Aula_1
10 pág.

Aula_1


DisciplinaDireito Civil I76.486 materiais934.970 seguidores
Pré-visualização1 página
DIREITO PROCESSUAL CIVIL I 
Aula n. 1
Prof. Doutoranda Me. Mariângela 
Guerreiro Milhoranza
1
INFORMAÇÕES GERAIS
\u2022 Mariângela Guerreiro Milhoranza \u2013
Doutoranda em Direito pela PUCRS, Mestre
em Direito pela PUCRS, Especialista em
Processo Civil pela PUCRS e Advogada.
\u2022 Site Pessoal: www.tex.pro.br \u2013 Site Páginas de
Direito
2
INFORMAÇÕES GERAIS
\u2022 Data das Provas: 
\u2022 Verificação Parcial: 3/10/2013
\u2022 Trabalho: data a definir durante o semestre
\u2022 Verificação Final: 28/11/2013
3
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 1.1. Relação Jurídica Material e Processual
\u2022 1.1.1. Relação Jurídica Material: A relação
jurídica material é o que se discute no
processo.
\u2022 No processo há uma relação entre as partes e
o juiz, que não se confunde com a relação
jurídica de direito material controvertida: é a
denominada relação jurídica processual.
4
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 1.1.2. Relação Jurídica Processual: A relação
jurídica processual é caracterizada pela
presença dos sujeitos (autor, réu e Estado-
juiz), pelo objeto (a prestação jurisdicional) e
pelos seus pressupostos (os pressupostos
processuais).
5
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 RELAÇÃO JURÍDICA PROCESSUAL
\u2022 Sujeitos: São as pessoas físicas (ou Jurídicas) 
envolvidas 
\u2022 Objeto da Relação Jurídica Processual: É o
pedido do autor, ou seja, o que ele solicita que
lhe seja assegurado pelo órgão jurisdicional.
Uma providência jurisdicional quanto a um
bem pretendido, material ou imaterial.
6
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 CARACTERÍSTICAS DA RELAÇÃO JURÍDICA PROCESSUAL
\u2022 a) Trilateralidade: A relação jurídica
processual é trilateral (ou triangular),
porquanto entretecida entre o juiz e as partes
e entre o réu e o autor, reciprocamente.
\u2022 "O juiz e as partes são sujeitos do processo,
isto é, os integrantes da relação jurídica
processual". (Nelson Nery Júnior)
7
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 b) Autonomia: A relação jurídica processual não
se confunde com a relação jurídico-material que
lhe é subjacente, sendo, portanto,
completamente autônoma desta.
\u2022 Já o objeto da relação jurídica processual é a
obtenção de um provimento jurisdicional, o
interesse de obter uma decisão judicial.
\u2022 Através da relação jurídica processual forma-se
um vínculo entre o direito material e o direito
processual, em que o primeiro fornece ao
segundo o conteúdo.
8
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 c) Caráter público da relação jurídica processual: A
relação jurídica processual é pública, uma vez que se
desenvolve sob a tutela, diretiva e interventiva, do
Estado-juiz.
\u2022 d) Progressividade: A relação jurídica processual é
progressiva, uma vez que avança inexoravelmente em
direção à solução do litígio (caracterizado aí o
fenômeno da preclusão). A repetição de atos
processuais dentro de um mesmo processo somente se
dá quando se identifica algum vício insanável a
invalidar um ato já praticado.
9
I \u2013 NOÇÕES GERAIS: DIREITO 
MATERIAL E DIREITO PROCESSUAL
\u2022 e) Complexidade: A relação jurídica processual é
composta por uma série de relações secundárias
que vão surgindo durante o transcorrer do
processo. A prática sucessiva de atos processuais
enseja às partes uma alternância entre posições
nas quais ora serão titulares de direitos e
poderes, ora serão titulares de ônus e obrigações,
ora estarão em posição de sujeição (isto é,
sujeitas a um poder).
\u2022 f) Unicidade: um único objetivo que a prestação
da tutela jurisdicional;
10