http://cloacanews.blogspot.com/
As 13 Técnicas de Chute para o NOVO ENEM...............................66/68
18 \u2013 A ARTE DE MARCAR \u201cX\u201d
Fazer uma prova com a máxima eficiência é uma arte. É preciso estratégia, táticas e uma rotina muito 
bem planejada.
Vou lhes passar a minha para o NOVO ENEM, vocês devem adapta-la ao seu estilo e objetivo. 
18.1 \u2013 A DISTRIBUIÇÃO DO TEMPO
Primeiro o tempo. Reclamam que não é o suficiente. Insuficiente é para quem não fez o devido 
planejamento. Já pensou o Gustavo Borges dizendo:
\u2014 O cara nadou muito rápido, não deu tempo de chegar...
O tempo é questão de treino. No NOVO ENEM, treine fazer uma página de prova a cada 10 minutos, 
uma questão a cada 2,5 minutos.
SÁBADO: dia 03/10/2009
Vai ser tranqüilo, comece por humanas e parta depois para ciências da natureza.
São 270 minutos para 90 questões mais o gabarito e revisões.
Treine resolver uma questão a cada 2,5 minutos. Uma página do velho ENEM a cada 10 minutos.
Se fizer com mais velocidade, vai perder qualidade. Se for mais lento, não terá tempo para terminar a prova, 
passar o gabarito ou rever as questões que ficou em dúvida.
Sugestão:
TEMPO POR QUESTÃO SUBTOTAL
HUMANAS 2,5 minutos 112,5
NATUREZA 2,5 minutos 112,5
Gabarito 30 minutos 30
Eventualidades e 
revisões
15
TOTAL 270
Minha experiência diz que é mais eficiente fazer de uma só vez, prestando muita atenção do que fazer rápido e 
depois voltar revisando. Comete-se o mesmo erro duas vezes.
DOMINGO: dia 03/10/2009
O bicho vai pegar.
São 330 minutos: para o gabarito, 90 questões, a redação e as revisões. Sendo que 45 de matemática, 
geralmente de solução mais demorada.
Sugestão:
TEMPO POR QUESTÃO SUBTOTAL
Português 2 minutos 90
Matemática 3 minutos 135
Redação 60 minutos 60
Gabarito 20 minutos 20
Eventualidades e
revisões
25
TOTAL 330
As 13 Técnicas de Chute para o NOVO ENEM...............................67/68
18.2 RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES
Faça as 11 provas anteriores e o simulado do INEP. É o mínimo para treinar um pouco.
Vamos resolver a questão abaixo, com a nossa rotina, que julgamos ser a maneira mais eficiente de 
resolver questões do NOVO ENEM.
QUESTÃO 10 \u2013 HUMANAS \u2013 SIMULADO INEP \u2013 AGOSTO DE 2009
Em fevereiro de 1999, o Seminário Internacional sobre Direito Ambiental, ocorrido em Bilbao, na Espanha, 
propôs, na Declaração de Viscaia, a extensão dos direitos humanos ao meio ambiente, como instrumento de 
alcance universal. No parágrafo 3.o do artigo 1.o da referida declaração, fica estabelecido: \u201cO direito ao meio 
ambiente deverá ser exercido de forma compatível com os demais direitos humanos, entre os quais o direito 
ao desenvolvimento\u201d. No Brasil, o cumprimento desse direito configura um grande desafio. Na Região 
Amazônica, por exemplo, tem havido uma coincidência entre as linhas de desmatamento e as novas 
fronteiras de desenvolvimento do agronegócio, marcadas por focos de injustiça ambiental, com frequentes 
casos de escravização de trabalhadores,