Aula 6 - Dispersão e migração
32 pág.

Aula 6 - Dispersão e migração


DisciplinaEtologia237 materiais1.226 seguidores
Pré-visualização1 página
Gláucia B.C. 
DISPERSÃO 
E 
MIGRAÇÃO 
- Comportamentos de Dispersão e 
Migração são muito antigos nos animais 
 
- Inerentes aos fenômenos de: 
Variabilidade (dispersão) 
Competição (dispersão) 
Sazonalidade climática (migração) 
Disponibilidade de recursos (ambos) 
DISPERSÃO 
Comportamento de deslocamento 
para longe da terra natal 
 
CUSTOS DA DISPERSÃO 
Gasto de energia 
 
Aumento do risco de 
predação 
Grilo: precisa desenvolver a 
musculatura do voo para 
dispersar... diminui o 
desenvolvimento dos ovários 
Hormônio: não voam 
Controle: voam 
Se a dispersão envolve gasto de ENERGIA 
e exposição à PREDAÇÃO, então por que 
os animais se dispersam? 
 
 
 Evitar consanguinidade 
 Depressão por endogamia 
 
 Evitar competição com parentais 
 
 Encontrar locais com mais recursos 
Jovens machos dispersam para mais longe 
 Se nesse caso o objetivo é evitar a endogamia 
deveria haver um número igual de machos e 
fêmeas dispersando para mais longe 
Custos e benefícios da dispersão 
são diferentes entre os sexos. 
FÊMEAS: permanecem 
perto do local de 
nascimento para receber 
ajuda de suas mães na 
defesa das tocas 
MACHOS: como os 
machos disputam as 
fêmeas, é vantajoso para 
os perdedores 
procurarem outros locais 
A taxa de sobrevivência dos não endógamos é maior E 
na fase adulta tem mais chance de se reproduzir 
As fêmeas passam a vida toda no território 
onde nasceram e os machos dispersam 
Habitats FONTE, onde a população está em crescimento 
 
 X 
 
Habitats SUMIDOURO, onde a população está em 
declínio 
TEORIA FONTE-SUMIDOURO (\u201cSource-Sink\u201d) 
Ocupado por competidores 
incapazes de viver em habitats 
FONTE \u2013 geralmente são expulsos 
pelos animais mais velhos ou 
melhor preparados. 
Toutinegra-de-barrete-preto 
 
 Florestas decíduas Florestas de coníferas 
 à margem do rio X longe de rios 
 
 
 Preferido 
 
Sucesso reprodutivo nos 2 locais é o mesmo!!! 
 
 Por quê??? 
 
 Conforme subia a densidade de 
consumidores de recursos no hábitat superior, 
chegava-se a um ponto no qual a aptidão de um 
indivíduo seria maior se ele colonizasse o 
hábitat inferior, que tinha menos colonizadores 
e competidores. 
FONTE SUMIDOURO 
Dispersão dos sexos em aves e 
mamíferos: vantagens 
Permanecem na terra natal: 
 
- Sem perda de recursos 
conhecidos na área natal 
 
- Menor exposição a 
predadores 
 
- Menores gastos 
energéticos 
Dispersam para novos locais: 
 
- Chances de encontrar áreas 
com melhores recursos que a 
área natal 
 
- Chances de acessar mais 
acasalamentos 
 
- Menores chances de 
endocruzamentos (maior 
variabilidade) 
Quem determina a dispersão? 
 
Os competidores 
 mais idosos 
 mais experientes 
 maiores em tamanho 
Quem dispersa? 
 
 Jovens 
 Subadultos 
Como a dispersão é regra para 
as espécies animais, a seleção 
natural favoreceu espécies que fazem 
a dispersão, mesmo sob risco 
de predação de quem dispersa. 
 Deslocamento populacional a partir de uma região 
de reprodução para outra região distante, e seu 
retorno para a região inicial 
 
 O retorno ocorre para o mesmo lugar que o 
indivíduo ocupava anteriormente, a fim de um novo 
evento de reprodução 
Partir e retornar para o mesmo local 
MIGRAÇÃO 
CUSTOS DA MIGRAÇÃO 
 Custos não são insignificantes: 
- Grande gasto de energia. Vários morrem por 
exaustão 
- Risco de predação 
- Cruzar grandes obstáculos 
- Luta por territórios 
 
 
 Os migrantes desenvolvem atributos que 
reduzem os custos da viagem 
Cerca de metade (50%) das 
aves de zonas temperadas 
migra para zonas tropicais 
nas América 
Trinta-réis ártico 
40.000 km 
Sobrevoam o oceano 
Ficam no ar muitos dias e noites 
Áreas de reprodução 
Se as espécies sedentárias antecederam 
as migratórias, como teria surgido a 
habilidade de voar milhares de Km por ano 
para destinos específicos? 
SEDENTÁRIAS MIGRATÓRIAS 
Araponga 
200 Km 
 
 
Pássaros canoros 
9 famílias migram a curta distância, destas, 7 famílias incluem migrantes de 
longa distância 
CURTAS DISTÂNCIAS LONGAS DISTÂNCIAS 
Grandes aves migram em 
formação \u201cV\u201d 
 
Economia de energia? 
SIM 
 
 
 
 
Hipótese testada no pelicano branco 
Pelecanus onocrotalus 
Economia de energia em 11 a 14% 
Economizar 
energia nem 
sempre é o 
principal 
objetivo. 
Migram pelo oceano 
Migram pelo continente 
Aves com pouca 
reserva de gordura 
Aves com grande 
reserva de gordura 
 Aumenta o fitness (produtividade de filhotes) da 
espécie 
 
 Mais alimento 
 
 Custos para ficar em lugares frios e com poucos 
recursos são maiores 
 
 Espécies capazes de fácil deslocamento (voo, corrida) fazem a 
migração Ex: Mamíferos ungulados migram.... Mas ratos insetívoros 
e marsupiais não. 
BENEFÍCIOS DA MIGRAÇÃO 
Borboleta monarca 
 
Não migra para encontrar comida. 
 
Migram para o sul (México) onde 
passam o inverno nas florestas de 
coníferas, sem se alimentar 
 
Utilizam ventos favoráveis para voar 
 
Só fazem reserva de gordura perto do local de chegada 
 
México as noites são menos frias 
 
Áreas mais quentes e secas iriam consumir mais rápido as 
reservas das monarcas. 
Quem migra? 
 
Artrópodos (lagosta, borboleta); 
Peixes (enguia, salmão); 
Répteis (tartaruga verde); 
Aves; 
Mamíferos (bisão, alce). 
Sozinho ou em grupo??? 
 
 A migração normalmente ocorre em 
bandos (ao contrário da dispersão, que é 
individual) 
diminuir o 
risco de 
predação 
aumentar as 
chances de 
acasalamentos 
Preparação para a migração em aves 
 
 Ritmos internos: acúmulo de gordura 
 
 Estímulos externos: detecção de dias mais curtos 
anuncia a chegada do inverno 
 
 
Capacidades para poder migrar 
 
 Navegação: capacidade de determinar a posição em 
relação a um ponto fixo 
 
 Orientação: manutenção de uma direção 
 Sol, estrelas, \u2018mapas\u2019, \u2018mapas químicos\u2019 
AS BALEIAS MIGRAM 
 
 Verão 
 
 Migram mais para o sul para se alimentarem na 
Antártida 
 
 
 Inverno 
 
 Migram para o norte para se acasalarem em águas 
mais quentes 
Gnus no Serengeti 
Alimentação, salinidade da água 
Piracema \u2013 migração dos peixes rio acima 
 
 Peixes deixam sítios de alimentação para 
irem aos sítios de reprodução/desova 
 
 Rio acima encontram águas 
calmas para a fecundação dos 
gametas 
 Maiores chances de encontro 
de parceiros e fecundação 
 
Ex: migração de 5.550 km no 
Amazonas por espécies de 
peixes Siluriformes (peixes-de-
couro) 
PARA PENSAR... 
 Na primavera quando as mariquitas-
de-perna-clara retornam ao Norte, elas 
não seguem a mesma rota migratória do 
outono. Em vez disso, viajam a maior 
parte do tempo sobre a terra. Por que 
elas fazem isso? 
Migram sobre o oceano: 
- metade do caminho 
- menos predadores 
- pegam carona em uma frente fria até o oceano e depois utilizam os ventos.