380401-Apostila_-_Abastecimento_de_Água_-_ReCESA
148 pág.

380401-Apostila_-_Abastecimento_de_Água_-_ReCESA


DisciplinaAbastecimento e Tratamento de Água45 materiais640 seguidores
Pré-visualização43 páginas
Sistemas e processos de 
tratamento de águas de 
abastecimento. 
 
 
 Guia do profissional em treinamento Nível 2 
 
 
 
 
A
b
a
s
t
e
c
i
m
e
n
t
o
 
d
e
 
Á
g
u
a
 
Guia do profissional em treinamento 
 
Promoção Rede Nacional de Capacitação e Extensão Tecnológica em Saneamento Ambiental \u2013 ReCESA 
Realização Núcleo Regional Sudeste \u2013NUCASE compartilhado com Núcleo Regional Nordeste - NURENE 
Instituições integrantes do NURENE Universidade Federal da Bahia (líder) | Universidade Federal do 
Ceará | Universidade Federal da Paraíba | Universidade Federal de Pernambuco 
Financiamento Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia I Fundação 
Nacional de Saúde do Ministério da Saúde I Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das 
Cidades 
Apoio organizacional Programa de Modernização do Setor de Saneamento \u2013 PMSS 
Comitê gestor da ReCESA Comitê consultivo da ReCESA 
- Ministério das Cidades; 
- Ministério da Ciência e Tecnologia; 
- Ministério do Meio Ambiente; 
- Ministério da Educação; 
- Ministério da Integração Nacional; 
- Ministério da Saúde; 
- Banco Nacional de Desenvolvimento 
 Econômico Social (BNDES); 
- Caixa Econômica Federal (CAIXA). 
 
 
 
 
 
Parceiros do NURENE 
- ARCE \u2013 Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará 
- Cagece \u2013 Companhia de Água e Esgoto do Ceará 
- Cagepa \u2013 Companhia de Água e Esgotos da Paraíba 
- CEFET Cariri \u2013 Centro Federal de Educação Tecnológica do Cariri/CE 
- CENTEC Cariri \u2013 Faculdade de Tecnologia CENTEC do Cariri/CE 
- Cerb \u2013 Companhia de Engenharia Rural da Bahia 
- Compesa \u2013 Companhia Pernambucana de Saneamento 
- Conder \u2013 Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia 
- EMASA \u2013 Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Itabuna/BA 
- Embasa \u2013 Empresa Baiana de Águas e Saneamento 
- Emlur \u2013 Empresa Municipal de Limpeza Urbana de João Pessoa 
- Emlurb / Fortaleza \u2013 Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização de Fortaleza 
- Emlurb / Recife \u2013 Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife 
- Limpurb \u2013 Empresa de Limpeza Urbana de Salvador 
- SAAE \u2013 Serviço Autônomo de Água e Esgoto do Município de Alagoinhas/BA 
- SANEAR \u2013 Autarquia de Saneamento do Recife 
- SECTMA \u2013 Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do Estado de Pernambuco 
- SEDUR \u2013 Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia 
- SEINF \u2013 Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Infra-Estrutura de Fortaleza 
- SEMAM / Fortaleza \u2013 Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano 
- SEMAM / João Pessoa \u2013 Secretaria Executiva de Meio Ambiente 
- SENAC / PE \u2013 Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Pernambuco 
- SENAI / CE \u2013 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará 
- SENAI / PE \u2013 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco 
- SEPLAN \u2013 Secretaria de Planejamento de João Pessoa 
- SUDEMA \u2013 Superintendência de Administração do Meio Ambiente do Estado da Paraíba 
- UECE \u2013 Universidade Estadual do Ceará 
- UFMA \u2013 Universidade Federal do Maranhão 
- UNICAP \u2013 Universidade Católica de Pernambuco 
- UPE \u2013 Universidade de Pernambuco 
 
- Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva \u2013 ABCMAC 
- Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental \u2013 ABES 
- Associação Brasileira de Recursos Hídricos \u2013 ABRH 
- Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública \u2013 ABLP 
- Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais \u2013 AESBE 
- Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento \u2013 ASSEMAE 
- Conselho de Dirigentes dos Centros Federais de Educação Tecnológica \u2013 CONCEFET 
- Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia \u2013 CONFEA 
- Federação de Órgão para a Assistência Social e Educacional \u2013 FASE 
- Federação Nacional dos Urbanitários \u2013 FNU 
- Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas \u2013 FNCBHS 
- Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras 
\u2013 FORPROEX 
- Fórum Nacional Lixo e Cidadania \u2013 L&P 
- Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental \u2013 FNSA 
- Instituto Brasileiro de Administração Municipal \u2013 IBAM 
- Organização Pan-Americana de Saúde \u2013 OPAS 
- Programa Nacional de Conservação de Energia \u2013 PROCEL 
- Rede Brasileira de Capacitação em Recursos Hídricos \u2013 Cap-Net Brasil 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Sistemas e processos de 
tratamento de águas de 
abastecimento. 
 
 
 Guia do profissional em treinamento Nível 2 
 
 
 
 
A
b
a
s
t
e
c
i
m
e
n
t
o
 
d
e
 
Á
g
u
a
 
Guia do profissional em treinamento 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
(Catalogação na publicação por: Onélia Silva Guimarães CRB - 14/071) 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os Direitos Reservados - Proibida a produção total ou parcial, de qualquer 
forma ou por qualquer meio. A violação dos direitos de autor (Lei n. 9.610/98) é crime 
estabelecido pelo art. 184 do Código Penal. 
 
 
 
 
 
 
Impresso no Brasil 
 
S623 Miranda, Luis Alcides Schiavo 
Sistemas e processos de tratamento de águas de abastecimento / 
Luis Alcides Schiavo Miranda e Luis Olinto Monteggia. - Porto Alegre: 
(S. n.), 2007. 
148p. 
 
 
1. Água - Tratamento. 2. Água - Qualidade. 3. Água - Purificação 4. 
Abastecimento de água - Aspectos ambientais. 
I.Monteggia, Luiz Olinto. 
 
 
 
CDU \u2013 628.16 
 
 
Apresentação da ReCESA
Apresentação da ReCESAApresentação da ReCESA
Apresentação da ReCESA 
 
 
A criação do Ministério das Cidades 
Ministério das Cidades Ministério das Cidades 
Ministério das Cidades no 
Governo do Presidente Luiz Inácio Lula 
da Silva, em 2003, permitiu que os 
imensos desafios urbanos passassem a 
ser encarados como política de Estado. 
Nesse contexto, a Secretaria Nacional 
Secretaria Nacional Secretaria Nacional 
Secretaria Nacional 
de Saneamento Ambiental 
de Saneamento Ambiental de Saneamento Ambiental 
de Saneamento Ambiental (SNSA) 
inaugurou um paradigma que inscreve 
o saneamento como política pública, 
com dimensão urbana e ambiental, 
promotora de desenvolvimento e 
redução das desigualdades sociais. 
Uma concepção de saneamento em que 
a técnica e a tecnologia são colocadas a 
favor da prestação de um serviço 
público e essencial. 
A missão da SNSA ganhou maior 
relevância e efetividade com a agenda 
do saneamento para o quadriênio 
2007-2010, haja vista a decisão do 
Governo Federal de destinar, dos 
recursos reservados ao Programa de 
Aceleração do Crescimento (PAC), 40 
bilhões de reais para investimentos em 
saneamento. 
Nesse novo cenário, a SNSA conduz 
ações de capacitação como um dos 
instrumentos estratégicos para a 
modificação de paradigmas, o alcance 
de melhorias de desempenho e da 
qualidade na prestação dos serviços e a 
integração de políticas setoriais. O 
projeto de estruturação da Rede de 
Rede de Rede de 
Rede de 
Capacitação e Extensão Tecnológica
Capacitação e Extensão TecnológicaCapacitação e Extensão Tecnológica
Capacitação e Extensão Tecnológica em 
 em em 
 em 
Saneamento Ambiental 
Saneamento Ambiental Saneamento Ambiental 
Saneamento Ambiental \u2013
\u2013\u2013
\u2013 ReCESA 
 ReCESA ReCESA 
 ReCESA 
constitui importante iniciativa nessa 
direção. 
A ReCESA tem o propósito de
Rodrigo
Rodrigo fez um comentário
como faço p imprimir essa apostila
0 aprovações
Carregar mais