A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
Trabalho sobre Sistemas Distribuidos (respondido)

Pré-visualização | Página 1 de 2

�Exercício de Sistemas Distribuídos�
 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA – UNICEUB 
FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS – FATECS 
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 
Exercício de Sistemas Distribuídos
�
Faça uma pesquisa sobre Sistemas Operacionais e responda às seguintes questões:
O que é um sistema operacional?
	Ele é o primeiro software a ser carregado pelo computador e desempenha várias funções importantes. É o software básico do computador, sendo responsável por gerenciar o hardware, os programas e a interação entre os programas e o hardware.
	Ele, ainda, organiza o funcionamento do computador gerenciando os recursos do sistema como a memória RAM e o processador, dividindo e controlando a utilização desses recursos pelos programas em execução.
Quais são as principais funções de um sistema operacional?
Gerenciar compartilhamento e acesso seguro ao hardware (recurso) disponível.
Disponibilizar uma interface (API) para os processos.
Executar e fornecer recursos as processos.
Quais são os tipos de sistemas operacionais existentes (todas classificações)?
Os tipos de SO são:
Sistemas monoprogramáveis/ monotarefa;
Sistemas multiprogramáveis/ multitarefa;
Sistemas com múltiplos processadores.
	Os Sistemas multiprogramáveis/ multitarefa pode ser classificados quanto ao tipo de processamento: Sistemas Bitch(lote), sistemas de tempo compartilhado, e sistemas de tempo real.
	Os Sistemas com múltiplos processadores pode ser classificados em: sistemas fortemente acoplado e sistemas fracamente acoplado.
�
Por que em sistemas monotarefa (ou monoprogramáveis), dizemos que há subutilização dos recursos?
	Porque quando qualquer programa executado, ele deveria aguardar o termino do programa corrente. Ele permitia que o processador, a memória e os periféricos permaneçam dedicados apenas para a execução de um único programa. Quando um programa aguarda, por exemplo, a digitação de um dado, o processador permanece ocioso, sem realizar qualquer tipo de processamento. É por isso que a memória acabava sendo subutilizada.
Qual é a grande diferença entre os sistemas monotarefa e os multitarefa?
	A diferença é a capacidade de execução de diversos programas ao mesmo tempo. O sistema que permite a execução de vários programas simultaneamente é conhecido como ''Multitarefas''. Nele os programas com a mesma prioridade de tempo rodam um de cada vez, dando a aparência de que tudo está sendo executado ao mesmo tempo. No sistema operacional monotarefa não suporta mais de um programa rodando ao mesmo.
Quais são as vantagens dos sistemas multitarefa?
	Nele os recursos computacionais são compartilhados entre diversos usuários e aplicações. Nele também, enquanto um programa espera uma operação de leitura ou gravação, outros programas podem ser processado nesse período.
Um sistema multiusuário pode ser monotarefa?
	Não, pois o monotarefa não permite varias ações ao mesmo tempo.
Quais são os tipos de sistemas multitarefa que existem?
	Eles podem ser divididos em: sistemas batch, de tempo compartilhado ou de tempo real.
�
Quais são as principais características de um sistema batch?
	Ele se caracteriza por ter programas executados de forma sequencial. Nele, os programas não exigem interação do usuário, lendo e gravando dados em discos.
Quais tipos de aplicações podem ser usados num sistema batch?
	Pode ser executados cálculos numéricos, backups, compilações entre outros. Um bom exemplo de operação que é executada em Batch e a compensação bancária
Como funcionam os sistemas de tempo compartilhado?
	Nele o tempo do processador é dividido em fatias, com isso uma tarefa pode ser executada em mais de uma dessas fatias, não consecutivas. Ele também permite interação com o usuário;
Quais são as vantagens em usar sistemas de tempo compartilhado?
	Ele permite a interação dos usuários com o sistema, através de terminais que incluem vídeo, teclado e mouse. Eles possuem uma linguagem de controle que permite ao usuário comunicar-se diretamente com o sistema operacional, através de comandos. 
	Desta forma, é possível verificar arquivos armazenados em disco ou cancelar a execução de um programa. O sistema, normalmente, responde em poucos segundos à maioria desses comandos. Devido a esse tipo de interação, os sistemas de tempo compartilhado também ficaram conhecidos como sistemas on-line.
Qual é a grande diferença entre os sistemas de tempo compartilhado e os sistemas de tempo real?
	Os sistemas de tempo real são muito semelhantes aos sistemas de tempo compartilhado. A maior diferença é que o tempo de resposta no processamento das aplicações exigido é muito maior no sistema de tempo real.
	Enquanto que em sistema de tempo compartilhado o tempo de resposta pode variar sem comprometer as aplicações.
�
Quais aplicações são mais indicadas para sistemas de tempo real?
	São utilizados em controles de processos, como no monitoramento de refinarias de petróleo, controle de trafego aéreo, de usinas termonucleares, ou em qualquer aplicação que o tempo de resposta seja o fator fundamental.
O que são sistemas com múltiplos processadores?
	Sistemas com múltiplos processadores são arquiteturas que possuem duas ou mais UCPs interligadas e que funcionam em conjunto na execução de tarefas independentes ou no processamento simultâneo de uma mesma tarefa. Inicialmente, os computadores eram vistos como máquinas sequenciais, em que o processador executava as instruções de um programa uma de cada vez. Com a implementação de sistemas com múltiplos processadores, o conceito de paralelismo pode ser expandido a um nível mais amplo.
Por que usar sistemas com múltiplos processadores?
	A principal vantagem desse tipo de sistema é que ele permiti que vários programas sejam executados ao mesmo tempo ou que um mesmo programa seja subdividido em partes para serem executadas simultaneamente em mais de um processador.
No que diferem os sistemas fortemente acoplados dos sistemas fracamente acoplados?
	Num sistema fortemente acoplado dois ou mais processadores compartilham uma única memória e são controlados por um único sistema operacional. Já em um sistema fracamente acoplado dois ou mais sistemas de computação são conectados através do uso de linhas de comunicação.
Qual é a principal vantagem de ter um sistema fracamente acoplado? E as desvantagens?
	Vantagens: Sistemas independentes permitem maior flexibilidade e favorecem a tolerância a falhas. Também facilitam o acréscimo de recursos.
	Desvantagens: A troca de mensagens diminui a segurança do sistema reduz o desempenho.
O que é concorrência, e como podemos aplicar esse conceito aos sistemas operacionais multitarefa?
São melhorias e desperdícios que são adotados a um sistema operacional multitarefa.
A concorrência de dados são as requisições feitas ao SO onde o controlador as enfileira e aguarda a UCP requisitar por um novo serviço.
Por que a interrupção é tão importante para termos multiprogramação?
	Porque são as interrupções que permitem que o sistema operacional sincronize diferentes atividades, como rotinas, programas dos usuários e dispositivos.
Como é o mecanismo das interrupções?
	Ao final da execução de cada instrução, a unidade de controle verifica se ocorreu alguma interrupção. Em caso positivo, o programa em execução é interrompido e o controle é desviado para uma rotina de tratamento de interrupção
Nas exceções, existem algumas diferenças para as interrupções. Liste algumas.
É resultado direto da execução do próprio programa;
Parte de um evento síncrono, e não de um evento assíncrono;
Eventos síncronos são previsíveis e só podem acontecer um de cada vez;
Se um programa for executado novamente com a mesma entrada de dados, a mesma exceção será gerada na mesma instrução.
Dê exemplos de eventos associados ao mecanismo de exceção.
	A divisão