A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
86 pág.
apostila climato

Pré-visualização | Página 10 de 24

os conceitos de calor e temperatura. Ilustre com um exemplo. 
2) Por que a temperatura é uma maneira incompleta de comparar a energia sob forma de calor contida em diferentes substâncias? 
3) Descreva como cada um dos seguintes termômetros funciona: tubo com líquido, máxima, mínima, sensor bimetálico, termistor. 
4) que significa tempo de resposta de um termômetro? Por que ele pode ser um item importante na seleção de um termômetro? 
5) Além de ter um termômetro preciso, que outros fatores devem ser considerados para obter uma medida representativa da temperatura do ar? 
6) A que valores corresponde o ponto de fusão do gelo e o ponto de ebulição da água em cada uma das escalas de temperatura apresentadas? 
7) Por que não há temperaturas negativas na escala Kelvin? 
8) Converta as temperaturas em graus Fahrenheit da tab. 3.1 para graus Celsius. 
9) Se a temperatura do ar é 29,5  C e a umidade relativa é 80%, qual é o índice de temperatura-umidade (ITU)? Se a umidade relativa fosse 30%, qual seria o ITU? Qual seria a sensação da maioria das pessoas no primeiro e segundo casos? 
10) Usando a tabela 3.2 determine as temperaturas equivalentes nas seguintes circunstâncias:
temperatura = 8 C; velocidade do vento = 20 km/h; 
temperatura = 8 C; velocidade do vento = 50 km/h. 
11) Explique brevemente porque um dia com vento calmo e ensolarado parece mais quente que a leitura de um termômetro indica. 
12) Explique porque o vento afeta a taxa de transporte de calor do corpo humano. Num dia frio e com vento, no qual a temperatura equivalente é de -40 C, isto significa que a pele exposta realmente resfriará até esta temperatura? 
13) Por que a temperatura do ar é variável, no tempo e no espaço? 
14) Que fatores influem no balanço local de radiação e conseqüentemente na temperatura local? 
15) Num dia de inverno é mais provável que a temperatura do ar seja maior se o solo está coberto de neve ou se está descoberto? Explique. 
16) Por que na faixa tropical as temperaturas médias mensais variam menos ao longo do ano do que em latitudes médias? 
17) Por que a temperatura mais alta durante o dia tende a ocorrer usualmente no começo ou meio da tarde e não ao meio-dia? 
18) Que fatores podem afetar a amplitude média do ciclo diurno da temperatura? 
19) que são isotermas? 
20) Sob quais condições poderia a temperatura mínima do dia ser registrada no início da tarde? 
21) Defina calor específico. 
22) Qual é a diferença entre o aquecimento/resfriamento da terra e da água? 
23) Por que a terra e a água se aquecem e se resfriam de modo diferenciado? 
24) Dê exemplos de como a proximidade de grandes massas de água pode influir no regime de temperaturas do ar. 
25) Se estamos interessados na temperatura da atmosfera, por que nos importamos com as características de aquecimento da superfície da Terra? 
26) Duas cidades estão situadas na mesma latitude. Uma está localizada no litoral, com o vento dominante vindo do mar para o continente e a outra está no centro do continente. Com base apenas nestas informações, o que você esperaria a respeito das amplitudes do ciclo anual de temperatura dessas cidades? 
27) Como as correntes oceânicas influem sobre as temperaturas das áreas costeiras? 
28) Fale sobre a influência da altitude sobre a temperatura. 
29) Responda as seguintes questões sobre a distribuição global de temperaturas:
As isotermas tem geralmente direção leste-oeste. Por que? 
As isotermas se desviam para os pólos ou para o equador sobre os continentes no verão? Explique. 
As isotermas se deslocam para o norte e para o sul de estação para estação. Por que? 
Onde as isotermas se deslocam mais, sobre a terra ou sobre a água? Explique. 
Como as isotermas indicam correntes oceânicas? Como você pode indicar se a corrente é fria ou quente? 
Por que as isotermas são mais irregulares no Hemisfério Norte que no Hemisfério Sul? 
30) Qual seria a diferença entre a variação diurna da temperatura num dia completamente nublado e num dia sem nuvens e ensolarado?. Explique.
PRESSÃO ATMOSFÉRICA 
        Entre os vários elementos do tempo (pressão, temperatura, umidade, precipitação, ventos,...) a pressão é a menos perceptível fisicamente. Contudo, diferenças de pressão de um lugar para outro são responsáveis pelos ventos e variações na pressão tem importante influência na variação do tempo. Como veremos, a pressão do ar está intimamente relacionada com os outros elementos do tempo. 
DEFINIÇÃO 
        O ar exerce uma força sobre as superfícies com as quais tem contato, devido ao contínuo bombardeamento das moléculas que compõem o ar contra tais superfícies. A pressão do ar é uma medida de tal força por unidade de área. Como é definida tal força para a atmosfera? Embora a atmosfera não tenha paredes, ela é confinada na base pela superfície de terra - oceano e no topo pela força da gravidade, que impede sua fuga para o espaço exterior. Portanto, a pressão atmosférica em uma dada posição é usualmente definida como o peso por unidade de área da coluna de ar acima desta posição. No nível do mar uma coluna padrão de ar com base de 1 cm2 pesa um pouco mais que 1 kg. Tal pressão eqüivaleria a uma carga de mais de 500 toneladas sobre um telhado de 50m2 . Por que o telhado não desaba? Porque a pressão do ar em qualquer ponto não atua apenas para baixo, mas é a mesma em todas as direções: para cima, para baixo e para os lados. Portanto, a pressão do ar por baixo do telhado contrabalança a pressão sobre o telhado. 
        À medida que a altitude aumenta, a pressão diminui, pois diminui o peso da coluna de ar acima. Como o ar é compressível, diminui também a densidade com a altura, o que contribui para diminuir ainda mais o peso da coluna de ar à medida que a altitude aumenta. Inversamente, quando a altitude diminui, aumenta a pressão e a densidade. 
LEI DOS GASES IDEAIS 
        As variáveis temperatura, pressão e densidade, conhecidas como variáveis de estado, são relacionadas nos gases pela chamada lei dos gases ideais. Por definição, um gás ideal segue a teoria cinética dos gases exatamente, isto é, um gás ideal é formado de um número muito grande de pequenas partículas, as moléculas, que tem um movimento rápido e aleatório, sofrendo colisões perfeitamente elásticas, de modo a não perder quantidade de movimento. Além disso, as moléculas são tão pequenas que as forças de atração entre elas são omissíveis. Embora a lei dos gases tenha sido deduzida para gases ideais, ela dá uma descrição razoavelmente precisa do comportamento da atmosfera, que é uma mistura de muitos gases. 
lei dos gases afirma que a pressão exercida por um gás é proporcional a sua densidade e temperatura absoluta. Assim, um acréscimo na temperatura ou na densidade causa um aumento na pressão, se a outra variável (densidade ou temperatura) permanece constante. Por outro lado, se a pressão permanece constante, um decréscimo na temperatura resulta em aumento na densidade e vice versa. 
        Pode parecer, a partir do parágrafo anterior, que em dias quentes a pressão será alta e em dias frios será baixa. Contudo, isto não ocorre necessariamente. A dependência da pressão em relação a duas variáveis interdependentes (densidade e temperatura) complica o assunto. Como na atmosfera o volume de ar pode variar, variações na temperatura afetam a densidade do ar, isto é, a densidade varia inversamente com a temperatura. Em termos da lei dos gases isto significa que o aumento da temperatura não é normalmente acompanhado por um aumento na pressão ou que decréscimo de temperatura não está usualmente associado com pressão mais baixa. Na realidade, por exemplo, sobre os continentes em latitudes médias as pressões mais altas são registradas no inverno, quando as temperaturas são menores. A lei dos gases ainda é satisfeita porque a densidade do ar neste caso cresce (número maior de moléculas) quando a temperatura diminui (menor movimento das moléculas)