A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
781 pág.
Gabriel Dezen Junior - 4500 Questões Comentadas de Direito Constitucional - 14º Edição - Ano 2010

Pré-visualização | Página 50 de 50

lei específica, 
segundo o indso XIX, alterado pela Emenda Constitucional n° 19/1998. A criação de 
subsidiária depende de autorização legislativa, em cada caso. A diferença é fundamental, 
pois autorização legislativa pode ser dada por Decreto.
926. Falsa. A proibição de acúmnlar estende-se a empregos e funções e abrange autar­
quias, empresas públicas, sociedades de economia mista e fundações mantidas pelo poder 
público; teor do inciso XVII do art. 37.
927. Falsa. Todas as foixnas de promoção ou identificação pessoal de servidor ou agente 
público são proibidas pela Constituição Federal (art 37* § Io).
928. Verdadeira. Teor do a it 37, § 4°.
929- Falsa. As pessoas jurídicas de direito privado prestadoras de serviços públicos 
também respondem pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros 
(art 37, § 6°).
930- Verdadeira. Teor do art. 38,21.
931. Verdadeira. A rt 38, II.
932. Falsa. O tempo de_serviço será contado para todos os efeitos legais, exceto para 
promoção por merecimento (art 38, IV).
1 8 5
4500 QUESTÕES COMENTADAS DE 01RST0 CONSrfTTUCSONAL
933.
934.
935.
936.
937.
938.
939.
940.
941.
942.
943.
944.
Seçao H 
Dos Servidores Públicos
PRIMEIRO BLOCO
) Servidores públicos, civis são constitucionalmente diferençados dos servidores 
públicos militares.
) A Constituição impõe a instituição de regime jurídico único aos servidores 
públicos da União.
) A Constituição determina que União, Estados, Distrito Federal e Municípios 
instituam Conselho de Política de Administração e Remuneração de pessoal, 
para definir a condição jurídica e funcional de seus servidores.
) Os padrões de vencimento e outras verbas remuneratórias dos servidores públi­
cos deverão ser fixados em valores que levem em conta, em relação às diversas 
carreiras, dentre outras especificações, a natureza, o grau de responsabilidade 
e a complexidade dos cargos e os requisitos para a investidura.
) A Constituição determina que a União, Estados e Distrito Federal mantenham 
escolas de govemo/paia a formação e aperfeiçoamento de servidores públicos.
) A promoção na carreira somente levará em conta a antiguidade e a complexi­
dade do cargo do servidor público.
) A lei não poderá estabelecer requisitos diferenciados de admissão em razão 
da natureza do cargo, em obediência ao princípio da isonomia.
) O pagamento de gratificações e verbas de representação aos membros de Poder 
e a Ministros de Estado deverá ser feito nos percentuais estabelecidos em lei.
) Lei federai deverá estabelecer a diferença entre a maior e a menor remuneração 
dos servidores públicos em razão de, no máximo, 1/20.
) É obrigatória a publicação anual, pelos Poderes Executivo, Legislativo e Ju­
diciário, do valor dos subsídios pagos a seus membros.
) Lei dos Estados disciplinará a aplicação dos recursos orçamentários provenien­
tes da economia, com despesas correntes em cada órgão em desenvolvimento 
de programas de qualidade e produtividade.
) A aposentadoria por invalidez dar-se-á com proventos integrais.
1 8 6
Titulo ÜI — Da Oiçanização do Esiado
945. ( ) A aposentadoria compulsória por idade ocorre com proventos integrais.
946. ( ) São estáveis, após três anos, os servidores nomeados para cargo de provimento
efetivo em virtude de concurso público.
947. ( ) Servidor público estável pode perder o cargo mediante procedimento de ava­
liação periódica de desempenho, posterior ao estágio probatório.
948. ( ) Se o servidor demitido tiver a decisão de srua demissão invalidada pelo Judi­
ciário, será ele reconduzido ao cargo que ocupava.
949. ( ) A invalidação judicial da demissão de servidor estável impõe a reintegração
deste ao seu cargo anterior, saivo se esse estiver provido, caso em que o servidor 
reintegrado será aproveitado em outro cargo ou deixado em disponibilidade.
950.'( ) Em caso de invalidação judicial de demissão de servidor estável, a eventual
disponibilidade do eventual ocupante de seu cargo dar-se-á com proventos 
integrais.
951. ( ) Em caso de extinção do cargo de servidor estável, será ele colocado em
disponibilidade remunerada com proventos proporcionais; até seu adequado 
aproveitamento em outro cargo.
952. ( ) A avaliação especial de desempenho, antes do término dos três anos de estágio
probatório, é condição para a aquisição de estabilidade.
G abaíiío
933.5'alsa. Não existe mais, desde a promulgação da Emenda Constitucional n° 18/1998, 
"servidor público militar”. A divisão constitucional, de ora em diante, é servidor público, 
expressão que designa os servidores civis, e militares dos Estados, do Distrito Federal e 
dos Territórios. Títulos da Seção II e Seção III.
934. Falsa. Com a Emenda Constitucional n° 19/1998, da refoima administrativa, foi 
retirada da Constituição a ordem para a instituição de regime jurídico único. União, Esta­
dos, Distrito Federai e Município têm, agora, liberdade para a adoção do sistema jurídico 
de sua preferência, e até de vários deles, os quais serão apontados por um conselho de 
política de administração e remuneração de pessoal, integrado por servidores (art 39, 
caput). Em agosto de 2007, o STF decidiu suspender a vigência da nova redação do 
art 39, caput, dada pela Emenda n° 19, devido à mconstitucionalidade no processo de 
elaboração dessa Emenda. Com isso, a redação anterior voltou a viger.
1 8 7
<500 QUÊSTÔÊS COMENTADAS OS DIREITO CONSTITUCIONAL
935. Verdadeira. Esses conselhos é que ditarão os sistemas a serem adotados em relação 
aos servidores públicos, inclusive quanto à política remuneraíória. Alteração imposta ao 
art. 39, caput, pela Emenda Constitucional n* 19/1993.
936. Verdadeira,' Ê a redação atual do § Io do art 39, após as alterações impostas pela 
Emenda Constitucional n° 19/1998.
937. Verdadeira. O § 2o do art. 39, com redação dada pela Emenda Constitucional 
n° 19/1998, determina a manutenção, pelos entes políticos, de escolas de govemo para 
tais finalidades. Note que o Município não é obrigado a ter tal escola. É de se ressaltar, 
também, que a participação nos cursos oferecidos por essas escolas será considerada 
para fins de promoção na carreira.
938. Falsa. Dentre outros elementos, a promoção na carreira levará em conta a partici­
pação com aproveitamento nos cursos oferecidos pelas escolas do governo.
939. Falsa. Pela redação do § 3o do art 39, a lei poderá estabelecer requisitos diferenciados 
de admissão de servidor público, variáveis segundo a natureza do cargo.
940. Falsa. O art 39, em seu § 4o, veda expressamente o acréscimo de qualquer gratifica­
ção, adicional, abono, prêmio," verba de représentação “ou outra espécie xemuaeratória” 
a membros de Poder, como deputados, senadores, ministros de tribunais e ministros do 
Executivo, a detentores de mandato eletivo e a secretários estaduais e municipais, os quais 
serão remunerados por subsídio fixo "em parcela única”. Essa alteração foi imposta pela 
Emenda Constitucional n° 19/1998.
9411 Falsa. Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios '‘poderá” 
estabelecer a relação entre a maior e a menor remuneração dos servidores públicos. 
Redação do § 5o do art. 39.
942. Verdadeira. É o teor do § 6o do art. 39, alterado pela Emenda Constitucional 
nó 19/1998.
943. Verdadeira. Pelo § 7o do art. 39, leis fedéraí, estaduais, distrital e municipais dis­
ciplinarão essa aplicação, sendo importante notar que esse artigo constitucional prevê, 
na sua parte final, que essa verba economizada poderá ser gasta com o pagamento de 
adicional ou prêmio de produtividade ao servidor público.
944. Falsa. A reforma previdenciária operada pela Emenda Constitucional n°20/1998 mudou 
a redação do dispositivo constitucional' assegurador da aposentadoria por invalidez. Agora, 
os proventos serão proporcionais ao tempo de contribuição, exceto se a invalidez decorrer