Slide Da Profa. Daniele Brustolim [Fisiopatologia E Farmacoterapia IV] - 2013.2 - Fisiopatologia Da Tireóide
24 pág.

Slide Da Profa. Daniele Brustolim [Fisiopatologia E Farmacoterapia IV] - 2013.2 - Fisiopatologia Da Tireóide


DisciplinaFisiopatologia e Farmacoterapia112 materiais1.034 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Fisiopatologia da Tireóide 
Dra Daniele Brustolim 
 
-UNIME- 
Glândula Tireóide 
n\uf06e\u202f abaixo da laringe, anteriormente a tráquea, 
-\u202f secreta: T4 ( tiroxina) e T3 (trioiodotironina), 
- secreta também a calcitonina. 
 
 Os hormônios tireóideos têm o efeito 
profundo de aumentar o metabolismo basal, 
sua falta leva a diminuição deste em 40 a 50 % 
 T3 T4 (-) 
 
TRH (+) Hormônio liberador 
 de tireotropina 
TSH (+) 
Hormônio Estimulador 
 de Tireóide ou 
 tireotropina 
 
 Triiodotironina 
Hipotálamo 
Adeno
Hipófise 
Tireóide 
T4 93% T3 7% 
EIXO HIPOTÁLAMO-HIPÓFISE-TIREÓIDE 
Feedback ou retro- 
alimentação negativa 
Tiroxina 
Síntese de T3 e T4 na tireóide 
Iodo dieta 
ingerido 
150 µgr 
por dia (ideal) 
 
 
Células 
Levam 
Iodeto 
l 
TSH (+) 
Aparelho Golgi 
Sintetiza 
Tireoglobulina 
Oxidação pela 
Peroxidasa 
Iodo Oxidado 
SER 
Sintetiza 
tireoglobulina 
Tiroglobulina + Iodo iodinase 
iioo 
Residuos iodotirosinas + residuos iodotirosina 
Acoplam 
TIROXINA E TRIO 
IODOTIRONINA 
 
 + Globulina a ligação da tiroxina 
Células Teciduais 
Difusão 
facilitada 
Bomba 
iodeto 
\u2022\u202fSíntese de hormônios da tireóide 
\u2022\u202ftriiodotironina (T3) e tiroxina (T4) 
 
 
\u2022\u202faumentam a velocidade dos processos de oxidação e de liberação de 
 energia nas células do corpo 
\u2022\u202festimulam ainda a produção de RNA e a síntese de proteínas, 
 estando relacionados ao crescimento, maturação e desenvolvimento 
DITDIT
Regulação dos Hormônios tireóideos 
Hipotálamo 
 TRH 
 ADENOHIPÓSE 
Receptores de TRH (+) fosfolipaseà\uf0e0 liberação 
 de TSH 
 GLÂNDULA TIREÓIDE 
 Receptores de TSH (+) adenil ciclaseà\uf0e0 AMPcà\uf0e0 (+)proteína cinase 
à\uf0e0múltiplas fosforilaçõesà\uf0e0 secreção de Hormônios T3 e T4 
 Efeitos:1- (+) Proteólise de tiroglobulina armazenada 
 2- (+) Bomba de iodeto para seqüestro deste dentro glândula 
 3-(+) Iodetação da tiroxina para formar hormônios 
 4-(+) Atividade secretora das células tireóideas 
 
 Os hormônios tireóideos aumentam a atividade 
 metabólica de todos os tecidos do corpo. 
n\uf06e\u202f Existe aumento de síntese protéica e também do 
 catabolismo protéico 
 
 número mitocôndrias e atividade 
 velocidade formação 
 (ATP) 
n\uf06e\u202f o transporte ativo de íons através das 
membranas celulares 
Efeito sobre metabolismo dos 
carboidratos 
n\uf06e\u202f Hormônio tireóideo estimula: 
 
n\uf06e\u202f Absorção de glicose pelo aparelho 
 gastrintestinal 
n\uf06e\u202f Captação da glicose pelas células. Aumento 
n\uf06e\u202f Aumento da glicólise global das 
n\uf06e\u202f Gliconeogênese intensificada enzimas 
 metabólicas 
n\uf06e\u202f Secreção aumentada de insulina 
Efeitos do hormônio tireóideo no 
Metabolismo dos Lipídeos 
 Efeito sobre o tecido adiposo ( diminui a reserva 
gordurosa): 
 (+) lipólise 
 
 Ácidos graxos no plasmaà\uf0e0 acelera a 
 oxidação deste na célula 
 
 
 T4 ou T3--à\uf0e0 aumento da excreção do colesterol na 
bile-à\uf0e0perda nas fezesà\uf0e0 aumenta os receptores de 
lipoproteínas de baixa densidade (VLDL) nas células 
hepáticasà\uf0e0 remoção destas do plasma pelo fígado. 
 
 
 
 
 
 
Efeitos diversos do Hormônio Tireóideo 
n\uf06e\u202f Sobre sistema Cardiovascular 
 Por aumento do metabolismoà\uf0e0 utilização de Oxigênioà\uf0e0 
 vasodilatação--à\uf0e0 na maioria dos tecidos e na pele. 
 Efeito direito sobre a excitabilidade cardíaca-à\uf0e0 por estímulo 
 Beta adrenérgico-à\uf0e0 FC 
 
 Sobre sistema Nervoso Central e periférico 
 Aumenta a rapidez de cerebração, sua falta diminui este 
efeito. Existe um tremor fino no aumento do hormônio pelo 
 aumento de reatividade das sinapses. 
 
 
 
Efeitos diversos do Hormônio Tireóideo 
n\uf06e\u202f Sobre as Glândulas Endócrinas 
 de Hormônio a secreção da maioria das glândulas 
endócrinas e também a necessidade de hormônios pelos 
tecidos do corpo---à\uf0e0 1) secreção de Insulina 
 2) Secreção de Paratormônio 
 3) Secreção Glicocorticóides 
 
 Sobre o Aparelho gastrintestinal 
 Estimula a secreção dos sucos digestivos e a motilidade do 
trato gastrintestinal. 
TIREÓIDE 
n\uf06e\u202f Distúrbios tireoidianos 
 
 TIREÓIDE 
n\uf06e\u202f Avaliação do paciente com doença tireóidea: 
Ø\uf0d8\u202f Exame físico da tireóide; 
Ø\uf0d8\u202f Determinação dos níveis de hormônio tireóidiano; 
Ø\uf0d8\u202f Ultra \u2013 sonografia (Q.I); 
Ø\uf0d8\u202f Captação de iodo radioativo; 
Ø\uf0d8\u202f Cintilografia; 
Ø\uf0d8\u202f Aspiração com agulha fina. 
www.otempo.com.br/.../foto_12122007192258.jpg 
Hipertiroidismo 
n\uf06e\u202f Situação na que existe um aumento de 
hormônios tireóideos circulantes. 
 T 3 e T 4 
 TSH 
Bócio 
Tóxico 
Doença de Graves Adenoma de tiróides 
 Bócio Multinodular 
 Tóxico ( T3++ T4+) 
 TSI contra TSH 
(imunoglobulina tireóide estimulante) 
Parte da glândula esta hipofuncionante 
Hipertireodismo Secundário 
 TSH 
 T3 T4 
Adenoma Hipofisário 
Secretor de TSH 
Síndrome de resistência ao 
Hormônio tireóideo 
 TSH 
 T3 T4 
 Tumores secretores de GC Tireotoxicose Gestacional 
Fatores Humorais nas doenças de tireóides 
n\uf06e\u202f TSI -Imunoglobulina estimulante de TSH-R: se ligam ao 
receptor de TSH na tireóides e estimulam a ação da TSH 
levando a hipertiroidismo ou Doença de Graves. 
n\uf06e\u202f Podem existir anticorpos autoimunes bloqueadores do 
complexo TSH-R-à\uf0e0 hipotiroidismo auto-imune 
n\uf06e\u202f Anticorpos contra Tg ( tiroglobulina e TPO- peroxidase 
tireóidea) demonstram auto-imunidade. O mais utilizado é 
o dosagem dos anticorpos anti- TPO 
Hipotireoidismo 
n\uf06e\u202f Situação em que existe uma diminuição de hormônios 
tireóideos circulantes. 
 
n\uf06e\u202f Etiologia 
v\uf076\u202f Primário: 
 1-Hipotiroidismo auto-imune:Tireoidite Hashimoto 
 2- Tireoidite atrófica iatrogênica: Terapia Iodo 131 
 3-Fármacológico: Excesso de Iodo, Litio, antitiróideos 
 4-Hipotiroidismo Congênito. 
 5-Deficiência de Iodo na dieta: Bócio Endêmico. 
 6-Distúrbios Infiltrativos: amiloidose, sarcoidose, 
 hemocromatose. 
 
 
 
n\uf06e\u202f Secundário 
 1- Hipopitituarismo: cirurgia, tumores, 
 radiação da hipófise, Síndrome de Sheehan 
 2- Deficiência Isolada de TSH 
 3- Doença Hipotalámica: tumores,traumatismo 
 
 Transitório 
 1- Tiroidite silenciosa incluindo pós-parto 
 2- Tireoidite Subaguda 
 
 Cretinismoà\uf0e0 hipotiroidismo extremo na vida fetal, lactância 
 ou infância por ausência congênita da glândula tireóide ou 
por ausência de Iodo da dieta 
 
Metodologias disponíveis 
Radioimunoensaio 
Enzimoinumoensaio 
Quimioluminescência 
Fluorescência 
Eletroquimioluminescência 
Antígenos Sigla 
tireoglobulina Tg 
peroxidase tireoidiana TPO 
receptor de TSH TSH-r 
hormônios tireoidianos T3 e T4 
Autoanticorpos Sigla 
antitireoglobulina anti-Tg 
antiperoxidase tireoidiana anti-TPO 
antireceptor de TSH anti-TSH-r 
antitriiodotironina anti T3 
antitiroxina anti T4 
Conclusões 
n\uf06e\u202f A glândula tireóide segrega dois hormônios T3 e T4 
fundamentais para o metabolismo das células do organismo 
 
n\uf06e\u202f Seu funcionamento e secreção hormonal está intimamente 
ligado a quantidade de iodeto na dieta 
 
n\uf06e\u202f A produção excessiva destes hormônios acarreta aumento do 
metabolismo basal e a produção insuficiente diminui o mesmo 
drasticamente. 
 
n\uf06e\u202f As doenças relacionadas com a glândula tireóidea estão 
associadas a carência de iodo na dieta (hipotiroidismo