A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
03_Radiofarmaco

Pré-visualização | Página 1 de 1

1
Radiofármaco
Prof. Osvaldo Sampaio
UCB - Medicina
Radiofármaco ou radiotraçador
z Substância capaz de demonstrar a 
fisiologia ou a fisiopatologia de um órgão 
em estudo
z Não alterar a função do órgão ao ser 
administrado
z Emitir uma radiação que possa ser 
detectada
2
Radiofármaco
z O radiofármaco pode utilizar diversos mecanismos 
metabólicas para identificar uma função especifica 
do órgão.
Radiofármaco ideal
z Biodistribuição adequada ao objetivo
z Emissão única de raios gama em energia 
ideal para a realização da imagem (100-200KeV)
z Meia-vida efetiva suficiente para a realização 
do exame
z Ausência de toxidade ou efeitos secundários
3
Radionuclídeos
z Radionuclídeos em Medicina Nuclear:
Gerador de Molibdênio-99 / 
Tecnécio-99m [99Mo/99mTc]
z Utilização de um radionúclideo com meia-
vida longa que ao sofrer uma reação 
química produza um radionúclideo de 
meia-vida curta
zMolibdênio-99 – T ½ 66 horas
z Tecnécio-99m – T ½ de 6 horas
4
Gerador de Molibdênio-99 / 
Tecnécio-99m [99Mo/99mTc]
z O molibdênio é produzido em reatores nucleares 
pela fissão do Urânio-235
235U (n,fissão) => 99Mo
z Após o 99Mo é colocado em uma coluna de alumina 
(Al2O3), ficando na forma de MoO4-2
z Esta combinação é colocada dentro
de um frasco de chumbo, estando
pronto para ser comercializado
Gerador de Molibdênio-99 / 
Tecnécio-99m [99Mo/99mTc]
z Por decaimento o Molibdênio-99 irá produzindo o 
Tecnécio-99m
z Para retirar o tecnécio-99m do gerador (eluição) o 
sistema atual utiliza uma solução salina 0,9% e um 
sistema de vácuo presente no preparo do gerador
z O Tc99m é obtido na forma
de pertecnetato (TcO4-)
5
Radiofármaco
z A combinação 99mTc + carreador irá constituir o 
radiofármaco
Etapas de marcação do radiofármaco
6
Iodo radioativo
z 131I
z Meia-vida longa: 8 dias
z Energia gama alta: 364 KeV
z Emissão de partículas beta
z 123I
z Meia-vida curta: 13 horas
z Energia ideal: 159 KeV
Gálio-67
z 67Ga
zMeia-vida: 78,3 horas
z Três fotopicos: 93, 185, 300 KeV
z Principal emissão de energia : 93 KeV
7
Índio-111
z 111In
zMeia-vida: 2,8 dias
z Dois fotopicos: 172 e 245 KeV
Tálio-201
z 201Tl
zMeia-vida: 73,1 horas
z Dois fotopicos: 135 e 167 KeV
8
Outros radiofármacos
Utilização do radiofármaco
z O MÉDICO NUCLEAR é o responsável por:
z Confirmar a adequação do exame solicitado ao 
quadro clínico do paciente
z O radiofármaco a ser utilizado em cada exame
z A dose a ser administrada de acordo com o 
exame a ser realizado e as condições do paciente
z Confirmar a adequação das imagens obtidas
z Interpretar as imagens obtidas
9
Contra-indicação
z A única contra-indicação relativa aos 
exames de medicina nuclear é durante a 
gravidez
z Avaliar o risco–benefício do exame
z Dose radioativa
z Qual a quantidade de radiofármaco que 
atravessa a placenta (ex.: iodo passa facilmente)
z Qual a real importância do diagnóstico no 
momento?
Amamentação
z Avaliar a dose e a meia-vida do 
radiofármaco
z 99mTc
z dependendo da eliminação do radiofármaco 
suspensão de horas até 12 horas após o exame
z 131I, 67Ga e 201Tl
z suspensão de 3 semanas da amamentação
10
Doses pediátricas
z Não existe uma formula ideal para o calculo
z Necessidade de avaliar qual a menor dose 
que proporciona uma imagem confiável 
z Calculo mais utilizado se baseia no peso da 
criança:
Dose pediátrica = peso em Kg x dose do adulto
70 Kg
Erro de administração
1. Paciente errado
2. Radiofármaco errado
3. Erro na via de administração
4. Dose administrada diferente da prescrita
11
Reações alérgicas
z Nenhum caso importante de reação 
alérgica é descrito com os radiofármacos 
atuais
z Reações leves podem ocorrer com 
carreadores contendo albumina (99mTc-
MAA) e enxofre coloidal (99mTc-enxofre 
coloidal)
Proteção Radiológica
z Efeitos nocivos:
z Somáticos: prejudiciais a pessoa sendo 
irradiada
z Genéticos: prejudiciais às gerações futuras
12
Efeitos somáticos
z Entre os efeitos somáticos, os mais importantes são:
a) aumento na incidência de câncer:
z Exposição à radiação e leucemia, câncer da pele, tireóide, 
ossos e mama
z Primeiros radiologistas receberam grandes doses 
cumulativas, principalmente nas mãos, e como resultado 
desenvolveram câncer nas regiões expostas
z Sobreviventes de bombardeios atômicos
em Hiroxima e Nagasaqui tiveram 
aumento de incidência de leucemia, 
câncer na tireóide e ossos
b) indução de catarata
c) redução de vida média
Limites Máximos Permissíveis
z Os limites máximos permissíveis são 
estabelecidos de forma a restringirem os efeitos 
somáticos nos indivíduos expostos, na sua 
descendência direta e na população como um 
todo.
z A CNEN e a ICRP recomendam, então, limites 
de doses equivalentes diferentes para os 
trabalhadores com radiação e para o público em 
geral. 
13
Radioproteção
z IRCP = International Commision on Radiological 
Protection
z Sv = Sievert => medida de dose equivalente 
efetiva
14
1Sv = 100 rem
z 50mSv = 5 rem
z 20mSv = 2 rem
z 1mSv = 0,1 rem
Radioproteção