EAD EXERCICIOS DE ANALISE TEXTUAL 2013

@analise-textual ESTÁCIO
#Análise Textual

Pré-visualização

são maneiras diferentes de dizer a mesma coisa.
(BAGNO, Marcos. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. São Paulo: Parábola Editorial, 2007. Página 57).



Identifique nas opções a veracidade ou não das referidas frases:

Todas são falsas.
Somente a primeira frase é verdadeira
Todas as frases são verdadeiras. 
Somente a terceira frase é verdadeira.
Somente a última frase é verdadeira.

Questão 11. Leia o texto retirado do Orkut de um adolescente:
"E aí, caral! Tu vai p ksa do Paulin jogar hj?
Si fo, chama o kbça tbm q ele disse q keria ir.
Vlw, muleq! Ric@rdo"

Marque a opção correta. Essa linguagem:

a) ...do texto pode ser considerada culta.	
b) ...pode ser usada em trabalhos escolares.
c) ...está apropriada para uma mensagem informal.
d) ...é apropriada para qualquer tipo de mensagem.
e) ...está apropriada para escrever ao seu professor de português.

Questão 12. A escrita é uma das formas de expressão que as pessoas utilizam para comunicar algo e tem várias finalidades: informar,  divulgar, descrever dentre outras. Também podemos escrever de maneira formal ou informal.
Caso você esteja em uma situação na qual deverá escrever uma carta para solicitação de emprego como irá redigi-la

fará uso de metonímias.
apresentará elementos não verbais.
utilizará o registro informal.
evidenciará a norma padrão. 
fará uso do internetês

Questão 13. Veja o quadrinho a seguir.

Entender os processos de variações linguísticas é muito importante para nós, que moramos em um país de tanta diversidade cultural.
Assinale a opção em que se encaixam as  variações  da ilustração acima.
Regional e social
Social
Jargão
Gíria
Regional

Questão 14. Assinale a opção em há registro  de  língua formal.
a)	Aquela ali é uma perua e tanto.
b)	Aquela senhora está  sempre muito enfeitada. 
c)	Houve uma grande confusão no colégio e geral brigou.
d)	Aconteceu um reboliço  no centro da cidade e o pau quebrou. 

Questão 15. Dois homens discutiam sobre interesse próprio. O bate-boca descambou para maior confronto de ideias. Daí eles se exaltaram diante do desafio de manter a conversa:                                      
“Tu não sabe o que diz, cara...”                                                                                                         
“Qualé, mermão? tô pronto pra qualqué discursão.”
Considerando que interlocutores são cúmplices do mesmo código, diante dessas falas, você deverá marcar a opção adequada:
( 1 )O uso da sentença demonstra que houve critério de seleção gramatical da língua;
( 2 )Há espontaneidade de expressão dos  emissores, pois a situação permitiu fazer assim; 
( 3 )O receptor não deve ter entendido o que seu interlocutor desejou comunicar; 
( 4 )Os autores das sentenças cometeram equívocos que atrapalharam o diálogo; 
( 5 )Devemos evitar discussão quando não pudermos usar bem a norma culta da língua. 




Questão 16. Leia o texto a seguir e assinale a opção que dá sequência com coerência e coesão.

Em nossos dias, a ética ressurge e se revigora em muitas áreas da sociedade industrial e pós-industrial. Ela procura novos caminhos para os cidadãos e as organizações, encarando construtivamente as inúmeras modificações que são verificadas no quadro referencial de valores. A dignidade do indivíduo passa a aferir-se pela relação deste com seus semelhantes, muito em especial com as organizações de que participa e com a própria sociedade em que está inserido.
(José de Ávila Aguiar Coimbra – Fronteiras da Ética, São Paulo, Editora SENAC, 2002).

a) A sociedade moderna, no entanto, proclamou sua independência em relação a esse pensamento religioso predominante.

b) Mesmo hoje, nem sempre são muito claros os limites entre essa moral e a ética, pois vários pensadores partem de conceitos diferentes.

c) Não é de estranhar, pois, que tanto a administração pública quanto a iniciativa privada estejam ocupando-se de problemas éticos e suas respectivas soluções.

d) A ciência também produz a ignorância na medida em que as especializações caminham para fora dos grandes contextos reais, das realidades e suas respectivas soluções.

e) Paradoxalmente, cada avanço dos conhecimentos científicos, unidirecionais produz mais desorientação e perplexidade na esfera das ações a implementar, para as quais se pressupõe acerto e segurança

Questão 17. Em pronunciamento na televisão, presidente diz que não teme injustos.
             “Faço um especial apelo e um alerta àqueles homens que, a despeito de tudo, ainda insistem em agredir suas mulheres. Se é por falta de amor e compaixão que os senhores agem assim, peço que pensem no amor, no sacrifício e na dedicação que receberam de suas queridas mães. Mas, se vocês  agem assim por falta de respeito, não esqueçam jamais que a maior autoridade deste país é uma mulher, uma mulher que não tem medo de enfrentar os injustos, nem a injustiça, estejam onde estiverem”. (Jornal O Globo).
 Acerca do texto acima e da expressão “os senhores”, que substitui “àqueles homens”, foi utilizada a coesão:
Por conexão;
Lexical;
Gramatical;
Temporal;
Por ligação.

Questão 18. Leia o texto abaixo, extraído do jornal  O Globo, e responda o que se pede.
         “O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer afirmando que é inconstitucional impor qualquer pena ao motorista simplesmente porque ele se recusou a fazer o teste do bafômetro”.
              É  preciso haver unidade de forma e sentido na coesão textual, que é produzida por meio de conectivo, como no texto acima. Esse encadeamento que permite que o texto avance, é chamado de: 
Coesão cronológica;
Coesão lexical;
Coesão morfológica;
Coesão sequencial;
Coesão linear.


Questão 19. Leia o texto abaixo:
“Sérgia da Silva Chagas, 79, morreu em fevereiro de 94, em Salvador, Bahia. Ela foi a grande companheira de Corisco, o braço direito de Lampião. Dadá (apelido da época do cangaço), em seus últimos anos de vida, mostrava-se orgulhosa de seu passado. A mulher do cangaceiro contou que passou bons tempos ao lado dos índios pankararé.” (Adaptado da Revista Globo Ciência, ano 3, número 32.)
Que tipo de coesão identificamos, na sequência, de acordo com o termo sublinhado?
Temporal.
Por conexão.
Sequencial.
Gramatical.
Lexical.

Questão 20. Consoante a teoria, o hipertexto surge por associações e junções de termos que auxiliam o acabamento textual, porquanto o hipertexto se garante no universo de termos ou expressões que se cruzam e entrecruzam na materialidade visível textual ou em nuaces não tão visíveis, como:

Nos diálogos entre um casal apaixonado;
Nos não-ditos ou entrelinhas comumente empregados nas ironias e deboches;
Nos poemas do período literário Romantismo;
 Nos textos oficiais dos tribunais e cartórios jurídicos.

Questão 21. Leia o texto abaixo:

“Diferentemente do texto escrito, que em geral compele aos leitores a lerem numa onda linear – da esquerda para a direita – e de cima para baixo, na página impressa – hipertextos encorajam os leitores a moverem-se de um bloco de texto a outro, rapidamente e não sequencialmente. Considerando que o hipertexto oferece uma multiplicidade de caminhos a seguir, podendo ainda o leitor incorporar seus caminhos e suas decisões como novos caminhos, inserindo informações novas, o leitor-navegador passa a ter um papel mais ativo e uma oportunidade diferente da de um leitor de texto impresso. Dificilmente dois leitores de hipertextos farão os mesmos caminhos e tomarão as mesmas decisões.” (MARCUSCHI, L.A. Cognição, linguagem e práticas interacionais. Rio: Lucerna, 2007.
(https://www.vestibular.brasilescola.com/enem/questao-14--1.htm&sa=U&ei=CL08Ue25MqaO0QG-j4B4&ved=0CBMQFjAG&client=internal-uds-cse&usg=AFQjCNFnrPPxZslHY30JuZOCQZmNhFviOw)

No que diz respeito à relação entre o hipertexto e o conhecimento por ele produzido, o texto apresentado deixa claro que o hipertexto muda a noção tradicional de autoria, porque

é o leitor que constrói a versão final do texto. 
o autor detém o controle absoluto do que escreve.
aclara os limites entre