A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
Aula_05_AT

Pré-visualização | Página 2 de 3

cimos em certas tardes ficavam roxos. Nas vertentes cavadas em socalco crescia a vinha. À direita, entre a várzea e os montes, crescia a mata carregada de murmúrios e perfumes e que os Outonos tornavam doirada.”  (ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. “O Jantar do Bispo”. In:______. Contos exemplares. Porto: Figueirinhas, 1997).
A escritora portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen descreve, de forma objetiva, uma casa. Vemos que são usados diversos adjetivos que ajudam o leitor a visualizar o objeto descrito.
EXEMPLO 2:
“Além, muito além daquela serra, que ainda azula no horizonte, nasceu Iracema. Iracema, a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que seu talhe de palmeira. O favo da jati não era doce como seu sorriso; nem a baunilha recendia no bosque como seu hálito perfumado. Mais rápida que a corça selvagem, a morena virgem corria o sertão e as matas do Ipu, onde campeava sua guerreira tribo, da grande nação tabajara. O pé grácil e nu, mal roçando, alisava apenas a verde pelúcia que vestia a terra com as primeiras águas.” (ALENCAR, José de. Obra Completa. Vol. III. Rio de Janeiro: Editora José Aguilar, 1959.)
O autor romântico José de Alencar apresenta a personagem principal ao leitor, destacando seus aspectos fundamentais relacionados à natureza. Nesse caso, temos uma descrição subjetiva.
INJUÇÃO
A injunção é uma tipologia textual que se caracteriza por determinar, indicar, orientar como se realiza uma ação. Veja os exemplos.
EXEMPLO 1: 
Provérbios, ditados populares e normas de conduta possuem função pedagógica. Por esse motivo, muitos deles caracterizam-se como injunção.
EXEMPLO 2:
O estatuto do homem (fragmento) - (Thiago de Mello)
Artigo IV 
Fica decretado que o homem 
não precisará nunca mais 
duvidar do homem. 
Que o homem confiará no homem 
como a palmeira confia no vento, 
como o vento confia no ar, 
como o ar confia no campo azul do céu. 
 Parágrafo único: 
 O homem, confiará no homem 
 como um menino confia em outro menino.
No poema de Thiago de Mello intitulado “O estatuto do homem”, identificamos que há uma mescla de gêneros textuais poesia e legislação e uma tipologia textual, a injução.
Como vimos, os gêneros textuais adaptam-se às circunstâncias da comunicação, bem como aos interesses do emissor e do receptor da mensagem.
 Por esse motivo, não há um limite para as classificações de gêneros, visto que os textos podem ser produzidos por falantes diversos e com objetivos específicos, de forma oral ou escrita. 
 Os gêneros textuais, portanto, são ações discursivas que se constituem para representar o mundo, as experiências vivenciadas, os conhecimentos, os desejos etc.
 Veja alguns exemplos de gêneros textuais.
No início desta aula, apresentamos um vídeo no qual o poema “Soneto da Fidelidade”, de Vinícius de Moraes, foi inserido na música de “Eu sei que vou te amar”, composta por Vinícius e por Tom Jobim.
 Entendemos, assim, que é possível identificar mais de um gênero textual em um só texto. Trata-se da transmutação de gêneros. Por exemplo, uma conversa pode se transformar em um telefonema, bilhete, carta ou e-mail.
 No exemplo a seguir, verificamos que a poesia de Carlos Drummond de Andrade foi elaborada a partir de uma notícia de jornal. Veja:
POEMA DO JORNAL
Carlos Drummond de Andrade
O fato ainda não acabou de acontecer
e já a mão nervosa do repórter
o transforma em notícia.
O marido está matando a mulher.
A mulher ensanguentada grita.
Ladrões arrombam o cofre.
A polícia dissolve o meeting.
A pena escreve.
Vem da sala de linotipos a doce música mecânica.
Agora você verá alguns dos gêneros textuais relacionados aos exemplos a seguir:
EXEMPLO 1:
UM DIA
(Arnaldo Antunes)
 
1) sujar o pé de areia pra depois lavar na água
2) esperar o vaga-lume piscar outra vez
3) ouvir a onda mais distante por trás da mais próxima
4) não esperar nada acontecer
5) se chover, tomar chuva
6) caminhar
7) sentir o sabor do que comer
8) ser gentil com qualquer pessoa
9) barbear-se no final da tarde
10) ao se deitar para dormir, dormir   
No poema Um dia, nota-se uma mistura de poesia com lista, pois os versos são numerados.
EXEMPLO 2:
Percebeu que o símbolo do infinito compõe uma poesia?
EXEMPLO 3:
O texto de humor constitui a campanha publicitária em outdoor.
EXEMPLO 4:
O exemplo em questão compõe uma Tirinha com texto científico.
EXEMPLO 5:
O texto publicitário usa a estrutura de manchetes de revistas.
Mesmo assunto, maneiras diferentes de abordar
 
Vamos examinar outros textos
Você deverá ler dois textos diferentes que tratam do mesmo assunto: doença. Esses textos, como você já deve imaginar, são distintos em sua finalidade e em sua estrutura (modo de organizar o texto). Obviamente, portanto, são gêneros textuais diferentes. Depois de lê-los, responda à pergunta.
TEXTO 1:
INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Ação do medicamento ou como este medicamento funciona
Buscopan composto é a combinação de dois medicamentos que aliviam de forma rápida e prolongada cólicas, dores e desconforto abdominal (dores na região da barriga). O medicamento faz efeito logo depois de tomado e seu efeito dura por 6 a 8 horas.
Indicações do medicamento ou por que este medicamento foi indicado 
Buscopan composto alivia de maneira rápida e por longo tempo as cólicas, dores e desconforto abdominal.
Riscos do medicamento ou quando não devo usar este medicamento
Contraindicações absolutas
Não devem usar Buscopan composto os pacientes com intolerância conhecida a antiespasmódicos (medicamentos contra cólicas) ou analgésicos da família da dipirona (derivados pirazolônicos) ou com determinadas doenças metabólicas, como porfíria ou deficiência congênita de glicose-6-fosfatodesidrogenase (doença com múltiplas manifestações clínicas, decorrentes de erros do metabolismo de substâncias denominadas porfirinas).
Como usar
Este medicamento não pode ser partido ou mastigado. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica ou de seu cirurgião dentista.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento. A suspensão do tratamento a qualquer momento não causará danos ao paciente.
TEXTO 2:
HEPATITE
É qualquer processo inflamatório do fígado, e tem como um dos sintomas o amarelão no corpo. Os processos podem ser infecciosos, como no caso das hepatites virais, e não infecciosos, nos casos de hepatite por álcool, drogas e processos reumatológicos. 
As duas categorias apresentam mortalidade associada. Nos casos agudos, são os ditos fulminantes (hepatites muito graves, com destruição completa do fígado). "O leque de tratamento varia de acordo com o agente causal. No caso das hepatites virais, vai de medicamentos sintomáticos ao uso de antivirais e drogas imunomoduladoras", explica Jaime Rocha, infectologista da Diagnósticos da América?DASA. Segundo ele, no caso da hepatite B, o principal foco deve ser preventivo com a vacinação, que faz parte do programa nacional de imunizações
INTERPRETANDO O TEXTO...
ATIVIDADE 
BRASIL - (Cazuza)
Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada antes de eu nascer
Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito é uma navalha
Brasil
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim
Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os