A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AV LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA 
Tipo de Avaliação: AV 
 
Professor: CARLA CRISTINA OLIVEIRA DOS ANJOS Turma: 9003/AC 
Nota da Prova: 7,0 Nota de Partic.: 2 Av. Parcial 2 Data: 21/11/2015 18:17:45 
 
 1a Questão (Ref.: 201502284685) Pontos: 1,5 / 1,5 
Em que consiste e qual o objetivo do Direito do Trabalho ? 
 
 
 
Resposta: O direito do trabalho consiste em normas (CLT, constituição Federal e demais normas 
regulamentadoras) que tem como objetivo regular as relações de contrato de trabalho entre empregado e 
empregador. 
 
 
Gabarito: É o conjunto de princípios e normas que regulam não só as realações laborais subordinadas, 
pactuadas entre empregados e empregadores, como também as relações jurídicas entre estes e o Estado, a 
detrminação dos sujeitos dessas relações e a regulamentação das organizações destinadas à proteção desse 
trabalho, quanto à sua estrutura e forma de atuação. 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201502730621) Pontos: 1,5 / 1,5 
Durante a greve há suspensão ou interrupção do contrato de trabalho? 
 
 
 
Resposta: Suspensão, uma vez que não para a contagem do tempo de serviço como em exercício 
 
 
Gabarito: O aluno deverá abordar que o contrato de trabalho permanece suspenso, não há pagamento de 
salário, mas não podem ocorrer demissões 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201502697758) Pontos: 0,5 / 0,5 
A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) inclui os princípios entre as fontes a que a Justiça do Trabalho deve 
recorrer para sanar omissões no campo das relações de trabalho, ou seja, os princípios são enunciados 
deduzidos do ordenamento jurídico pertinente, destinados a iluminar tanto o legislador, ao elaborar as leis, 
como o interprete, ao aplicar as leis. Assim, analise as asserções abaixo e, a seguir, marque a alternativa 
correta: O princípio da aplicação norma mais favorável ao trabalhador não se confunde com o princípio da 
condição mais benéfica ao trabalhador porque o primeiro pressupõe a vigência simultânea de duas ou mais 
normas regulando a mesma situação jurídica, enquanto o último supõe a existência de uma norma anterior e 
outra posterior (sucessão normativa). 
 
 
 
A primeira asserção é verdadeira, mas a segunda é falsa. 
 
A primeira asserção é falsa, mas a segunda é verdadeira. 
 As duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justificativa correta da primeira. 
 
Ambas as asserções são falsas. 
 
As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da 
primeira. 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201502344413) Pontos: 0,5 / 0,5 
Quanto à relação de emprego e às relações de trabalho, é INCORRETO afirmar: 
 
 
 
O trabalho autônomo é aquele em que o trabalhador exerce as suas atividades por conta e risco próprios, 
sem subordinação com o seu contratante. 
 O trabalho avulso é aquele em que o trabalhador presta serviços de curta duração para distintos 
beneficiários, com intermediação de terceira entidade com quem mantém vínculo de emprego nos termos 
da CLT, mas não se igualando em direitos com os trabalhadores com vínculo empregatício permanente. 
 
A relação de emprego é aquela em que pessoa física presta serviços de natureza não eventual e de forma 
pessoal a empregador, sob a dependência e subordinação deste, mediante salário. 
 
O trabalho eventual é aquele prestado ocasionalmente, para realização de determinado evento, em que o 
trabalhador, em regra, desenvolve atividades não coincidentes com os fins normais da empresa 
contratante, não se fixando a uma fonte de trabalho. 
 
O trabalho temporário é aquele prestado por pessoa física a uma empresa, por prazo curto para atender 
à necessidade transitória de substituição de seu pessoal regular e permanente ou o acréscimo 
extraordinário de serviços, com intermediação de empresa de trabalho temporário. 
 
 
 5a Questão (Ref.: 201502696953) Pontos: 0,5 / 0,5 
A terceirização é modalidade contratual inadmissível em nosso ordenamento jurídico quando levada a cabo para 
 
 
 
prestação de serviços com pessoal e equipamento próprios da empresa prestadora de serviços, fora do 
estabelecimento da tomadora dos serviços 
 
locação permanente de mão-de-obra em atividade-meio da empresa tomadora de pessoal 
 locação permanente de mão-de-obra em atividade-fim da empresa tomadora de pessoal 
 
prestação de serviços com pessoal e equipamento próprios da empresa prestadora de serviços, dentro do 
estabelecimento da tomadora dos serviços 
 
locação permanente de mão-de-obra em atividade-meio de empresa pública 
 
 
 6a Questão (Ref.: 201502696949) Pontos: 0,5 / 0,5 
Não se pode dizer que a flexibilização das normas trabalhistas 
 
 
 consiste na desregulamentação integral do Direito do Trabalho, passando as partes diretamente a 
estabelecer as condições de trabalho 
 
é admitida, constitucionalmente, apenas para as hipóteses de remuneração e jornada de trabalho 
 
supõe redução dos direitos trabalhistas legalmente assegurados 
 
só é possível através de convenções ou acordos coletivos 
 
depende de negociação coletiva 
 
 
 7a Questão (Ref.: 201502848706) Pontos: 0,5 / 0,5 
(FCC - 2013 - 12ª Região) Hércules trabalha na empresa "Semideuses Produções Ltda.", cumprindo jornada 
legal de oito horas por dia. Ele gasta vinte minutos para se deslocar de sua residência até o local de trabalho e o 
mesmo tempo para o seu retorno, utilizando ônibus fretado pago pela empresa, embora pudesse utilizar 
transporte público coletivo para fazer o trajeto, diante da proximidade da empresa e de sua casa do ponto de 
ônibus. Nessa situação, conforme norma legal, 
 
 
 o tempo despendido pelo empregado até o local de trabalho e para o seu retorno, não será computado 
na jornada de trabalho. 
 
somente em caso de previsão em cláusula de acordo ou convenção coletiva é que o tempo de ida até 
local de trabalho será computado na jornada de trabalho, mas o mesmo não se pode falar para o retorno. 
 
diante do fornecimento da condução pelo empregador, o período de deslocamento será computado na 
jornada de trabalho, ainda que haja a possibilidade de utilização de transporte público. 
 
será computado na jornada de trabalho o tempo gasto no deslocamento e para seu retorno visto que foi 
excedente de cinco minutos, observado o limite máximo de dez minutos diários. 
 
o tempo de deslocamento da residência ao local de trabalho e o seu retorno será considerado na jornada 
de trabalho do empregado, visto que não ultrapassa 30 minutos. 
 
 
 8a Questão (Ref.: 201502344410) Pontos: 0,5 / 0,5 
Com relação as estabilidade provisórias marque a opção correta: 
 
 
 
a gestante tem estabilidade deste da confirmação da gravidez até 1 (um) ano após o nasimento do filho. 
 
o dirigente sindical nunca possui estabilidade, salvo se for indicado pelo empregador. 
 a gestante tem estabildade desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto. 
 
o empregado que sofre acidente de trabalho tem estabilidade de até 24 meses após o término do auxílio 
doença acidentário. 
 
o membro da CIPA tem estabilidade desde a eleição até 36 meses após o término do mandato. 
 
 
 9a Questão (Ref.: 201502721772) Pontos: 0,0 / 1,0 
Os sindicatos poderão celebrar Convenções ou Acordos Coletivos de Trabalho, 
 
 
 
Independentemente de aprovação em Assembleia geral, quando houver autorização expressa de sua 
diretoria. 
 Por deliberação de Assembleia Geral, especialmente convocada para esse fim, que será válida com o 
comparecimento e votação, em única convocação, de 1/8 (um oitavo) dos membros associados ou não. 
 
Independentemente de aprovação em Assembleia Geral. 
 
Por deliberação de Assembleia Geral, especialmente convocada para esse fim, que será válida com o 
comparecimento