Ativ Colaborativa AVA 007 -FECHADA
14 pág.

Ativ Colaborativa AVA 007 -FECHADA

Disciplina:Qualidade em Sistemas Logisticos8 materiais276 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Anhanguera Educacional

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Disciplina: Qualidade em Sistemas Logísticos

RELATÓRIO FINAL DE MALHA LOGÍSTICA

2015

GRUPO VIRTUAL

Nomes RAs

ANDRESSA CUSTODIO DA SILVA 8412166932

EDMILSON PEREIRA PENHA 8869420128

FABIO APARECIDO DE OLIVEIRA

HENRIQUE FERRAZ 2953587007

JORGE LUIZ NOGUEIRA

MARCELO PEREIRA MIRANDA 8412987951

MARCIO MILTON DE LIMA 8087882362

RICARDO MORIMOTO 8893410649

SHEILA TOMAS DE BARROS 9977023157

SUELLEN PERUCI NERY

8831389875

Anhanguera Educacional

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Disciplina: Qualidade em Sistemas Logísticos

RELATÓRIO FINAL DE MALHA LOGÍSTICA

Trabalho apresentado à Anhanguera

Educacional como exigência para a

avaliação na disciplina Qualidade em

Sistemas Logísticos (Atividade

Colaborativa), sob orientação do

professor-tutor Emerson Pavão.

2015

Relatório de Malha Logística

1. O grupo discutiu os problemas no Transporte Urbano de Passageiros de suas

respectivas cidades.

INTEGRANTE CIDADE PROBLEMAS PONTOS RECORRENTES

 Andressa C.
da Silva

 São
André

1.Quebra de
veiculos

Amostra constituida por 09 alunos dos
10 participantes assuntos mais
comentados são:
* 01º lugar com 07 pontos

(Frota Limitada);

* 02º lugar com 04 pontos
(Conforto/Segurança/
Superlotação);

* 03º lugar com 03 pontos
(Quebra de Veiculos, Higiene/ Preço/
 Mao Obra Desqualificada)

* 04º lugar com 02 pontos
(Pressa / Trajetos).

Cidade SEDE : Campinas/SP,
escolhida pelo grupo, pela mobilidade.
Para Cidades Diadema, Santo André,
e SBC, como as principais onde atua
a Empresa, tanto para transporte
público como de cargas.

2.Falta de
higiene

3.Frota limitada

 Edmilson P.
Penha

 S.B.
Campo

1.Preço da
Passagem

2.Superlotação

3.Conforto e
Segurança

 Fabio Ap.
Oliveira

 1.

2.

3.

 Henrique
Ferraz

 São
Paulo

1.Quebra de
veiculos

2.Falta de
higiene

3.Frota limitada

 Jorge Luiz Diadema 1.Mão-de-obra
despreparo

2.Frota Limitada

3.Conforto e
Segurança

 Marcelo P.
Miranda

Ribeirão
Pires

1.Segurança

2.Despreparo
Motorista

3.Pressa,
condiçoes Frota

 Marcio M.
Lima

 Mauá 1.Preço
passagem

2.Superlotação

3.Frota
destinada a
locais nobres

 Ricardo
Morimoto

Santo
André

1.Frota limitada

2.Despreparo do
Motorista

3.Falta
manutenção e
sujos

 Sheila T.
Barros

Diadema 1.Frota limitada

2.Superlotação

3.Falta de
segurança

 Suellen P.
Nery

 Diadema 1.Super lotação

2.Valor da
Passagem

3.Trajeto não
abrangente

2. O grupo escolheu a cidade que será sede da empresa fictícia, além de três outras

cidades onde ofereceriam os serviços de transporte.

Cidade de
origem

Cidade de
destino

Distância
Tipo de
estrada

Tempo médio de
viagem

Campinas SP Diadema 116 km T3, T2, T1 1:28 min

Campinas SP São Bernardo 116 km T3, T2, T1 1:30 min

Campinas SP Santo Andre 118 km T3, T2, T1 1:36 min

Diadema São Bernardo 8,8 km T2, T1 13 min

Diadema Santo Andre 10,4 km T2, T1 18 min

SBC Santo Andre 7,3 km T2, T1 13 min

3. O grupo selecionou dois portos próximos à região escolhida para empresa fictícia

e elaborou uma outra tabela.

Cidade de
origem

Cidade de
destino

Distância
Tipo de
estrada

Tempo médio de
viagem

Campinas Diadema 116 km T3, T2, T1 1:34 min

Campinas Santo André 116 km T3, T2, T1 1:36 min

Campinas São Bernardo 118 km T3, T2, T1 1:30 min

Diadema Santo André 8,8 km T2, T1 18 min

Diadema São Bernardo 10,4 km T2, T1 14 min

Santo André São Bernardo 7,3 km T2, T1 11 min

Santos Campinas 172 km autopista 2:19 min

Santos Diadema 63,7 km autopista 59 min

Santos Santo André 60,6 km autopista 1:03 min

Santos SBC 60,3 km autopista 1:01 min

São Sebastião Diadema 190 km autopista 3:38 min

São Sebastião Santo André 222 km autopista 3:47 min

São Sebastião SBC 217 km autopista 3:41 min

4. O grupo pesquisou diversos itens sobre os portos escolhidos.

Portos Porto 1- São Sebastião Porto 2 - Santos

Ano 2015 -
Tonelagem
Movimentada

585.599 toneladas 88.646.941 toneladas

Produtos
Importados

Maquinas Máquinas, aparelhos eletrônicos,
roupas, veículos, instrumentos, e etc.

Produtos
Exportados

Veículos, Barrilha, sulfato
sódio, malte, cevada, ulexita
,cimento ,animais, ração,
maquinas

 Veículos, granel em geral, sapatos,
roupas, flores, animais.

Navios Cargueiros 107 211

Navios de
Passageiros

00 02

Obras de
Melhoria? Quais?

Ampliação com terminal
multicargas em 800 mil m²

 Mergulhão, ampliação das docas na
ilha do Barnabé, readequação da
Alemoa, recuperação da malha
ferroviária.

5. O grupo verificou quais ferrovias chegam até os portos que foram escolhidos e

suas respectivas operadoras.

Porto Ferrovia Operadora
Cidades selecionadas

interligadas às
ferrovias

Tempo médio de
viagem ferroviária

(cidade - porto)

 Santos Ferroban MRS/ALL Campinas, Santo
André, Ribeirão Pires

6 horas

 São
Sebastião

 Ferroban MRS Campinas, Santo
André, Ribeirão Pires

8 horas

6. O grupo debateu e escolheu três aeroportos que possuem voos internacionais e

duas companhias aéreas que atendem estes aeroportos.

Cidade Aeroporto
Companhia

Aérea

Cidades (selecionadas em

etapas anteriores) que são

ligadas por rodovia aos

aeroportos

Tempo

médio de

viagem

São

Paulo

Congonha

s

Avianca

São Bernardo do Campo 34 min

São

Paulo

Guarulhos

Américan

Airlines

Santo André

34 min

São

Paulo

Viracopos

 TAM Cargo Diadema

20 min.

 São Paulo 27 min

 Campinas 16 min

7. Conclusão

Edmilson Pereira Penha

 A empresa em questão é a Transporte e Cargas CAMPIABC Ltda., com sede

na cidade de Campinas - SP, com suas filiais nas cidades de Diadema, Santo André,

e São Bernardo do Campo, com nome fantasia TRANSCAMPIABC. Sua atividade

fim é transporte de passageiros e cargas, empresa essa de porte médio a grande,

com viés de crescimento.

 No ramo de transporte de passageiros a TRANSCAMPIABC conta com uma

frota de 150 ônibus e caminhões, atende uma população estimada em 1.9 milhões

de habitantes, onde percorre 328.066 km/dia, por sofrer baixos índices de aprovação

da população nas regiões onde o serviço é prestado.

 Tem como missão, promover transporte de pessoas, com soluções

inovadoras e eficácia empresarial, buscando maximizar os resultados para nossos

clientes, colaboradores e a sociedade.

 Quanto ao setor de cargas, onde a empresa mantém contrato de retirada,

manuseio, armazenamento de materiais do interior de São Paulo, nas proximidades

de Hortolândia onde é praticada a intermodalidade, por ter uma linha férrea próxima,

interligando até a Cidade de Santo André, e posterior despacho via rodoviária de

materiais destinados a atender a Região Metropolitana de São Paulo, materiais

retirados para exportação são entregues nos principais portos do país (Santos),

também próximas aos principais aeroportos.

 Devido ao cenário político-econômico do país, mais pessoas estão com

dificuldades em se locomover com conduções próprias, estão