A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
43 pág.
Concurseiro Social - Código de Ética Comentado - Decreto nº 1171 de 1994

Pré-visualização | Página 9 de 13

e 
as limitações individuais de todos os usuários do serviço público, sem qualquer 
espécie de preconceito ou distinção de raça, sexo, nacionalidade, cor, idade, religião, 
cunho político e posição social, abstendo- se, dessa forma, de causar-lhes dano 
moral; 
c) Manter conduta compatível com a moralidade administrativa; 
d) Exercer suas atribuições com rapidez, perfeição e rendimento, pondo fim ou 
procurando prioritariamente resolver situações procrastinatórias, principalmente 
www.concurseirosocial.com.br
25
 
diante de filas ou de qualquer outra espécie de atraso na prestação dos serviços pelo 
setor em que exerça suas atribuições, com o fim de evitar dano moral ao usuário; 
e) Tratar cuidadosamente os usuários dos serviços, aperfeiçoando o processo de 
comunicação e contato com o público. 
 
02. De acordo com o Decreto n. 1.171/94 (Código de Ética de Conduta do 
Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal), é vedado ao servidor 
público: 
I. determinar a um servidor que lhe é subordinado que vá ao banco pagar suas 
contas pessoais (contas do mandante). 
II. informar a um amigo sobre ato de caráter geral que está para ser publicado, cujo 
teor o beneficia (o amigo), mas que ainda é considerado assunto reservado no 
âmbito da Administração Pública. 
III. exercer atividade no setor privado. 
IV. ser membro de organização que defende a utilização de crianças com mão-de-
obra barata. 
V. representar contra seus superiores hierárquicos. 
 
Estão corretas: 
a) apenas as afirmativas I, II e IV. 
b) as afirmativas I, II, III, IV e V. 
c) apenas as afirmativas I e IV. 
d) apenas as afirmativas I, II, IV e v. 
e) apenas as afirmativas II e IV. 
 
03. Ética no Setor Público pode ser qualificada como: 
I. agir de acordo com o que está estabelecido em lei e, também com os valores de 
justiça e honestidade. 
II. responsabilidade do servidor público por aquilo que fez e, também por aquilo que 
não fez mas que deveria ter feito. 
III. equilíbrio entre a legalidade e finalidade do ato administrativo, visando à 
consolidação da moralidade administrativa. 
IV. não omitir a verdade, ainda que contrária aos interesses da Administração. 
V. respeito ao cidadão, não protelando o reconhecimento dos seus direitos nem 
criando exigências além das estritamente necessárias. 
 
Estão corretas: 
a) apenas as afirmativas I e IV. 
b) apenas as afirmativas I, III e V. 
c) apenas as afirmativas III e V. 
d) apenas as afirmativas II e V. 
e) as afirmativas I, II, III, IV e V. 
 
 
 
 
 
www.concurseirosocial.com.br
26
 
04. De acordo com o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil 
do Poder Executivo Federal: 
I. o servidor público, quando estiver diante de mais de uma opção, deve escolher 
aquela que melhor atenda aos interesses do governo. 
II. os atos da vida privada do servidor público poderão acrescer ou diminuir o seu 
bom conceito na vida funcional. 
III. a publicidade de qualquer ato administrativo constitui requisito de eficácia e 
moralidade, salvo nos casos em que, nos termos da lei, deva-se manter o sigilo. 
IV. os registros sobre a conduta ética do servidor público devem ser fornecidos aos 
órgãos encarregados da execução do quadro de carreira dos servidores, para fins de 
instruir e fundamentar promoções. 
V. servidor público é todo aquele que, por força de lei, contrato ou de qualquer ato 
jurídico, preste serviços de natureza permanente, temporária ou excepcional, ainda 
que sem retribuição financeira, desde que ligado direta ou indiretamente a qualquer 
órgão do poder estatal. 
 
Estão corretas: 
a) as afirmativas I, II, III, IV e V. 
b) apenas as afirmativas I, II, III e IV. 
c) apenas as afirmativas I, II, III e V. 
d) apenas as afirmativas I, II, IV e V. 
e) apenas as afirmativas II, III, IV e V. 
 
05. De acordo com o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil 
do Poder Executivo Federal, é vedado ao servidor público: 
I. retirar da repartição pública, sem estar legalmente autorizado, bem pertencente ao 
patrimônio público. 
II. efetuar determinado investimento que, em face de informação obtida em razão 
do cargo e ainda não divulgada publicamente, sabe que será altamente lucrativo. 
III. participar de organização que atente contra a dignidade da pessoa humana. 
IV. representar contra o seu superior hierárquico, perante a Comissão de Ética. 
V. nomear, para exercer um cargo público, parente aprovado em concurso público 
para esse mesmo cargo. 
 
Estão corretas: 
a) as afirmativas I, II, III, IV e V. 
b) apenas as afirmativas I, II, III e IV. 
c) apenas as afirmativas I, II, III e V. 
d) apenas as afirmativas II, III, IV e V. 
e) apenas as afirmativas I, II e III. 
 
06. Ética no setor público pode ser qualificada como: 
I. atuação de acordo com a confiança que a sociedade deposita nos agentes 
públicos. 
II. conjunto de valores e regras estabelecidos com a finalidade de orientar a conduta 
dos servidores públicos. 
III. observância de valores como honestidade, dignidade, integridade, cortesia e 
zelo, entre outros. 
www.concurseirosocial.com.br
27
 
IV. transparência dos atos praticados, de modo a proporcionar aos cidadãos o 
conhecimento das razões que levaram à adoção de decisão do interesse público, 
num sentido ou noutro. 
V. não revelar a verdade que contrarie os interesses do governo. 
 
Estão corretas: 
a) as afirmativas I, II, III, IV e V. 
b) apenas as afirmativas I, II, III e IV. 
c) apenas as afirmativas II, III, IV e V. 
d) apenas as afirmativas II, III e IV. 
e) apenas as afirmativas IV e V. 
 
07. A respeito da palavra ética, julgue o item a seguir: 
a) A palavra "ética" é derivada do grego ethos e significa "modo de ser" ou "caráter" 
o que implica, necessariamente, um juízo de valor sobre os desvios atávicos da 
conduta do homem em sociedade. 
 
08. Com relação ao Código de Ética Profissional do Servidor Público, julgue 
o item que segue: 
a) As decisões da comissão de ética, após análise de qualquer fato ou ato submetido 
à sua apreciação ou por ela levantado, devem ser resumidas no Relatório de 
Desconformidade e, com a menção explícita dos nomes dos interessados, divulgadas 
no próprio órgão, bem como remetidas às demais comissões de ética, criadas com o 
fito de formação da consciência ética na prestação de serviços públicos. 
b) A comissão de ética não pode se eximir de fundamentar o julgamento da falta de 
ética do servidor público concursado, mas, não tendo como fazê-lo no caso do 
prestador de serviços contratado, cabe a ela, em tais circunstâncias, alegar a 
inexistência de previsão dessa situação no código. 
 
09. As infrações de natureza ética apuradas pelas comissões de ética 
previstas no Código de Conduta do Servidor Público Civil do Poder 
Executivo Federal 
a) não podem ser informadas a outros órgãos encarregados de apuração de infração 
disciplinar ou criminal, mesmo que sejam de natureza grave. 
b) devem ficar restritas ao âmbito da própria comissão, sob pena de configurar um 
bis in idem. 
c) devem ser informadas ao órgão encarregado da execução do quadro de carreira 
do servidor infrator, para o efeito de instruir e fundamentar promoções. 
d) não podem ser sancionadas com a pena de censura ética se o processo de 
apuração não tiver observado o contraditório e a ampla defesa, com todos os meios 
de prova assegurados em direito, inclusive testemunhal e pericial. 
e) não podem ser objeto de qualquer recurso. 
 
10. Para os fins do Código de Conduta do Servidor Público Civil do Poder 
Executivo Federal, entende-se por servidor público: 
I. os servidores públicos titulares de cargo efetivo. 
II. os titulares de cargo em comissão. 
III. os empregados de sociedades de economia mista. 
www.concurseirosocial.com.br
28
 
IV. os que, temporariamente, prestam serviços à Administração Pública Federal, 
desde que mediante retribuição financeira.