relatorio de quimica 06
12 pág.

relatorio de quimica 06


DisciplinaQuímica Experimental1.256 materiais6.802 seguidores
Pré-visualização2 páginas
de ensaio, e em seguida, pegou se outra pipeta cilíndrica e aferiu-se 1mL de hidróxido de amônio e colocou-se no tubo de ensaio. E observou-se a resultado.
 Exp.13- Reação entre solução de cloreto férrico e tiocianato de amônio.
Com uma pipeta cilíndrica aferiu-se 1mL de solução de cloreto de sódio e colocou-se no tubo de ensaio. Logo após aferiu-se 1mL de tiocianato de amônio com a pipeta cilíndrica e colocou-se no tubo de ensaio. E observou-se o resultado.
 Exp.14- Reação entre bicarbonato de sódio e ácido clorídrico. 
Com a pipeta de Pasteur transferiu-se vinte gotas de solução de bicarbonato de sódio para o tubo de ensaio. Em seguida adicionou-se dez gotas de ácido clorídrico com outra pipeta de Pasteur para o tubo de ensaio. E observou-se o resultado.
RESULTADOS
Exp.1- A reação entre o iodeto de potássio e o nitrato de chumbo resulta na precipitação de um composto sólido. O produto da reação é insolúvel em água, formando então um precipitado sólido amarelo brilhante. A reação é conhecida por 
dupla troca, ou seja quando há troca de partes entre dois reagentes compostos originando dois produtos compostos.
Equação molecular:
Pb(NO3)2(aq) + 2KI(aq) \u2192 PbI2(s) + 2KNO3(aq)
Permanecendo o tubo de ensaio em repouso por alguns minutos, o precipitado aos poucos vai se depositando ao fundo 
Exp.2- Uma reação de nitrato de prata (1 mol.L-1) com ácido clorídrico diluído gera a precipitação de um sólido de cor branca, identificado como cloreto de prata (AgCl).
AgNO3 + HCl \u2013> AgCl + HNO3
Se o precipitado de cloreto de prata for exposto à luz por um longo período, aos poucos o material que antes era branco vai adquirindo coloração escura pela decomposição do AgCl, que gera prata metálica (escura) e cloro. Este era um dos princípios utilizados em antigos processos de revelação fotográfica (não digital).
 
Exp.3- Na reação entre nitrato de prata e iodeto de potássio formou-se iodeto de prata, sal amarelo e insolúvel em água. O iodeto de prata é insolúvel, pois, seu ânion tem tamanho maior devido ao maior número de camadas eletrônicas e é mais eletronegativo 
\u2013 um haleto -, necessita-se de maior número de moléculas de água para quebrar a ligação iônica.
Equação molecular: AgNO3 + KI \u2192 AgI + KNO3
 
Exp.4- Após reação entre as soluções notou-se a solução de um precipitado amarelo. Quando se misturam os dois compostos há formação do BaCrO4 e o BaCrO4 (Cromato de Bário) é insolúvel em água. O precipitado, é formado na solução devido a reação química ou quando a solução for supersaturada por um composto. Quando o cloreto de bário e o cromato de potássio reagem entre si formam precipitado. Tanto o cromato de potássio como o cloreto de bário têm uma concentração de 0,50M o que levou-se a dizer que a razão molar entre os dois compostos é igual.
 
 Equação molecular: BaCl2 (aq) + K2CrO4 (aq) =BaCrO4 (s) +2KCl (aq)
 
Exp.5- A solução que era predominantemente azul fica incolor e forma-se um depósito de um metal avermelhado sobre o prego. O ferro sofreu uma oxidação, isto é, perdeu elétrons e seu número de oxidação (Nox) aumentou (porque os elétrons têm carga negativa). Ao mesmo tempo, o cátion cobre (Cu2+(aq)), que estava presente na solução aquosa, recebeu esses dois elétrons transferidos do ferro e passou a ser cobre metálico (Cu(s)). Os cátions Cu2+(aq) eram responsáveis pela coloração azul da solução. Assim, à medida que eles vão sendo consumidos, a solução torna-se incolor. O metal cobre formado deposita-se sobre o prego e forma a camada de cor avermelhada mencionada.
 
 Equação molecular: Fe(metal) + CuSO4 (aq) ==> Cu (metal) + FeSO4 (aq)
 
Exp.6- Houve reação, efervesceu o carbonato de sódio que se decompôs e formou o gás CO2. Quando ácidos e bases se combinam, produzem um sal (um composto iônico) e água. No caso de carbonato de sódio e ácido clorídrico, o sal produzido é o cloreto de sódio, e a água resulta da decomposição do ácido carbônico (H2CO3).
 Equação molecular: Na2CO3 (s) + 2HCl (aq) \u2192 2NaCl (aq) + CO2(g) + H2O(l)
Exp.7- Houve reação e ficou uma parte sólida branca no fundo e um liquido transparente sobre o solido.
 Equação molecular: aCl2 (aq) + Na2CO3 (aq) BaCO3(s) + 2Na+ (aq) + 2Cl- (aq)
 
Exp.8- Houve reação e uma parte branca solida formou-se no fundo do tubo de ensaio e uma parte de liquido solido branca por cima.
 Equação molecular: Na2S2O3 + AgNO3 \u2192 NaNO3 + AgS2O3
Exp.9- O ácido sulfúrico provoca a corrosão total do ferro. Nota-se que há liberação de gás hidrogênio e uma camada de Sulfato de Ferro II (FeSO4) é formada sobre o prego.
 Equação molecular: Fe(s) + 2H2SO4(aq) \u2192 FeSO4(s) + H2(g)
 
 
Exp.10- Houve reação, e a substancia ficou em cor de caramelo, com uma substancia solida no fundo.
 Equação molecular: FeCl3 + 3NaOH 3NaCl + Fe(OH)3
Exp.11- Houve reação, e uma parte solida branca depositou-se no fundo do tubo, e um liquido azul ficou sobre o solido.
 Equação molecular: CuSO4.5H2O + BaCl2 \u2192 BaSO4 + CuCl2 + 5H2O
Exp.12- Houve reação e depositou-se um solido azul no fundo do tubo de ensaio e um liquido transparente sobre o solido.
 Equação molecular: CuSO4 + 2NaOH ==> Na2SO4 + Cu(OH)2(s)
Exp.13- Houve reação e formou-se um solido marrom.
 Equação molecular: FeCl3(aq) + 3NH4SCN(aq) \u2192 Fe(SCN)3(aq) + 3NH4Cl(aq)
Exp.14- Ficou-se transparente efervesceu e formou gás.
 Equação molecular: NaHCO3(s) + HCl(aq) -> NaCl(s) + H2CO3(aq) -> NaCl(s) + H2O(l) + CO2(g)
DISCUSSÃO
CONCLUSÃO
Há várias maneiras de se identificar uma reação química, com tudo a mais determinante é a formação de precipitado. O produto de dois ou mais reagentes é o resultado da reorganização dos átomos iniciais, mudando as características químicas das substâncias sem alterar a quantidade de átomos existentes. Este resultado vai depender da natureza dos reagentes envolvidos na reação.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BRADY,James E.; Química: a matéria e suas transformações, 5ª ed. V. 1 Ed.LTC: Rio de Janeiro, 2009
THEODORE L. Brown, H. EUGENE LeMay, BRUCE E. Bursten. Química: A ciência central, São Paulo \u2013 SP: Editora Prentice-Hall, 2005. 9ª Edição. 992 págs.
Julio
Julio fez um comentário
Pratica 5
0 aprovações
Carregar mais