Alimentação Coletiva
3 pág.

Alimentação Coletiva


DisciplinaExercício Profissional em Nutrição425 materiais3.351 seguidores
Pré-visualização2 páginas
25/08/2015 
1 
RESOLUÇÃO CFN 
N°380/2005 
\uf09e DISPÕE SOBRE A DEFINIÇÃO DAS 
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO 
NUTRICIONISTA E SUAS 
ATRIBUIÇÕES, ESTABELECE 
PARÂMETROS NUMÉRICOS DE 
REFERÊNCIA, POR ÁREA DE 
ATUAÇÃO, E DÁ OUTRAS 
PROVIDÊNCIAS 
Áreas de atuação do 
nutricionista 
I. Alimentação Coletiva - atividades de alimentação e 
nutrição realizadas: 
 
\uf09e Nas Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN) 
\uf09e Atividades próprias da Alimentação Escolar 
\uf09e Alimentação do Trabalhador 
 
UAN: 
\u2022Empresas fornecedoras de serviços de 
alimentação coletiva, 
\u2022Serviços de alimentação auto-gestão, 
\u2022Restaurantes comerciais e similares, 
\u2022Hotelaria marítima, 
\u2022Serviços de buffet e de alimentos congelados, 
\u2022Comissarias e cozinhas dos estabelecimentos 
assistenciais de saúde. 
1. UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E 
NUTRIÇÃO (UAN) 
\uf09e Compete ao Nutricionista, no exercício de suas 
atribuições em Unidades de Alimentação e 
Nutrição: 
 
\uf09e Planejar, organizar, dirigir, supervisionar e avaliar 
os serviços de alimentação e nutrição; 
 
\uf09e Realizar assistência e educação nutricional a 
coletividade ou indivíduos sadios ou enfermos 
em instituições públicas e privadas. 
 
\uf09e Algumas atividades obrigatórias em UAN: 
 
\uf09e Planejar e supervisionar: 
 
\uf097 Execução da adequação de instalações físicas, equipamentos e 
utensílios, de acordo com as inovações tecnológicas (encaminhar 
condições impeditivas); 
 
\uf097 Dimensionamento, a seleção, a compra e a manutenção de 
equipamentos e utensílios; 
 
\uf097 As atividades de seleção de fornecedores, procedência dos 
alimentos, bem como sua compra, recebimento e armazenamento de 
alimentos; 
 
\uf097 As atividades de pré-preparo, preparo, distribuição e transporte de 
refeições e/ou preparações culinárias; 
 
\uf097 Atividades de higienização de ambientes, veículos de transporte de 
alimentos, equipamentos e utensílios; 
 
\uf097 Programas de treinamento, atualização e aperfeiçoamento de 
colaboradores; 
 
 
Elaborar e avaliar os cardápios, adequando-os ao perfil da clientela 
atendida (acompanhar os resultados dos exames periódicos) 
 
Coordenar e executar os cálculos de valor nutritivo, rendimento e custo das 
refeições/preparações culinárias; 
 
Coordenar o desenvolvimento de receituários e respectivas fichas técnicas, 
avaliando periodicamente as preparações culinárias; 
 
Algumas atividades obrigatórias em UAN: 
25/08/2015 
2 
Estabelecer e implantar procedimentos 
operacionais padronizados e métodos de 
controle de qualidade de alimentos 
 
Coordenar e supervisionar métodos de 
controle das qualidades organolépticas das 
refeições e/ou preparações, por meio de 
testes de análise sensorial de alimentos; 
 
Elaborar e implantar o Manual de Boas 
Práticas, avaliando e atualizando os 
procedimentos operacionais padronizados 
(POP) sempre que necessário; 
 
Participar da elaboração dos critérios 
técnicos que subsidiam a celebração de 
contratos na área de prestação de serviços de 
fornecimento de refeições para coletividade; 
Algumas atividades obrigatórias em UAN: 
\uf09e Participar do planejamento e gestão dos recursos econômico-
financeiros da UAN; 
 
\uf09e Participar do planejamento, implantação e execução de projetos 
de estrutura física da UAN; 
 
\uf09e Implantar e supervisionar o controle periódico das sobras, do 
resto-ingestão e analise de desperdícios, promovendo a 
consciência social, ecológica e ambiental; 
 
\uf09e Participar do recrutamento e avaliação de desempenho de 
colaboradores; 
 
\uf09e Planejar e/ou executar eventos, visando à conscientização dos 
empresários da área e representantes de instituições, quanto à 
responsabilidade dos mesmos na saúde coletiva e divulgando o 
papel do Nutricionista; 
Algumas atividades complementares em UAN: 
\uf09e Organizar a visitação de clientes às áreas da UAN; 
 
\uf09e Realizar e divulgar estudos e pesquisas relacionados à 
sua área de atuação, promovendo o intercâmbio técnico-
científico; 
 
\uf09e Prestar serviços de auditoria, consultoria e assessoria na 
área; 
 
\uf09e Participar do planejamento e execução de programas de 
treinamento, estágios para alunos de nutrição e educação 
continuada para profissionais de saúde, desde que sejam 
preservadas as atribuições privativas do nutricionista; 
Algumas atividades complementares em UAN: 
2. ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 
\uf09e Compete ao Nutricionista, no exercício de suas 
atribuições na Alimentação Escolar, planejar, 
organizar, dirigir, supervisionar e avaliar os 
serviços de alimentação e nutrição. 
 
\uf09e Realizar assistência e educação nutricional a 
coletividade ou indivíduos sadios ou enfermos em 
instituições públicas e privadas. 
 
\uf09e Atua na educação nutricional e planejamento de cardápios; 
\uf09e Realiza avaliação nutricional e de consumo dos alunos, pais 
e funcionários; 
\uf09e Executa o atendimento individualizado de pais de alunos, 
orientando sobre alimentação da criança e da família.; 
\uf09e Identifica crianças portadoras de patologias e deficiências 
associadas à nutrição, para o atendimento nutricional 
adequado; 
\uf09e Além de executar as atribuições da área de alimentação 
coletiva 
 
2. ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 
\uf09e Articular-se com a direção e 
com a coordenação 
pedagógica da escola para o 
planejamento de atividades 
lúdicas com o conteúdo de 
alimentação e nutrição; 
 
\uf09e Participar em equipes 
multidisciplinares destinadas 
a planejar, implementar, 
controlar e executar cursos, 
pesquisas e eventos 
voltados para a promoção 
da saúde; 
2. ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 
25/08/2015 
3 
3. ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR 
\uf09e Compete ao Nutricionista, no exercício de suas 
atribuições na Alimentação do Trabalhador: 
 
\uf09e Planejar, organizar, dirigir, supervisionar, avaliar os 
serviços de alimentação e nutrição do PAT. 
 
\uf09e Realizar e promover a educação nutricional e 
alimentar ao trabalhador em instituições públicas e 
privadas, por meio de ações, programas e eventos, 
visando a prevenção de doenças e promoção e 
manutenção de saúde. 
ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR: 
\uf097 Empresas de Refeição-Convênio 
\uf097 Empresas de Comércio de Cesta-Básica 
3. ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR 
Empresas de refeição-convênio 
\uf09e Cumpre e faz cumprir a legislação 
do Programa De Alimentação do 
Trabalhador (PAT), 
\uf09e propõe descredenciamento dos 
estabelecimentos sem condições 
higiênico-sanitárias, 
\uf09e colabora com as autoridades de 
fiscalização profissional e/ou 
sanitária, 
\uf09e integra equipes de controle de 
qualidade em estabelecimentos 
comerciais, 
\uf09e participa de equipes de educação 
para o consumo e promove 
programas de educação alimentar 
para clientes entre outras 
atribuições. 
 
Empresas de comércio de cesta básica 
\uf09e Cumpre e faz cumprir a legislação 
do PAT, 
\uf09e Participa da seleção dos 
fornecedores de alimentos, 
\uf09e Coordena adequação da 
composição da cesta-básica as 
necessidades nutricionais da 
clientela, 
\uf09e Coordena as atividades de 
qualidade dos produtos alimentícios 
que compõe a cesta-básica, 
\uf09e Fornece informações quanto ao 
valor nutricional e ao 
manejo/preparo dos produtos 
alimentícios e educação alimentar 
aos clientes entre outras atribuições 
 
Sobre o PAT 
\uf09e Priorizam o atendimento aos trabalhadores de baixa renda, isto é, 
aqueles que ganham até cinco salários mínimos mensais. 
\uf09e Para Trabalhador 
- Melhoria de suas condições nutricionais e de qualidade de vida; 
- Aumento de sua capacidade física; 
- Aumento de resistência à fadiga; 
- Aumento de resistência a doenças; 
- Redução de riscos de acidentes de trabalho. 
\uf09e Para Empresas 
- Aumento de produtividade; 
- Maior integração entre trabalhador e empresa; 
- Redução do absenteísmo