A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
150 pág.
queijos nacionais

Pré-visualização | Página 31 de 45

5.8.2.2. Queijo Mussarela
As diferenças de preço no caso de Mussarela também são grandes (153%); o menor preço 
encontrado foi de R$ 9,18/quilo e o maior de R$ 23,31/quilo.
Tabela 33 – Preços ao consumidor – Queijo Mussarela
Queijos – Preços ao Consumidor (por quilo) em R$
Pão de Açúcar Sondas Hippo Carrefour
Maior Menor Maior Menor Maior Menor Maior Menor
Mussarela 23,20 11,48 23,31 12,00 16,59 11,29 18,90 9,18
Fonte: Sites dos supermercados Pão de Açúcar, Sondas, Hippo e loja do Carrefour Shopping Eldorado (SP/SP).
5.8.2.3. Queijo Prato
A maior diferença (217%) foi constatada nos preços do queijo Prato, que variaram entre 
R$ 25,07 e R$ 7,90 por quilo.
E
S
T
U
D
O
S
 
D
E
 
M
E
R
C
A
D
O
 
S
E
B
R
A
E
/
E
S
P
M
1
0
2
Tabela 34 – Preços ao consumidor – Queijo Prato
Queijos – Preços ao Consumidor (por quilo) em R$
Pão de Açúcar Sondas Hippo Carrefour
Maior Menor Maior Menor Maior Menor Maior Menor
Prato 20,15 7,90 25,07 13,40 16,59 11,29 18,98 10,35
Fonte: Sites dos supermercados Pão de Açúcar, Sondas, Hippo e loja do Carrefour Shopping Eldorado (SP/SP).
5.8.2.4. Queijo Parmesão
O queijo Parmesão é encontrado em duas versões, em pedaços e ralado. Os preços por qui-
lo do Parmesão ralado variaram 186% (mínimo de R$ 17,90 e máximo de R$ 51,20). No caso 
queijo vendido em pedaços, o valor variou entre R$ 50,50 a R$ 18,98 (166%).
No caso do Parmesão ralado a variação entre as marcas premium é pequena (9%), bem infe-
rior às médias de variação outros queijos de marcas premium, que vão de 30 a 50%.
Tabela 35 – Preços ao consumidor – queijo parmesão
Queijos – Preços ao Consumidor (por quilo) em R$
Pão de Açúcar Sondas Hippo Carrefour
Maior Menor Maior Menor Maior Menor Maior Menor
Parmesão Pedaço 48,88 26,98 37,93 25,03 50,50 22,39 42,90 18,98
Parmesão Ralado 47,10 20,90 49,60 19,80 51,20 24,75 50,90 17,90
Fonte: Sites dos supermercados Pão de Açúcar, Sondas, Hippo e loja do Carrefour Shopping Eldorado (SP/SP).
 
6. Produtos
A seguir, uma breve descrição dos itens mais produzidos e consumidos no Brasil, seguin-
do-se tabela com um resumo comparativo: 
6.1. Mussarela
Origem:•	 Itália Meridional. Originalmente era produzida com leite de búfala. 
1
0
3
q
u
e
ijo
s 
n
ac
io
n
ai
s 
– 
le
it
e
 e
 d
e
ri
va
d
o
s
 •	 Características: Queijo de massa semi-dura e filada (esticada e rejuntada). A massa 
deve permanecer em repouso até que acidifique, e então é esticada e rejuntada a quen-
te, o que provoca a superposição de camadas. Atualmente, a Mussarela é produzida 
tanto a partir do leite de vaca como do leite de búfala, sempre integral e pasteurizado. 
Possui sabor fresco e lácteo, levemente ácido.
Principais Usos:•	 Predominantemente culinário, o queijo Mussarela é muito utilizado 
em pizzas; o mercado de pizzarias é o principal responsável pelo crescimento contínuo 
desta variedade de queijo. Pode ser consumido frio como aperitivo, em saladas e san-
duíches, ou quente, como parte de pratos de forno, recheio de massas etc. 
6.2. Prato
Origem:•	 O queijo Prato é um queijo brasileiro, um dos primeiros produzidos no país 
por imigrantes dinamarqueses. 
Características:•	 Queijo de massa semi-cozida, sem olhaduras, com textura untuosa e ma-
cia, o que permite fatiamento fino. Produzido em formato retangular, para facilitar seu 
fatiamento, não possui casca. Apresenta facilidade de manuseio e bom derretimento.
Principais usos:•	 Muito utilizado em sanduíches, pois seu sabor suave permite boa 
combinação com frios e carnes, no preparo de sanduíches quentes ou frios. 
6.3. Requeijão
Origem:•	 Reconhecidamente brasileiro, o Requeijão teve como precursora a marca Catu-
piry. Requeijão é um queijo processado e espalhável. A legislação do estado de São Paulo 
define Requeijão como sendo o produto obtido da mistura de creme com massa coalha-
da, dessorada (sem soro) e lavada, do leite integral ou desnatado, cru ou pasteurizado. 
Características:•	 na sua formulação original o produto é obtido da coalhada do leite 
desnatado com creme de leite cozido. É um queijo na forma de creme. Facilmente espa-
lhável, tem sabor suave e lácteo sendo muito apreciado pelas crianças e adolescentes. 
Deve ser mantido sob refrigeração. 
O que se observou nos últimos 2 a 3 anos foi uma alteração na formulação do produto e 
nas embalagens por parte de vários fabricantes. A principal alteração refere-se à adição 
de soro de leite no lugar do leite, tornando o produto uma “especialidade láctea”, confor-
me denominação nas próprias embalagens. Os copos de vidro foram substituídos por 
copos plásticos, verificando-se também uma redução no tamanho das embalagens. 
Tais alterações permitiram preços mais acessíveis ao consumidor, ou pelo menos, uma 
estabilidade dos preços em 2005/2006. 
Contudo, alguns fabricantes reivindicaram junto aos órgãos governamentais, através 
da ABIQ, que os produto classificados como “Especialidades Lácteas” não fossem con-
siderados queijos, por não atenderam à definição do MAPA: um produto, para ser quei-
jo, deve ser produzido a partir do leite. Esta mobilização ganhou força e as “Especiali-
dades Lácteas” foram retiradas do mercado.
E
S
T
U
D
O
S
 
D
E
 
M
E
R
C
A
D
O
 
S
E
B
R
A
E
/
E
S
P
M
1
0
4
O produto é também comercializado sob a forma de Requeijão Culinário, com textura 
mais espessa, passível de ser cortada e visualmente granulosa. É apresentado em bis-
nagas plásticas ou potes e voltados para grandes consumidores ( food	service). 
Principais usos:•	 Consumido no café-da-manhã ou em lanches, com pão, torradas e 
bolachas, puro ou acompanhado de frios e geléias. Seu uso como ingrediente culinário 
também é muito difundido. 
6.4. Minas Frescal
Origem:•	 Os chamados queijos frescos são produzidos mundialmente. Acredita-se que 
tenha sido o primeiro tipo de queijo fabricado no Brasil. 
Características:•	 Queijo de massa crua feito com leite de vaca pasteurizado. Não passa 
por maturação, sendo embalado e comercializado logo após sua produção. Por isso, 
tem vida útil/validade baixa (apenas 21 dias em embalagem fechada e sob refrige-
ração) e deve ser consumido em até 5 dias após a abertura da embalagem. Difere do 
Minas Padrão, cuja massa é salgada e maturada por aproximadamente 30 dias, o que 
lhe confere uma casca fina e maior densidade, firmeza e duração. 
Principais Usos:•	 muito consumido principalmente no café-da-manhã, puro, com pão 
ou biscoito, também acompanhar doces e compotas. Devido ao seu baixo teor de gor-
dura, é bastante associado a dietas alimentares. 
6.5. Minas Padrão 
Origem:•	 Assim como o Minas Frescal, acredita-se que tenha sido um dos primeiros ti-
pos de queijos fabricado no Brasil, em Minas Gerais. O Queijo Minas Padrão é também 
conhecido como Minas Curado, Prensado e Pasteurizado. 
Características:•	 o queijo Minas Padrão é feito a partir do leite pasteurizado de vaca. 
Após a enformagem, a massa é salgada e maturada por aproximadamente 30 dias. Sua 
massa é densa e firme, com cor branco-creme, podendo apresentar pequenas olhadu-
ras internas. Seu sabor é mais acentuado do que o do Minas Frescal e levemente ácido. 
Apresenta casca fina, com coloração ligeiramente amarelada. 
Principais usos:•	 é bastante consumido no café-da-manhã, puro ou com pão. Também 
acompanha doces em massa, principalmente goiabada e compotas. Na culinária, é uti-
lizado no preparo de pão de queijo, pastéis e risoles. 
6.6. Parmesão
Origem:•	 Queijo originário da Itália, da região de Parma. É um dos queijos mais con-
sumidos mundialmente.
Características:•	 Queijo feito de leite pasteurizado de vaca. Para sua fermentação agrega-
se soro-fermento (guardado da produção anterior),