A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
542 pág.
Apostila Ministerio Publico da Paraiba -Tecnico Ministerial - Grupo Nova - 2015

Pré-visualização | Página 17 de 50

(C) Não há dúvida de que as mulheres, (erros quanto 
à pontuação)
(E) Não há dúvida de que as mulheres ampliam rapidamente, 
seu espaço na carreira científica, ainda que, o avanço seja mais no-
tável em alguns países (o Brasil é um exemplo) do que em outros.
7-) 
 (B) A menina tinha o receio de levar uma bronca por ter se 
perdido.
(C) A garota tinha apenas a lembrança do desenho de um 
índio na porta do prédio.
(D) A menina não tinha orgulho do fato de ter se perdido de 
sua família.
(E) A família toda se organizou para realizar a procura pela 
garotinha.
8-) 
Os estudos aos quais a pesquisadora se reportou já assi-
nalavam uma relação entre os distúrbios da imagem corporal e a 
exposição a imagens idealizadas pela mídia.
A pesquisa faz um alerta para a influência negativa que a 
mídia pode exercer sobre os jovens.
9-) 
B) O autor fez conjecturas sobre a possibilidade de haver um 
homem que estaria ouvindo as notas de um oboé.
C) Centenas de trabalhadores estão empenhados em criar lo-
gotipos e negociar.
D) O taxista levou o autor a indagar sobre o número de to-
madas do edifício.
E) A corrida com o taxista possibilitou que o autor reparasse 
em um prédio na marginal.
10-) Muitas organizações lutaram pela igualdade de direi-
tos dos trabalhadores domésticos.
PRONOMES: EMPREGO, COLOCAÇÃO 
E FORMAS DE TRATAMENTO. 
De acordo com as autoras Rose Jordão e Clenir Bellezi, a co-
locação pronominal é a posição que os pronomes pessoais oblí-
quos átonos ocupam na frase em relação ao verbo a que se referem.
São pronomes oblíquos átonos: me, te, se, o, os, a, as, lhe, 
lhes, nos e vos.
O pronome oblíquo átono pode assumir três posições na ora-
ção em relação ao verbo:
1. próclise: pronome antes do verbo
2. ênclise: pronome depois do verbo
3. mesóclise: pronome no meio do verbo
Próclise 
A próclise é aplicada antes do verbo quando temos:
- Palavras com sentido negativo:
Nada me faz querer sair dessa cama. 
Não se trata de nenhuma novidade. 
- Advérbios:
Nesta casa se fala alemão.
Naquele dia me falaram que a professora não veio.
- Pronomes relativos:
A aluna que me mostrou a tarefa não veio hoje.
Não vou deixar de estudar os conteúdos que me falaram.
- Pronomes indefinidos:
Quem me disse isso?
Todos se comoveram durante o discurso de despedida.
- Pronomes demonstrativos:
Isso me deixa muito feliz!
Aquilo me incentivou a mudar de atitude!
- Preposição seguida de gerúndio:
Em se tratando de qualidade, o Brasil Escola é o site mais 
indicado à pesquisa escolar.
- Conjunção subordinativa:
Vamos estabelecer critérios, conforme lhe avisaram.
Didatismo e Conhecimento 26
PORTUGUÊS
Ênclise
A ênclise é empregada depois do verbo. A norma culta não 
aceita orações iniciadas com pronomes oblíquos átonos. A ênclise 
vai acontecer quando:
- O verbo estiver no imperativo afirmativo:
Amem-se uns aos outros.
Sigam-me e não terão derrotas.
- O verbo iniciar a oração:
Diga-lhe que está tudo bem.
Chamaram-me para ser sócio.
- O verbo estiver no infinitivo impessoal regido da preposição 
“a”:
Naquele instante os dois passaram a odiar-se.
Passaram a cumprimentar-se mutuamente.
- O verbo estiver no gerúndio:
Não quis saber o que aconteceu, fazendo-se de despreocu-
pada.
Despediu-se, beijando-me a face.
- Houver vírgula ou pausa antes do verbo:
Se passar no vestibular em outra cidade, mudo-me no mesmo 
instante.
Se não tiver outro jeito, alisto-me nas forças armadas.
 Mesóclise 
A mesóclise acontece quando o verbo está flexionado no futu-
ro do presente ou no futuro do pretérito:
A prova realizar-se-á neste domingo pela manhã. (= ela se 
realizará)
Far-lhe-ei uma proposta irrecusável. (= eu farei uma propos-
ta a você)
Fontes:
http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf42.php
http://www.brasilescola.com/gramatica/colocacao-pronomi-
nal.htm
Questões sobre Pronome
01. (Escrevente TJ SP – Vunesp/2012). 
Restam dúvidas sobre o crescimento verde. Primeiro, não está 
claro até onde pode realmente chegar uma política baseada em me-
lhorar a eficiência sem preços adequados para o carbono, a água e 
(na maioria dos países pobres) a terra. É verdade que mesmo que 
a ameaça dos preços do carbono e da água faça em si diferença, as 
companhias não podem suportar ter de pagar, de repente, digamos, 
40 dólares por tonelada de carbono, sem qualquer preparação. Por-
tanto, elas começam a usar preços-sombra. Ainda assim, ninguém 
encontrou até agora uma maneira de quantificar adequadamente os 
insumos básicos. E sem eles a maioria das políticas de crescimento 
verde sempre será a segunda opção.
(CartaCapital, 27.06.2012. Adaptado)
Os pronomes “elas” e “eles”, em destaque no texto, referem-
-se, respectivamente, a
(A) dúvidas e preços.
(B) dúvidas e insumos básicos.
(C) companhias e insumos básicos.
(D) companhias e preços do carbono e da água.
(E) políticas de crescimento e preços adequados.
02. (Agente de Apoio Administrativo – FCC – 2013- adap.). 
Leia o texto a seguir.
Fazendo-se as alterações necessárias, o trecho grifado está 
corretamente substituído por um pronome em:
A) ...sei tratar tipos como o senhor. − sei tratá-lo
B) ...erguendo os braços desalentado... − erguendo-lhes de-
salentado
C) ...que tem de conhecer as leis do país? − que tem de co-
nhecê-lo?
D) ...não parecia ser um importante industrial... − não parecia 
ser-lhe
E) incomodaram o general... − incomodaram-no
03.(Agente de Defensoria Pública – FCC – 2013-adap.). A 
substituição do elemento grifado pelo pronome correspondente, 
com os necessários ajustes, foi realizada de modo INCORRETO 
em:
A) mostrando o rio= mostrando-o.
B) como escolher sítio= como escolhê-lo.
C) transpor [...] as matas espessas= transpor-lhes.
D) Às estreitas veredas[...] nada acrescentariam = nada lhes 
acrescentariam.
E) viu uma dessas marcas= viu uma delas.
04. (Papiloscopista Policial – Vunesp – 2013). Assinale a al-
ternativa em que o pronome destacado está posicionado de acordo 
com a norma-padrão da língua.
(A) Ela não lembrava-se do caminho de volta.
(B) A menina tinha distanciado-se muito da família.
(C) A garota disse que perdeu-se dos pais.
(D) O pai alegrou-se ao encontrar a filha.
(E) Ninguém coemmprometeu-se a ajudar a criança.
05. (Escrevente TJ SP – Vunesp 2011). Assinale a alternativa 
cujo emprego do pronome está em conformidade com a norma 
padrão da língua.
(A) Não autorizam-nos a ler os comentários sigilosos.
(B) Nos falaram que a diplomacia americana está abalada.
(C) Ninguém o informou sobre o caso WikiLeaks.
(D) Conformado, se rendeu às punições.
(E) Todos querem que combata-se a corrupção.
06. (Papiloscopista Policial = Vunesp - 2013). Assinale a al-
ternativa correta quanto à colocação pronominal, de acordo com a 
norma-padrão da língua portuguesa.
(A) Para que se evite perder objetos, recomenda-se que eles 
sejam sempre trazidos junto ao corpo.
(B) O passageiro ao lado jamais imaginou-se na situação de 
ter de procurar a dona de uma bolsa perdida.
(C) Nos sentimos impotentes quando não conseguimos resti-
tuir um objeto à pessoa que o perdeu.
(D) O homem se indignou quando propuseram-lhe que abrisse 
a bolsa que encontrara.
(E) Em tratando-se de objetos encontrados, há uma tendência 
natural das pessoas em devolvê-los a seus donos.
07. (Agente de Apoio Operacional – VUNESP – 2013). Há 
pessoas que, mesmo sem condições, compram produtos______ 
não necessitam e______ tendo de pagar tudo______ prazo.
Didatismo e Conhecimento 27
PORTUGUÊS
Assinale a alternativa que preenche as lacunas, correta e res-
pectivamente, considerando a norma culta da língua.
A) a que … acaba … à
B) com que … acabam … à
C) de que … acabam … a
D) em que … acaba … a
E) dos quais … acaba … à
08. (Agente de Apoio Socioeducativo – VUNESP – 2013-
adap.).