FISIOTERAPIA EM UTI.ALIANDO.4D4.2015
8 pág.

FISIOTERAPIA EM UTI.ALIANDO.4D4.2015


DisciplinaUti2.158 materiais5.647 seguidores
Pré-visualização3 páginas
FISIOTERAPIA EM UTI
	
	 
1a Questão (Ref.: 201201743759)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Em relação aos sons pulmonares, enumere a segunda coluna de acordo com a primeira: ( 1 ) Som Bronquial ( 2 ) Som Broncovesicular ( 3 ) Som Vesicular ( ) Presente em todas as regiões do tórax com exceção das regiões apicais do pulmão e da traquéia. ( ) Não há pausa entre a inspiração e a expiração. ( ) Som presente na traquéia e grandes vias aéreas. ( ) A inspiração tem intensidade e duração maior que a expiração. ( ) É possível auscultar uma pausa entre a inspiração e a expiração. ( ) Som audível nas regiões apicais do pulmão.
		
	 
	A sequência correta é: 3;1;1;3;1;2
	
	A sequência correta é: 2;1;2;1;3;1
	
	A sequência correta é: 2;1;1;1;3;1
	
	A sequência correta é: 2;2;3;3;1;2
	 
	A sequência correta é: 3;2;2;3;1;2
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201201744413)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Assinale a alternativa que apresenta a respiração que indica clinicamente falência muscular respiratória:
		
	 
	Costal superior
	 
	Paradoxal
	
	Abdominal
	
	Costal inferior
	
	Diafragmática
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201201308649)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Com relação à avaliação de pacientes internados em UTI, pode-se dizer que
		
	
	o fisioterapeuta somente poderá realizar manobras de higiene brônquica na presença de um médico intensivista.
	 
	o fisioterapeuta tem por obrigação realizar uma avaliação minuciosa, observando, inclusive, aspectos dermatológicos, osteomusculares, nível de consciência e quadro respiratório.
	
	não é da responsabilidade do fisioterapeuta prevenir escaras de decúbito, pois isto é de responsabilidade da enfermagem por estar dentro de uma UTI.
	
	o fisioterapeuta deve somente preocupar-se com o quadro respiratório.
	
	o fisioterapeuta deve seguir somente os parâmetros médicos, não necessitando de uma avaliação de sua parte.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201201744410)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Ao exame físico do paciente observou-se sinal de Homan positivo e dor à palpação das panturrilhas. Neste caso, encontra-se evidenciada a presença de:
		
	
	Esclerose múltipla
	
	Embolia pulmonar
	
	Doença arterial coronariana
	
	Edema
	 
	Trombose venosa profunda (TVP)
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201201305404)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Durante a avaliação segmentar de cabeça e pescoço de um paciente internado em UTI por Acidente Vascular Cerebral hemorrágico o fisioterapeuta observou que as pupilas apresentavam-se simétricas em diâmetro e contorno. Qual opção descreve corretamente o resultado dessa avaliação?
		
	
	Pupilas anisocóricas.
	
	Pupilas em midríase
	
	Pupilas em miose.
	 
	Pupilas isocóricas.
	
	Pupilas disocóricas
	 1a Questão (Ref.: 201201314871)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	A partir da curva de dissociação do O2 podemos observar que a diferença entre um valor de PaO2 normal (100mmHg) e uma PaO2 claramente anormal (60mmHg) é de 40mmHg, mas a alteração na SaO2 é de apenas 8,5% (97,5% para 89%), isto porque a curva de dissociação do O2 para hemoglobina tem forma sigmoide. Desta forma, a utilização da oximetria de pulso a beira do leito é uma avaliação de grande importância desde que saibamos interpretar seu significado. Marque V ou F nas opções abaixo sobre o tema em questão.
		
	 
	A medida da PaO2 é mais segura e mais sensível para avaliar a hipoxemia do que a SpO2
	 
	A medida da saturação arterial de oxigênio pode ser obtida de forma não invasiva
	 
	Para melhorar a estimativa da SaO2 com oxímetro de pulso deve-se ter uma adequada pulsação arterial
	 
	Devido o comportamento da curva de dissociação da hemoglobina, pode-se garantir que pacientes que apresentem valores de saturação periférica de oxigênio abaixo de 90% apresentam hipoxemia.
	 
	O valor da PaO2 é obtida comumente de forma não invasiva
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201201769688)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O instrumento de avaliação Medical Research Council (MRC) é utilizado em pacientes críticos e semi-críticos com o objetivo de avaliar a
		
	
	ADM.
	
	dor.
	
	função.
	 
	força.
	
	atividade.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201201314872)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A síndrome de resposta inflamatória sistêmica (SRIS) pode ser desencadeada por diferentes agressões ao organismo. Quando a SRIS é secundária a uma infecção, denomina-se de SEPSE. Analise as opções e assinale V para as respostas verdadeiras e F para as falsas.
		
	 
	A SRIS pode ser diagnosticada quando houver dois ou mais dos seguintes critérios:leucocitose, taquicardia, taquipnéia e hipertermia
	 
	A sepse pode evoluir com alterações cardiovasculares, tais como, queda do débito cardíaco e da resistência vascular periférica.
	 
	A biosegurança pode contribuir para a prevenção de sepse nas UTI´s.
	 
	A sepse somente pode ocorrer se houver infecção
	 
	A SRIS pode ser diagnosticada quando houver dois ou mais dos seguintes critérios:leucocitose, taquicardia, taquipnéia e hiperemia
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201201305038)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	A baixa responsividade de pacientes em UTI pode estar associada aos efeitos de drogas depressoras do SNC sendo, nesses casos, necessária a utilização da Escala de Ramsay para avaliação da intensidade da sedação. Das opções abaixo identifique o paciente que se encontra com grau 4 de sedação na escala mencionada.
		
	 
	Paciente dormindo, resposta rápida ao Sinal de Myerson ou à estímulo sonoro vigoroso
	
	Paciente sonolento mas atendendo à comandos
	 
	Paciente dormindo, resposta lenta ao Sinal de Myerson ou à estímulo sonoro vigoroso
	
	Paciente dormindo e sem resposta aos estímulos
	
	Paciente ansioso e agitado
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201201309006)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A ESCALA DE COMA DE GLASGOW FOI DESENVOLVIDA DURANTE A DÉCADA DE 70 COMO FORMA DE GRADUAR A GRAVIDADE EM PACIENTES COM TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO (TCE) E PREVER AS CHANCES DE RECUPERAÇÃO DO SEU ESTADO CRITICO, ASSIM COMO NORTEAR DECISÕES CLINICAS. SOBRE ELA RESPONDA:
		
	 
	A ESCALA AVALIA TRÊS ASPECTOS: ABERTURA OCULAR, RESPOSTA VERBAL E RESPOSTA MOTORA.
	 
	NO GLASGOW ABAIXO DE 8 O PACIENTE FICA APTO PARA A RESPIRAÇÃO ESPONTÂNEA COM A CERTEZA QUE MANTEM A PERMEABILIDADE DE VIA AÉREA.
	 
	SUA AVALIAÇÃO DETERMINA O GRAU DE FORÇA MUSCULAR.
	 
	NO CASO DE PACIENTES SEDADOS DEVE SER UTILIZADO A ESCALA DE RAMSAY.
	 
	DEVE SER SÓ EM PACIENTES SEDADOS.
	Analise as opções sobre avaliação e condutas fisioterapêuticas em Terapia Intensiva e assinale V ou F para os itens verdadeiros e falsos respectivamente.
		
	 
	A pressão de perfusão cerebral (PPC) é resultante da pressão arterial média(PAM) e da pressão intracraniana
	 
	A aplicação das manobras cinéticas de fisioterapia respiratória promovem aumento momentâneo da pressão intratorácica, mas não provocam nenhum efeito sobre a pressão intracraniana (PIC).
	 
	A avaliação fisioterapeutica secundária em UTI é uma etapa onde se obtem o maior número de informações sobre a doença de base para que se possa traçar um plano terapeutico
	 
	Contra indica-se fisioterapia respiratória nos casos de pacientes com traumatismo craniencefálico submetidos à monitorização da PIC.
	 
	As rotinas e protocolos são necessários para uniformizar condutas em Unidades de Terapia Intensiva
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201201305404)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Durante a avaliação segmentar de cabeça e pescoço de um paciente internado em UTI por Acidente Vascular Cerebral hemorrágico o fisioterapeuta observou que as pupilas apresentavam-se simétricas em diâmetro e contorno.