A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
GEOGRAFIA APOSTILA IBGE TÉCNICO CONCURSO

Pré-visualização | Página 19 de 23

de Geografia e Estatística 
(IBGE), a Região Metropolitana “é uma região estabelecida 
por legislação estadual e constituída por agrupamentos de 
municípios limítrofes (que fazem fronteiras), com o objetivo 
de integrar a organização, o planejamento e a execução de 
funções públicas de interesse comum”. 
 
Portanto, cada unidade federativa do Brasil tem autonomia 
para criar suas Regiões Metropolitanas, sendo a concentração 
populacional e a conurbação os principais critérios utilizados. A 
formação dessas áreas objetiva a realização de políticas públi-
cas destinadas à melhoria da qualidade dos serviços públicos, 
englobando todos os municípios da Região Metropolitana. 
Atualmente, o Brasil possui 35 Regiões Metropolitanas, 
estando distribuídas da seguinte forma: 
 
Sul: 11 Regiões Metropolitanas. 
 
Nordeste: 12 Regiões Metropolitanas. 
 
Sudeste: 7 Regiões Metropolitanas. 
 
Norte: 3 Regiões Metropolitanas. 
 
Centro-Oeste: 2 Regiões Metropolitanas. 
 
Um fato curioso é que o estado de Santa Catarina, cuja 
população é de 6.248.436 habitantes (11° mais populoso do 
Brasil), possui sete regiões metropolitanas. A legislação cata-
rinense considera que um aglomerado de cidades que reúna 
6% da população estadual pode formar uma região metropoli-
tana. 
 
Essas regiões possuem grande concentração populacio-
nal. Nas últimas décadas, as grandes aglomerações urbanas 
vêm crescendo bem mais do que o resto do país. Em 2008, 
aproximadamente, 56,3 milhões de pessoas (cerca de 30% 
da população nacional) residiam nas nove maiores Regiões 
Metropolitanas do Brasil. A mais populosa é a Região Metro-
politana de São Paulo: 20.309.647 habitantes. 
 
 
EXERCÍCIOS 
 
1 - (CEFET-PR) Um conjunto de municípios contíguos e inte-
grados socioeconomicamente à uma cidade central, com 
serviços públicos e infraestrutura comuns, define a: 
 
a) metropolização 
b) área metropolitana 
c) rede urbana 
d) megalópole 
 
 
2 - Termo que designa, em geografia urbana, a grande cida-
de, de funções complexas, que exerce influência sobre a área 
contígua, dentro da qual comanda toda uma rede de cidades 
menores. 
 
a) Conurbação 
b) Metrópole 
c) Cidade global 
d) Média cidade 
 
 
3 - Em relação às cidades, é correto afirmar: 
 
a) A cidade de São Paulo corresponde a uma metrópole 
nacional, situada nas margens do Rio Paraíba do Sul. 
b) A cidade de Washington corresponde a uma metrópole 
nacional. 
c) O êxodo rural é um dos fatores que mais têm contribuí-
do para o inchaço das metrópoles brasileiras. 
d) No Brasil, verifica-se o predomínio de população rural. 
 
 
4 – O Sudeste do Brasil possui atualmente ________ Regi-
ões Metropolitanas. 
 
a) 11 
b) 12 
c) 7 
d) 3 
 
 
 
 
RESPOSTAS 
1 - B 2 - C 3 - C 4 - C 
 
 
Geografia 
 
– 25 – 
 
FORMAÇÃO TERRITORIAL E DIVISÃO POLÍTICO- 
ADMINISTRATIVA: DIVISÃO 
POLÍTICO-ADMINISTRATIVA 
 
 
Formação e organização do território brasileiro 
 
Os primeiros núcleos urbanos surgiram no litoral em de-
corrência do modo de ocupação do território brasileiro. 
 
O território do Brasil ocupa uma área de 8 514 876 km². 
Em virtude de sua extensão territorial, o Brasil é considerado 
um país continental por ocupar grande parte da América do 
Sul. O país se encontra em quinto lugar em tamanho de terri-
tório. 
 
A população brasileira está irregularmente distribuída, 
pois grande parte da população habita na região litorânea, 
onde se encontram as maiores cidades do país. Isso nada 
mais é do que uma herança histórica, resultado da forma 
como o Brasil foi povoado, os primeiros núcleos urbanos 
surgiram no litoral. 
 
Até o século XVI, o Brasil possuía apenas a área estabe-
lecida pelo Tratado de Tordesilhas, assinado em 1494 por 
Portugal e Espanha. Esse tratado dividia as terras da Améri-
ca do Sul entre Portugal e Espanha. 
 
Os principais acontecimentos históricos que contribuíram 
para o povoamento do país foram: 
 
No século XVI: a ocupação limitava-se ao litoral, a princi-
pal atividade econômica desse período foi o cultivo de cana 
para produzir o açúcar, produto muito apreciado na Europa, a 
produção era destinada à exportação. As propriedades rurais 
eram grandes extensões de terra, cultivadas com força de 
trabalho escrava. O crescimento da exportação levou aos 
primeiros centros urbanos no litoral, as cidades portuárias. 
 
Século XVII e XVIII: foram marcados pela produção pasto-
ril que adentrou a oeste do país e também pela descoberta 
de jazidas de ouro e diamante nos estados de Goiás, Minas 
Gerais e Mato Grosso. Esse período foi chamado de aurífero 
e fez surgir várias cidades. 
 
Século XIX: a atividade que contribuiu para o processo de 
urbanização foi a produção de café, principalmente nos esta-
dos de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito 
Santo. Essa atividade também contribuiu para o surgimento 
de várias cidades. 
 
Divisão político-administrativa do Brasil 
 
 
 
O Brasil é um país autônomo e independente politicamen-
te, possui um território dividido em estados, que nesse caso 
são vinte seis, além do distrito federal que representa uma 
unidade da federação que foi instituída com intuito de abrigar 
a capital do Brasil e também a sede do Governo Federal. 
 
Foram vários os motivos que levaram o Brasil a realizar 
uma divisão interna do território, dentre eles os fundamentais 
foram os fatores históricos e político-administrativos. Esse 
processo teve início ainda no período colonial, momento esse 
que o Brasil estava dividido em capitanias hereditárias, dessa 
forma estados como Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do 
Norte são derivados de antigas capitanias estabelecidas no 
passado momento no qual vigorava esse tipo de divisão. 
 
Um dos motivos que favorece a divisão interna do país é 
quanto ao controle administrativo do território, no qual subdi-
vide as responsabilidades de fiscalizar em partes menores, 
uma vez que grandes extensões territoriais sem ocupação e 
ausência de estado podem provocar uma série de problemas, 
inclusive de perda de territórios para países vizinhos. 
 
No fim do século XIX praticamente todos os estados já es-
tavam com suas respectivas configurações atuais, porém 
alguns estados surgiram posteriormente, como o Mato Gros-
so do Sul (1977) e o Tocantins (1988), provocando uma re-
modelagem na configuração cartográfica e administrativa 
interna do país. 
 
Estados significam unidades da federação brasileira. O 
Brasil possui leis próprias, pois está organizado politicamente 
e detém total autonomia. As leis são criadas em nível federal 
e são soberanas, no entanto, estados e municípios possuem 
leis próprias, mas que são subordinadas às leis nacionais, no 
caso, a Constituição Federal. Além da divisão em federações 
existem uma dentro dos estados, a regionalização em muni-
cípio, que possui leis particulares que são submissas às leis 
federais, essa regionalização ainda pode ser dividida em 
distritos. 
 
 
EXERCÍCIOS 
 
1 - Os primeiros núcleos urbanos surgiram no _________ em 
decorrência do modo de ocupação do território brasileiro. 
 
a) interior 
b) litoral 
c) planalto 
d) interior e litoral simultaneamente 
 
 
2 - O território do Brasil ocupa uma área de ____________ 
 
a) 7 238 765 km2 
b) 8 514 876 km2 
c) 9 378 210 km2 
d) 9 998 356 km2 
 
 
3 – Estados que surgiram respectivamente em1977 e1988, 
provocando uma remodelagem na configuração cartográfica 
e administrativa interna do país. 
 
a) Acre e Amapá 
b) Rondônia e Roraima 
c) Mato Grosso do Sul e Tocantins 
d) Acre e Roraima 
 
 
 
 
RESPOSTAS 
1 - B 2 - B 3 - C 
 
 
 
 
Geografia 
 
– 26 – 
 
ORGANIZAÇÃO FEDERATIVA 
 
 
Federação 
 
Dá-se o nome de Federação (do latim: foedus, foedera "a-
liança",