Tomografia Computadorizada - Apostila - 52p
52 pág.

Tomografia Computadorizada - Apostila - 52p

Disciplina:Imaginologia211 materiais1.266 seguidores
Pré-visualização13 páginas
aos sintomas característicos.

• Teste fora de uso

Sedação e Anestesia

• Prevenir reações causadas por reações devido a ansiedade e medo:

Náuseas, vômitos e urticárias – reações leves.

• Método indicado para situações onde o paciente apresenta quadro de

agitação. Ocorre no sentido de profilaxia

Uso de Medicamentos
• Anti-histamínicos e corticóides

• Administrados antes da injeção via venosa, quando o paciente já apresentou

reações e necessita realizar novamente o contraste.

CONCLUSÕES

• Todo paciente deve ser considerado de risco;

• Devemos considerar condições clinicas e patológicas antes da administração

do contraste;

• Todo paciente deve ser informado da natureza e riscos do meio de contraste

• Meios de contraste iodados são seguros;

 Tomografia Computadorizada 47

Professor.: Ricardo Pereira e-mail.: rad_rick@hotmail.com

• O uso de pré medicação é bastante controverso;

Modelo de questionário a ser preenchido ao se usar meios de contraste

 Tomografia Computadorizada 48

Professor.: Ricardo Pereira e-mail.: rad_rick@hotmail.com

Tópicos sobre Segurança em TC

• A tomografia é regulada pela Portaria 453, de 02/06/98, da ANVISA (Agência

Nacional de Vigilância Sanitária);

• Para prolongar a vida útil, o tubo de raios X deve ser aquecido após duas

horas de inatividade (Warm-Up);

• Após o aquecimento do tubo, é conveniente, pelo menos uma vez ao dia,

fazer calibração dos detectores. Evita artefatos do tipo anelar;

• Equipamentos dotados com laser para posicionamento do paciente deve-se

tomar o cuidado para não direcionar o feixe luminoso nos olhos do paciente;

• Respeitar o limite de massa estipulado pelo fabricante, evitando-se danos à

mesa de exames e problemas no seu deslocamento durante o procedimento;

• Existem em alguns equipamentos mecanismos de segurança especiais que

permitem interromper a alimentação elétrica do conjunto gantry/mesa

(presença de fumaça ou faíscas nos componentes);

• Problemas de software -> desligar (ShutDown) -> reiniciar (Start Up);

• Cuidados quanto à angulação do Gantry durante o exame. Alguns pacientes

podem ter parte do corpo pressionada pelo equipamento ou, até mesmo,

apresentar fobia por causa da proximidade do equipamento;

• Cuidado com a postura correta na operação do equipamento e condutas

inadequadas no trabalho (LER- Lesão por Esforços Repetitivos);

• Monitor na altura dos olhos (distância de 40 – 80 cm). Pés apoiados no chão

ou suporte;

Mãos livres sobre os teclados de forma que o antebraço forme

aproximadamente 90º com o braço;

• Controle de qualidade periódico (espessura do corte, resolução espacial,

ruído na imagem, etc) -> uso de phantons (fantomas);

PRINCIPAIS EXAMES REALIZADOS PELA TC

Tomografia Computadorizada de Crânio

O propósito primário da tomografia computadorizada de crânio é

fornecer um diagnóstico definitivo que geralmente não exige exames com-

plementares para verificação. A TC de crânio, em muitas circunstâncias,

fornece esse alto grau de confiabilidade. Trauma craniano agudo, por exemplo,

pode resultar na formação de hematoma epidural ou subdural. Esse tipo de

 Tomografia Computadorizada 49

Professor.: Ricardo Pereira e-mail.: rad_rick@hotmail.com

lesão pode ser diagnosticado rapidamente, com precisão e inequivocamente

através da TC de crânio.

Indicações

Praticamente qualquer suspeita de processo patológico envolvendo o

encéfalo é uma indicação para tomografia computadorizada de crânio. Algumas

das indicações mais comuns para tomografia computadorizada de crânio

incluem as seguintes:

 Suspeita de neoplasias, massas, lesões ou tumores encefálicos .

Metástases

 Encefálicas;

 Hemorragia intracraniana;

 Aneurisma;

 Abscesso;

 Atrofia cerebral;

 Alterações pós-traumáticas (tais como hematomas epidurais e sub-

durais);

 Alterações adquiridas ou congênitas.

Tomografia Computadorizada de Tórax

O propósito primário da tomografia computadorizada torácica é servir

como um adjunto diagnóstico à radiografia convencional de tórax. Entretanto,

devido à relação custo/benefício, a radiografia convencional de tórax ainda é a

ferramenta primária de rastreamento em pacientes com suspeita de doença

torácica. A TC serve como uma modalidade de obtenção de imagens valiosa

na avaliação e manejo de condições previamente diagnosticadas.

Indicações

As indicações patológicas comuns para a TC torácica são as seguintes:

 Lesões hilares e mediastinais;

 Aneurismas;

 Abscesso ou cisto (bolsa cheia de líquido);

 Doença cardíaca e pericárdica;

 Processos patológicos do tórax (ou seja, asbestose);

 Dissecação da aorta;

Tomografia Computadorizada Abdominal e Pélvica

 Tomografia Computadorizada 50

Professor.: Ricardo Pereira e-mail.: rad_rick@hotmail.com

Com o advento da tomografia computadorizada, a habilidade para

diagnosticar morfologia abdominal e pélvica foi significativamente acentuada.

Devido à sua velocidade e precisão, a TC se tornou uma ferramenta de

controle e tratamento eficaz para doença abdominal e pélvica e tem sido

especialmente útil em casos de malignidade. O uso de exames diagnósticos

padrões, tais como colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE),

foi muito reduzido devido à abrangência e à relação custo/benefício da TC.

Indicações

Abdome

 Suspeita de lesões primárias ou metastáticas do fígado, pâncreas,rim ou

baço;

 Processos patológicos das adrenais;

 Processos patológicos dos linfonodos, tendo a TC substituído a

linfangiografia na detecção de malignidades dos linfonodos;

 Pancreatite;

 Abscessos;

 Hematomas hepáticos ou esplênicos;

Pelve

 Carcinomas de próstata, colo uterino, bexiga e ovário;

 Massas de tecidos moles e doenças dos músculos pélvicos;

 Suspeita de abscessos;

 Avaliação da articulação do quadril, especialmente em pacientes

traumatizados;

 Exclusão ou detecção de doença oculta (uma doença oculta ou

encoberta, difícil de ser diagnosticada).

 Tomografia Computadorizada 51

Professor.: Ricardo Pereira e-mail.: rad_rick@hotmail.com

Resumao:

Incidências

 Estudo das estruturas em cortes axiais e, em alguns casos, coronais.

 Documentação do estudo feita em filmes especiais (+ sensíveis que os

utilizados na Radiologia Convencional).

 Cortes axiais >> feitos de rotina, em todos os exames.

 Cortes coronais >> obtidos nos estudos de algumas regiões (sela turca).

 Cortes sagitais >> dificilmente conseguidos (disposição do tubo de raios

X).

 Planos de cortes >> selecionados pelo operador.

 Espessura do corte >>varia de acordo com o volume do órgão ou lesão

a ser analisada (est. Peq.: 1 a 5 mm; est. Vol.: 10 a 12 mm).

 Os valores numéricos dos coeficientes de absorção dos tecidos são

calculados sempre em relação ao coeficiente linear da água, para o qual

é atribuído o valor numérico de zero.

 Osso: faixa mais alta positiva da escala.

 Ar (pulmão e tubo digestivo): faixa mais baixa negativa.

 Unidades Hounsfield (UH).
thammy barbosa fez um comentário
  • ????top
    1 aprovações
    Carregar mais