A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
118 pág.
APOS_LICITACAO

Pré-visualização | Página 4 de 43

� Os envelopes são abertos e toda a documentação deve ser passada para os membros da Comissão e 
representantes das empresas para verificação e rubrica em todas as folhas; 
 
� Examinados os documentos, o Presidente deve conceder a palavra aos representantes presentes para 
eventuais manifestações sobre algo que tenham verificado no rápido exame que realizaram antes de 
vistarem a documentação; 
 
� A Comissão passa então à análise mais acurada sobre todos os documentos que deverão estar em 
conformidade com o edital (princípio da vinculação ao instrumento convocatório) e este por sua vez 
não poderá estar contrário à Lei n° 8.666/93; 
 
� Examinada a documentação, a comissão já esta apta a julgar quais empresas devem ser habilitadas, 
quais devem ser inabilitadas; 
 
� Em havendo dúvidas quanto à documentação, a Comissão poderá valer-se da faculdade de 
promover diligências (art. 43,§ 3°) a fim de esclarecer os pontos que estão prejudicando o 
julgamento e informar a todos quando ocorrerá tal procedimento; 
 
� Não havendo dúvidas quanto à documentação, a Comissão poderá divulgar o resultado na mesma 
sessão pública já instaurada, declarando quais participantes foram habilitados, quais foram 
inabilitados, devendo fazê-lo a todos fundamentalmente; 
 
� Caso não seja possível a divulgação do julgamento na mesma sessão pública (em razão do grande 
número de licitantes, da promoção de diligência etc.), o Presidente deverá suspender a sessão e 
divulgar o julgamento através de publicação na imprensa oficial ou, ainda, em sessão pública cuja 
data deverá ser devidamente informados aos licitantes; 
 
� Realizada a comunicação dos habilitados e dos inabilitados em sessão pública, o Presidente deverá 
conceder a palavra aos representantes das empresas para que os mesmos se manifestem acerca do 
julgamento realizado. Tais manifestações não terão o efeito de recurso, porém deverão ser 
consignadas em ata (art. 43, § 1°); 
 
� Caso haja algum protesto por parte de algum licitante, a Comissão deverá alertá-lo para o prazo que 
a lei lhe confere (art. 109, l, a) e comunicar a todos que a abertura dos envelopes com as propostas 
só ocorrerá após transcorrido o prazo para a interposição do(s) recurso(s) (a desistência expressa em 
interpor recurso por parte de todos os licitantes libera a comissão para passar para a fase seguinte). 
 
� No momento do encerramento da sessão a ata relatando todo o ocorrido na sessão deverá ser 
lavrada, lida, datada e assinada pelo escrevente, pelos membros da Comissão e pelos representantes 
dos licitantes presentes. 
 
 
 
 
12 
 
1.3.2.4. Classificação e Julgamento. 
 
Deverá ser objetivo, em conformidade com os critérios estabelecidos no edital ou convite (art. 45) e 
em conformidade com os tipos de licitação (art. 45, parágrafo 1º). 
 
1.3.2.5. Homologação, anulação e revogação. 
 
⇒ HOMOLOGAÇÃO è o ato da autoridade superior em que confirma que a classificação adotada 
pela Comissão foi a correta e que a proposta classificada em primeiro lugar era, dentre as 
examinadas, a mais vantajosa para a Administração. 
 
⇒ ANULAÇÃO corresponde ao reconhecimento pela própria Administração do vício do ato 
Administrativo, desfazendo o ato e seus efeitos. 
 
⇒ REVOGAÇÃO consiste no desfazimento do ato porque reputado inconveniente e inadequado à 
satisfação do interesse público. 
Abaixo quadro resumo que demonstra as principais diferenças entre revogação e anulação. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1.3.3. Elementos da Licitação: Modalidades e Critérios de Licitação 
 
1.3.3.1. Modalidades: 
(Concorrência, Tomada de Preço, Convite, Concurso, Leilão e Pregão). Concorrência, Tomada de 
Preço e Convite são classificadas segundo o valor do objeto licitado (Vê tabela valores limites). 
 
1.3.3.1.1. Concorrência. É a modalidade que a administração se utiliza para as aquisições e 
contratações de obras e serviços de grande porte. 
 
Quem pode participar? Quaisquer interessados no seu objeto, independentemente de ser inscrito 
no registro cadastral ou ser convidados. 
 
Prazo: 30 dias para o tipo menor preço e 45 dias para o tipo melhor técnica ou técnica e preço, 
contados da publicação em Diário Oficial e Jornal de grande circulação. 
 
3.3. Elementos da Licitação: Modalidades e Critérios de Licitação 
 
REVOGAÇÃO X ANULAÇÃO 
Artigos 49 e 59 da Lei n.º 8.666/93 
 
EXTINÇÃO DO ATO ADMINISTRATIVO EXTINÇÃO DO ATO ADMINISTRATIVO 
ATO VÁLIDO, PORÉM IMPORTUNO, 
INCOVENIENTE 
ATO ILEGAL 
É FACULTATIVA. HÁ O PODER DE REVOGAR É OBRIGATÓRIA. HÁ O DEVER DE ANULAR 
EFETIVADA PELA PRÓPRIA ADMINISTRAÇÃO EFETIVADA PELA PRÓPRIA ADMINISTRAÇÃO OU 
PELO JUDICIÁRIO 
FEITO EX NUNC (DESDE AGORA) ATINGE O 
PROCESSO LICITATÓRIO 
 
EFEITO EX TUNC (DESDE ENTÃO) ATINGE O 
PROCESSO LICITATÓRIO OU PARTE DELE (OPERA 
RETROATIVAMENTE) 
 
NO DECORRER ANTES DA CONTRATAÇÃO 
 
 
PODE OCORRER MESMO APÓS A CELEBRAÇÃO DO 
CONTRATO 
 
“O vício sempre acarreta a nulidade do ato” 
13 
 
1.3.3.1.2. Tomada de Preço: É a modalidade de licitação restrita aos interessados previamente 
cadastrados ou que comprovou preencher as condições para cadastramento até o 3º dia anterior da 
data de abertura das propostas. 
 
Prazo: 15 dias para o tipo menor preço e 30 (trinta) dias para o tipo melhor técnica ou técnica e 
preço, contados da publicação em Diário Oficial e Jornal de grande circulação. 
 
1.3.3.1.3. Convite: CONVITE: É a modalidade com procedimento mais simplificado dentre as 
modalidades comuns de licitação. 
 
Quem pode participar? Os convidados, que não precisam ser cadastrados, e os interessados que 
devem necessariamente ser cadastrados, e solicitem o edital no prazo de até 24h, antes da data de 
licitação. 
Prazo: 05 (cinco) dias úteis, contados a partir da expedição do convite ou ainda da efetiva 
disponibilidade do edital. 
 
1.3.3.1.4. Concurso: É a modalidade utilizada para escolha de trabalho técnico, cientifico ou 
artístico, mediante a instituição de prêmios aos ou remuneração aos vencedores. 
 
Quem pode participar? Os interessados que atendam os critérios constantes do edital. 
 
Prazo: 45 (quarenta e cinco) dias contados da publicação do edital na imprensa oficial. 
 
1.3.3.1.5. Leilão: É a modalidade para venda de bens móveis inservíveis para Administração ou de 
produtos legalmente apreendidos ou penhorados, ou para alienação de bens imóveis prevista no art. 
19, a quem oferecer o maior lance, igual ou superior ao da avaliação. 
 
Quem pode participar? Quaisquer interessados 
 
Prazo: 15 (quinze) dias contados da publicação em Diário Oficial e Jornal de grande circulação 
 
1.3.3.1.6. Pregão: É a modalidade de licitação para aquisição de bens e serviços comuns, onde a 
disputa pelo o fornecimento se dá através de sessão pública, por meio de propostas e lances, para a 
classificação e habilitação do licitante que ofertou o menor preço. 
 
Quem pode participar? Quaisquer interessados 
 
 Prazo: 08 (oito) dias contados da publicação do edital 
 
MODALIDADES DE LICITAÇÕES 
-VALORES LIMITES- 
 
MODALIDADE COMPRAS E 
SERVIÇOS 
OBRAS E SERVIÇOS DE 
ENGENHARIA 
DISPENSA 
 
ATÉ R$ 8.000,00 ATÉ R$ 15.000,00 
CONVITE 
 
DE R$ 8.000,01 
ATÉ R$ 80.000,00 
 
DE R$ 15.000,01 
ATÉ R$ 150.000,00 
TOMADA DE 
PREÇOS 
 
DE R$ 80.000,01 
ATÉ R$ 650.000,00 
DE R$ 150.000,01 
ATÉ R$ 1.500.000,00 
14 
 
CONCORRÊNCIA 
 
ACIMA DE 
R$ 650.000,00 
 
ACIMA DE 1.500.000,00 
Vigência a partir de 25/05/1998, conforme LEI de N.º 9.468, de 27/05/1998, publicado no DOU de 
28/05/1998. 
 
11 
 
A lei adota, basicamente, três tipos de licitação (“menor preço”, “melhor