Valores políticos aos olhos das crianças
140 pág.

Valores políticos aos olhos das crianças


DisciplinaIntrodução ao Direito I92.906 materiais688.651 seguidores
Pré-visualização43 páginas
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS 
DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA 
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AOS OLHOS DAS CRIANÇAS: 
A FORMAÇÃO DE VALORES POLÍTICOS 
 
 
 
 
 
 
Elisa Sardão Colares 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Brasília, 2009. 
 
 
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS 
DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA 
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AOS OLHOS DAS CRIANÇAS: 
A FORMAÇÃO DE VALORES POLÍTICOS 
 
 
 
 
 
 
Elisa Sardão Colares 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dissertação apresentada ao 
Departamento de Sociologia da 
Universidade de Brasília/UnB como 
parte dos requisitos para a obtenção 
do título de Mestre. 
 
 
 
 
 
 
Brasília, agosto de 2009. 
 
 
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS 
DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA 
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AOS OLHOS DAS CRIANÇAS: 
A FORMAÇÃO DE VALORES POLÍTICOS 
 
 
 
 
 
 
Elisa Sardão Colares 
 
 
 
Orientadora: Doutora Débora Messenberg Guimarães (UnB/SOL) 
 
 
 
 
 
 
 
 
Banca: Profa Dra Débora Messenberg Guimarães ......................................... (UnB/SOL) 
Profo Dr Terrie Ralph Groth ............................................................ (UnB/IPOL) 
Profo Dr Caetano Ernesto Pereira de Araújo .............................(Senado Federal) 
Profa Dra Sayonara de Amorim Gonçalves Leal ................................ (UnB/SOL) 
(Suplente) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rafael, Meu Amado, 
\u201cTo you, 
Because your love is the beacon that lights up my way; 
To you, 
Because with you I know a lifetime could be just one heavenly day\u201d. 
 
 
AGRADECIMENTOS 
Em minha ainda curta experiência de vida e de estudos por algumas vezes cheguei a 
pensar que sempre estarei em um trabalho acadêmico extremamente solitário e angustiante, 
porém alguns seres, simplesmente por existirem, fazem com que tudo seja menos cansativo 
e até menos desesperançoso. Por isso, sempre agradecerei a DEUS por tudo, pois Ele é 
quem me guia e me abençoa todos os dias, mesmo sem que eu peça ou saiba pedir. 
Esta dissertação simplesmente não seria possível sem a orientação, incentivo, 
envolvimento, presteza e disponibilidade de minha orientadora, Professora Débora 
Messenberg Guimarães, que ao orientar-me não esteve somente preocupada com 
problemas acadêmicos ou burocráticos, mas, além disso, conseguiu e objetivou ao longo de 
todo o processo entender a importância deste trabalho para os meus anseios pessoais. 
Alguns professores foram bastante especiais para este trabalho de diferentes 
maneiras, são eles: Maria Francisca Pinheiro Coelho, Silviane Bonaccorsi Barbato e 
Professor Mozart. Aos professores Caetano Ernesto Pereira de Araújo e Terrie Ralph Groth 
por terem se mostrado tão dispostos e atendido de pronto este convite, expresso minha 
sincera admiração e gratidão. 
Esta pesquisa e este trabalho também só foram possíveis por conta do incentivo do 
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por meio da 
bolsa de mestrado concedida. 
 Rafael, meu amado, agradeço muito por acreditar tanto em mim, por conseguir me 
dar apoio quando parece que não vou conseguir. E, principalmente, por ter tanta paciência 
e dedicação seja na leitura minuciosa, seja no dia a dia. 
Minha família querida, agradeço a cada um de vocês: papai e mamãe por 
entenderem minha ausência e me darem conforto e ajuda; Verônica, Vinícius e Helena por 
serem irmãos tão queridos; Cristina e Pedro que compreenderam minha distância. 
À minha nova família que Deus me presenteou: Daize por ter o coração mais nobre 
que conheci e com isso me dar um apoio que nunca conseguirei agradecer; Castilho que 
conseguiu compreender o meu trabalho ao se envolver e participar tão de perto deste 
importante momento na minha vida; Keka e Guga por terem me acolhido carinhosamente 
em sua casa, oferecendo-me um lugar perfeito para trabalhar e ainda por cima me 
presenteando com o meu afilhado Edu. 
 
 
Camila, Fernanda, Marcela e Luana, aquelas irmãs que Deus me deixou escolher, 
agradeço por me entenderem tanto e torcerem imensamente por mim a ponto de nem 
sequer se queixarem com a minha distância e ausência. 
Agradeço também ao Bruno e à Tia Dú que me ajudaram a desvendar os tortuosos 
caminhos da burocracia que poderiam ter impedido que todo este trabalho fosse realizado. 
Agradeço a todas as pessoas que por diversos motivos \u2013 seja por serem membros 
ou ex-membros do \u201cPolítica na Escola\u201d, ou por serem professores ou diretores de escolas, 
ou simplesmente por serem seres humanos preocupados com as diversas injustiças que 
vemos no mundo \u2013 cruzaram meu caminho e tornaram estes sonhos e esperanças um pouco 
mais reais. Principalmente, a todas as crianças que com cada sorriso e carinho tornaram os 
dias de estudos mais plenos, meu sincero agradecimento. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RESUMO 
 
Este trabalho procura investigar os elementos centrais que envolvem a concepção de 
política entre crianças de 9 a 11 anos matriculadas no ensino fundamental de escolas 
públicas e privada do Distrito Federal. Intenta-se identificar de que maneira se dá a 
formação de valores políticos no relacionamento das crianças com os seus agentes 
socializadores e como isso se processa no seu cotidiano. Desenvolve-se ao longo do 
trabalho discussão em torno de três parâmetros conceituais da política \u2013 o institucional, o 
relacional e o participativo \u2013, e a forma como eles se articulam na formação dos valores 
políticos desses agentes sociais. Recorre-se, fundamentalmente, ao marco teórico definido 
como \u201csociologia da infância\u201d, considerando o seu caráter teórico-metodológico que 
compreende a criança como ator social ativo no processo de construção de significados da 
realidade. Discutem-se aspectos relacionados à história social da infância, aos diferentes 
processos e agentes de socialização e realiza-se leitura das crianças como sujeitos em 
constante formação e interação social. Está-se aqui tratando de \u201csujeitos-ação\u201d, os quais se 
situam em ambientes reais e demarcáveis, que constroem concepções de mundo interativas 
e cambiáveis. Trata-se, portanto, de dar voz a um segmento social secundarizado na 
literatura política, e de revelar uma face pouco explorada sobre o pensar e o agir político 
nas sociedades modernas. 
 
PALAVRAS-CHAVE: crianças, política, valores políticos e socialização política. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ABSTRACT 
 
This work seeks to investigate the central elements that involve the conception of politics 
formulated by children from 9 to 11 years old registered in the Distrito Federal private and 
public schools of fundamental education. This research intends to identify the way the 
formation of political values are been related with the children and their socializating 
agents and how is it processed in their daily lives. It is developed on the course of the work 
a debate around three political conceptual parameters \u2013 the institutional, the relational and 
the participatory\u2013, and the way that they are articulated in the formation of the political 
values of those social agents. It is go through, fundamentally, to the theoretical