A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Trabalho - O PETRÓLEO NO MUNDO

Pré-visualização | Página 1 de 1

A história do Petróleo e a Política no mundo
Como sabe-se desde o século XVI, o principal motivo das expansões marítimas e das atividades econômicas europeias, foi à busca do ouro. Entretanto, a partir do século XIX, um outro tipo de ouro começou atiçar a cobiça humana. 
A primeira descoberta de petróleo, com repercussão comercial, ocorreu nos EUA, em 1859 na Pensilvânia. Edwin Drake foi o primeiro a perfurar um poço de aproximadamente 20 metros de profundidade que revelou-se produtor e a data passou a ser considerada, pelos norte-americanos, a do nascimento da moderna indústria petrolífera. Em poucos anos apesar da guerra civil travada nos estados do Sul de 1860 a 1965, a febre do ouro negro espalhou-se pelo país ate a Califórnia.
Logo, surgiu naquele país um famoso magnata do petróleo, Rockfeller, ambicioso jovem de 24 anos, dono da Standard Oil, que, sem demora, se impõe como verdadeiro império petrolífero. 
Em 1909 surgiu a Royal Dertch Shell, que nasceu do encontro de dois aventureiros, e tornou-se uma forte concorrente da Standard Oil em todas as jazidas do mundo. 
O surgimento do petróleo e particularmente da gasolina, foi acompanhado pelo nascer dos primeiros automóveis pela mão de Karl Benz na Alemanha e Henry Ford nos Estados Unidos. Na década de 50 é descoberto o método de destilação do petróleo em gasolina e outros derivados e é realizada a primeira perfuração de petróleo em níveis comerciais. 
No Oriente Médio, a primeira exploração de petróleo se deu na primeira década do século passado, por iniciativa do inglês, William Knox D’Arcy, que conseguiu do governo do Irã (na época, Pérsia) a concessão de mais de dois terços do país, para exploração por 60 anos. William logo se uniria a outros grupos privados, criando a empresa petrolífera, Anglo-Persian.
Mais tarde, em 1914, o governo inglês se interessa por ela, devido à importância do petróleo num momento em que essa fonte de energia já era muito usada no mundo e, sem demora, torna-se dono da maioria das ações dessa empresa. 
Em 1960, na cidade de Bagdá, os cinco principais produtores de petróleo (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Kuwait e Venezuela) fundaram a Organização dos Países Exportadores de Petróleo. A criação da OPEP foi uma forma de reivindicar perante uma política de achatamento de preços praticada pelo cartel das grandes empresas petroleiras ocidentais – as chamadas "sete irmãs" (Standard Oil, Royal Dutch Shell, Mobil, Gulf, BP e Standard Oil da Califórnia). Os três objetivos da OPEP, definidos pela organização na conferência de Caracas em 1961, eram: aumentar a receita dos países-membros, a fim de promover o desenvolvimento; assegurar um aumento gradativo do controle sobre a produção de petróleo, ocupando o espaço das multinacionais; e unificar as políticas de produção. A OPEP aumentou os royalties pagos pelas transnacionais, alterando a base de cálculo, e as onerou com um imposto.
Na América Latina, as empresas petroleiras americanas e inglesas, já a partir das primeiras décadas do século passado, deixavam apenas migalhas para os países de onde tiravam petróleo. Foi o que aconteceu com a Venezuela, México e Argentina, principalmente. Também aqui, em nosso continente, os povos começaram a conscientizar-se de que, enquanto as multinacionais do petróleo aumentavam assustadoramente seus lucros, extraídos dessa importante riqueza de países latino-americanos, as populações locais se viam sempre vítimas de empobrecimento crescente.
Dessa reação nasce, em 1921, a YPF, estatal argentina sob a liderança do General Mosconi, que via a ameaça iminente de as próprias forças armadas de seu país ficarem sem combustível, porque a produção de petróleo estava sob o controle de empresas estrangeiras. No México, em 1938, após lutas e mais lutas, o governo de Cárdenas nacionaliza o petróleo, arranca-o do domínio inglês e americano. Por isso, teve de enfrentar todo tipo de ação internacional das empresas estrangeiras e seus governos.
No início do século XX, o mercado petrolífero começou a crescer. Surgiram as primeiras perfurações no mar e foi descoberto petróleo em grande quantidade nas arábias, um fato determinante na evolução do preço do petróleo e da vida política mundial nas décadas seguintes. Inicialmente no Irã, mais tarde, em 1927, no Iraque e, em 1938 na Arábia Saudita.