A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
25 pág.
BANCO DE PROVAS DE ANATOMIA 2- PROVA 1

Pré-visualização | Página 4 de 5

de oclusão dentária. O jovem manifesta anestesia facial em região da maçã do rosto e pálpebra inferior. A dor não era a manifestação preponderante. Pergunta-se:
A- Por que a diplopia? 
B- Por que o desalinhamento dentário? 
 C- Por que anestesia na face? 
 
13. Onde ocorre a comunicação da CAIXA TIMPÂNICA com o espaço PERILINFÁTICO DO OUVIDO INTERNO? 
14. Qual a ÚNICA estrutura que não se localiza na parede medial da caixa timpânica?
óstio da tuba auditiva 
janela oval
janela redonda
promontório
canal do facial
15. Denomine:
os dentes que compõem a DENTIÇÃO DECÍDUA e o número de DELES (um a um): 
os dentes que compõem a DENTIÇÃO PERMANENTE e o número de cada um DELES (um a um): 
16. Na delimitação da cavidade nasal, vários ossos delimitam. Assinale o ÚNICO OSSO que não concorre para delimitar desta cavidade:
vômer
esfenóide
etmóide
lacrimal
concha nasal inferior
maxilar
palatino
zigomático
17. Nas erupções dentárias, o PRIMEIRO dente a eruptar (GERALMENTE) na dentição decídua é o (UMA SÓ CORRETA)
incisivo inferior (V)
incisivo superior
canino superior
pré-molar inferior
molar inferior
canino inferior
pré-molar superior
molar superior
18. Os caninos superiores são inervados pelo nervo (UMA SÓ CORRETA)
N. alveolar inferior
N. bucal
N. alveolar superior e anterior
N. alveolar superior e médio
N. alveolar supeior e posterior
19. A glândula parótida é acometida com freqüência por tumores, dos quais o tumor misto da parótida acomete habitualmente o lobo superficial da glândula. A estrutura anatômica delimitadora e divisora dos lobos superficial e profundo da glândula é (UMA SÓ CORRETA)
o N. facial
a art. Carótida externa
a formação da V. jugular externa
a emergência do ducto parotídico
a divisão da art. Carótida externa, em maxilar e temporal superficia
20. A ptose (queda) palpebral está associado a (UMA CORRETA)
lesão do núcleo de Edinger-westphal
lesão da porção oftálmica do 5 par
lesão do N. troclear
 lesão da cadeia látero-vertebral do simpático cervical
lesão do 6 par
ATM 2016-1
1-O osso lacrimal articula-se com diversos ossos,EXETO(UMA OU MAIS CORRETAS)
a)maxilar b)etmoide c)esfenoide d)nasal e)frotal
2- O forame palatino maior é um acidente (UMA SÓ CORRETA)
a)do processo palatino do maxilar d)da tuberosidade do maxilar
b)da lâmina horizontal do palatino e)da lâmina vertical do palatino 
c)do processo pterigoide do esfenoide
3-Um indivíduo sofreu um trauma inciso na face,com abundante sangramento e de difícil hemostasia.Foi conduzido ao bloco cirúrgico para efetivar a homostasia.No pós-operatório constata-se uma assimetria da metade inferior da face,unilateralmente.Tal assimetria ocasionou uma dificuldade em assobiar e ingerir líquidos,já que este líquido escorria pelo ângulo da boca. O que MAIS provavelmente ocorreu nesta vítima,foi (UMA SÓ CORRETA)
a)fratura do temporal com lesão do N.facial d)lesão profunda da parótida com lesão do N.facial
b)lesão central com paralisia facial central e)lesão central com paralisia facial periférica
c)lesão facial com envolvimento de ramos cérvico-faciais do N.Facial
4- Coloque V se Verdadeiro
( ) nas lesões da porção mandibular do trigêmeo,a mandíbula desvia-se para o lado da lesão nervosa
( ) na fossa infratemporal,o ramo nervoso da porção mandibular do trigêmio de localização mais inferior é o N.lingual
4-Coloque V se Verdadeiro
( )nas lesões da porção mandibular do trigêmeo a mandíbula desvia-se para o lado da lesão nervosa 
( )na fossa infratemporal,o ramo nervoso da porção mandibular do trigêmeo de localização mais inferior é o N.lingual
( )ao abrirmos acentuadamente a boca,pode haver luxação da articulação temporo-mandibular e isto é determinado pela vigorosa ação contrátil do músculo pterigoideo lateral
( )a articulação temporo-mandibular é inervada sensitivamente pelo N.auriculotemporal
( )o músculo pterigoideo medial origina-se na face medial da lâmina medial do processo pterigoide do esfenoide
( )a gl.Parótida é inervada sensitivamete pelo N.auriculotemporal
5-Coloque V se verdadeiro
( )a art.carótida externa termina-se no interior da gl.parótida,localizando-se no seu lobo superficial
( )a porção profunda gl.submandibular tem relação interna com a Art.facial
( )próximo ao assoalho da boca,acompanhando a art.lingual,encontramos o N.lingual anexo a artéria
( )a gl.lacrimal é inervada motoramente (secreto-motoramente) por impulsos nervosos oriundos do N.facial e atingem a gl.lacrimal através de ramos que distribuem-se com o N.glossofaríngico.
( )o gânglio ciliar situa-se na órbita,localizando-se próximo ao assoalho desta cavidade,dispondo-se imediatamente inferiormente ao trajeto nervoso do N.óptico
6-As lesões mais comuns do N.facial geralmente resultam de iflamações virais dentro do canal denso do nervo facial ou adjacentes ao Fo.estilomastoídeo. Destas lesões resultam (UMA OU MAIS CORRETAS)
a)paralisia facial da hemiface,ipsilateral
b)paralisia facial da metade inferior da face,ipsilateral
c)paralisia facial da hemiface,contralateral
d)paralisia facial da hemiface,ipsilateral + alterações do lacrimejamento e gustação
e)paralisia facial da metade inferior da face,ipsilateral + alterações da gustação
7-Após um trauma facial,com fratura da órbita,resultou desvio ocular,diplopia,importante edema cutâneo periorbitário. Ao examinar o paciente há assimetria na posição dos olhos,com desvio lateral e inferior do olho com pupila midriática.Em tal situação é de se pensar em (UMA CORRETA)
a)lesão do gânglio simpático cervical superior d)lesão do 6º par
b)lesão do 3ºpar e)lesão porção oftálmica do 5º
c)lesão do 4ºpar
8-Certo indivíduo no pós-operatório de uma cirurgia de esvaziamento à direita do asoalho da boca,manifestou atrofia da língua com desvio da língua para direita quando esta solicitada para ser protruida. Neste caso é provável é provável haver lesão do nervo (UMA SÓ CORRETA) 
Hipoglosso direito e)hipoglosso esquerdo
Glossofaringico direito f)glossofaringico esquerdo
Facial direito g)facial esquerdo
Lingual direito
9-Ao enfocar objetos próximos ocorre (COLOQUE “V” SE VERDADEIRO)
( )convergência biocular
( )miose
( )contração do músculo ciliar
( ) midríase ( )relaxamento do músculo ciliar
10-Uma menina portadora de auneurisma arterial cerebral congênita acometendo a art.cerebral posterior manifestou cefaleia súbita e intensa,acompanhado de sinais e sintomas sugestivos de hipertensão intracraniana.Ao se examinada manifestou lentidão nos reflexos pupilares ipsilateral. Tal manifestação justifica-se por (UMA SÓ CORRETA)
a)hipertensão do LCR
b)lesão do N.oculomotor ao nível da fossa interpeduncular
c)compressão do N.troclear
d)compressão do N.oculomotor de encontro a cirta dural da porção petrosa do osso temporal
e)lesão ao nível da fenda supraorbital do esfenoide
11-Paciente cardiopata,portador de miocardiopatia vem manifestando arritmia frequente ,usual e recorrente.No seu histórico passado há relato de 2 embolias pulmonares,e um episódio de embolia no membro inferior. Agora subitamente manifestou cegueira súbita e indolor,afetando unilateralmente um olho.Qual a causa MAIS PROVÁVEL pode justificar esta cegueira (UMA CORRETA)
a)obstrução das veias vorticosas d)obstrução da art.central da retina
b)obstrução da veia central da retina e)deslocamento da retina
c)hemorragia na túnica corióide
12-São estruturas contidas na FOSSA INFRATEMPORAL EXCETO (UMA OU MAIS CORRETAS)
a)tendão do músc. Temporal e)músculos Pterigóideo (lateral e medial)
b)art.maxilar d)N.hipoglosso
c)plexo venoso pterigoideo
d)gânglio ótico
13-A inervação (bloqueio)do N.mandibular é procedimento ... frequente. O n.mandibular poderá bloqueado: (UMA OU MAIS CORRETA)
a)por acesso extra-oral onde a agulha atravessa a face tangenciando a oncisura

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.