Técnicas da TCC
4 pág.

Técnicas da TCC

Disciplina:Terapia Cognitiva2.924 materiais19.345 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Unidade 3 \u2013 Principais Métodos e

Técnicas Terapêuticas da TCC

Paulo Knapp, cap 8
 Profª Leciana Medina, Ms.

1

Principais Técnicas em TCC

Mesmo dividindo o capítulo em Técnicas
Cognitivas e Comportamentais, relembramos
que muitas técnicas comportamentais são
usadas para gerar também mudanças cognitivas.

2

Técnicas Cognitivas

3

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Pensamentos que coexistem com um fluxo de
pensamento mais manifesto.

\u2022 São breves e geralmente associado a uma
emoção.

\u2022 Podem aparecer de forma verbal, visual ou
ambas.

\u2022 Podem ser avaliados pela sua validade e
utilidade.

4

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Pergunta básica: \u201cO que estava passando pela
sua cabeça nesse momento\u201d?

\u2022 Ao invés de: \u201cEm que você estava pensando?\u201d

5

Identificando Pensamentos
Automáticos

Outras formas de evocar pensamentos:

\u2022 Observar mudança ou intensificação do humor
durante a sessão: \u201cnotei que você se emocionou
agora, quando falava da conversa que teve com seu
chefe ontem. O que passou pela sua cabeça agora?\u201d

\u2022 Foco nas emoções: \u201cvocê disse que sentiu tristeza na
situação. O que poderia estar passando pela sua
cabeça?\u201d

 \u201cSe outra pessoa estivesse na mesma situação,
sentindo-se triste, o que ela provavelmente estaria
pensando?\u201d

6

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Foco nas situações: \u201cem que situações, lugares,
momentos, com que pessoas você mais sente
dificuldades emocionais?\u201d \u201cEssas situações lhe
lembram alguma coisa? Tem algo em comum?
Fazem você pensar em alguma coisa?\u201d

\u2022 Recriação de situação vivenciada: \u201cTente
reconstruir o cenário da reunião, ... Onde era?
Qual era a pauta? ... Quando você começou a
ficar tenso? Consegue identificar o que estava
passando pela sua cabeça?\u201d

7

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Role-play do que foi vivenciado: \u201cvamos fazer
uma dramatização do que você acabou de me
contar. Eu farei o papel do seu chefe e tentarei
ser o mais fiel possível ao que você contou. Você
vai reproduzir o que disse e como agiu, e
quando conseguir identificar o que passou pela
cabeça nos paramos a dramatização\u201d.

\u2022 Utilização de imagem: \u201cquando sentiu medo,
lembra de alguma imagem?... E o que essa
imagem o fez pensar?\u201d

8

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Sugerir pensamento contrário: \u201cSerá que você
pode ter pensado \u2018que bom que Maria terminou
o namoro comigo\u2019?

\u2022 Sugerir pensamentos comuns derivados da
experiência clínica: \u201cem situações semelhantes,
outras pessoas pensaram algo como \u2018se eu falar
na reunião, vou enrolar a língua, vai me dar um
branco, vou passar uma vergonha... Você pode
ter pensado algo parecido?\u201d

9

Identificando Pensamentos
Automáticos

\u2022 Conversão da incerteza em possibilidade: \u201cse
você soubesse o que pensou naquele
momento, o que poderia ter sido?\u201d

\u2022 Conversão de pergunta em afirmação: \u201cVocê
disse que pensou \u201cSe Maria terminar comigo,
será que vou aguentar?\u201d O pensamento real
provavelmente é \u2018eu não vou aguentar\u2019.

10

Descoberta guiada \u2013 busca de
significados

\u2022 T: O que aconteceria se você fosse falar com Maria?

\u2022 P: Eu não conseguiria fazer isso.

\u2022 T: Por que?

\u2022 P: Ela vai rir da minha cara.

\u2022 T: E então?

\u2022 P: Ela iria pensar que sou um idiota.

\u2022 T: E você, o que iria pensar na situação?

\u2022 P: Eu penso que ela jamais daria bola para um idiota
como eu.

\u2022 T: E você pensa isso de você: eu sou um idiota?

\u2022 P: É, eu sou um idiota.

11

Auto-monitoramento

\u2022 Auto-monitoramento de pensamentos
disfuncionais: o pct é incentivado a monitorar
e registrar pensamentos negativos que lhe
ocorrem espontaneamente durante a semana
ou na sessão.

\u2022 Auto-monitoramento de emoções: o pct é
incentivado a identificar quando está se
sentindo pior e então segue registrando o que
passou pela cabeça.

12

Categorização de distorções cognitivas

\u2022 Solicitar ao pct que leia a lista de distorções e
identifique as que possivelmente são mais
comuns em seus pensamentos.

\u2022 As vezes, apenas isso já produz um impacto
cognitivo de enfraquecimento das distorções.

13

CATASTROFIZAÇÃO

\u2022 Pensar que o pior de uma situação vai ocorrer,
sem levar em consideração outros desfechos.
Acreditar que esse acontecimento será terrível e
insuportável. Eventos negativos que podem
ocorrer são tratados como catástrofes
intoleráveis, em vez de serem vistos em
perspectiva.

\u2022 \u201cPerder o emprego será o fim da minha carreira\u201d

\u2022 \u201cNão suportarei a separação da minha mulher\u201d

\u2022 \u201cSe eu perder o controle será o meu fim\u201d

14

ABSTRAÇÃO SELETIVA
(filtro mental, filtro negativo ou visão em túnel)

 Um aspecto de uma situação complexa é o foco da
atenção, enquanto outros aspectos relevantes da situação são
ignorados. Uma parte negativa de toda uma situação é
realçada, enquanto todo o restante positivo não é percebido.
 Um homem deprimido com baixa autoestima não
recebe um cartão de boas-festas de um velho amigo.
 Ele pensa: "Estou perdendo todos os meus amigos;
ninguém se importa mais comigo". Ele ignora as evidências
de que recebeu cartões de vários outros amigos, que seu
velho amigo tem lhe enviado cartões todos os anos nos
últimos 15 anos, que seu amigo esteve muito ocupado no ano
passado com uma mudança e um novo emprego e que ele
ainda tem bons relacionamentos com outros amigos.

15

INFERÊNCIA ARBITRÁRIA

\u2022 Conclusão a partir de evidências contraditórias
ou na ausência de evidências.

\u2022 Uma mulher com medo de elevador é solicitada a
prever as chances de um elevador cair com ela
dentro. Ela responde que as chances são de 10%
ou mais de o elevador cair até o chão e ela se
machucar. Muitas pessoas tentaram convencê-la
de que as chances de um acidente catastrófico
com um elevador são desprezíveis.

16

SUPERGENERALIZAÇÃO

\u2022 Conclusão sobre um acontecimento isolado é
estendida de maneira ilógica a outras áreas do
funcionamento.

\u2022 Um universitário deprimido tira nota B em uma
prova. Ele considera insatisfatório e
supergeneraliza com pensamentos automáticos:

\u2022 "Estou com problemas nessa aula; estou ficando
para trás em todas as áreas da minha vida; não
consigo fazer nada direito".

17

MAXIMIZAÇÃO E MINIMIZAÇÃO

 A importância de um atributo, evento ou
sensação é exagerada ou minimizada.
 Uma mulher com transtorno de pânico
começa a sentir tonturas durante o início de um
ataque de pânico. Ela pensa: "Vou desmaiar; posso
ter um ataque cardíaco ou um derrame".
 \u201cEu tenho um ótimo emprego, mas todo
mundo tem\u201d.
 \u201cObter notas boas não quer dizer que sou
inteligente, os outros obtêm notas melhores do
que as minhas.\u201d

18

PERSONALIZAÇÃO

\u2022 Assumir responsabilidade excessiva ou culpa
por eventos negativos, falhando em ver que
outras pessoas e fatores também estão
envolvidos nos acontecimentos.

\u2022 O chefe estava nervoso e de cara feia. \u201cDevo
ter feito algo errado.\u201d

\u2022 Separando-se da esposa. \u201cNão consegui
manter meu casamento, ele acabou por
minha causa.\u201d

19

PENSAMENTO ABSOLUTISTA
 (dicotômico ou do tipo tudo-ou-nada)

- Os julgamentos sobre si mesmo, as experiências pessoais ou
com os outros são separados em duas categorias ( totalmente
mau ou totalmente bom, fracasso total ou sucesso, cheio de
defeitos ou completamente perfeito)
- Paulo, um homem com depressão, compara-se com Roberto,
um amigo que parece ter um bom casamento e cujos filhos
estão indo bem na escola. Embora o amigo seja muito feliz em
sua casa, sua vida está longe do ideal. Roberto tem problemas
no trabalho, restrições financeiras e dores físicas, entre outras
Andrea
Andrea fez um comentário
Excelente
0 aprovações
Fátima
Fátima fez um comentário
gostei muito me ajudou bastante
1 aprovações
Carregar mais