A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
Eritropoese_índices hematimétricos_2013_2 [ Modo de Compatibilidade]

Pré-visualização | Página 1 de 1

Eritropoese 
Profa. Flávia Frattani
• A hematopoese inicia a partir de uma célula-tronco, multipotente 
capaz de originar todas as linhagens hematológicas.
• Esta célula é chamada de “célula tronco hematopoiética”. 
Hoffbrand, 2004
Células tronco progenitoras
~ 20 milhões
• O processo da eritropoese produz, diariamente, 1012 novos 
eritrócitos através de um processo complexo e finamente 
regulado.
Hoffbrand, 2011
Eritropoese
Eritropoese
Eritropoese
● Na medula óssea eritroblastos
maduros em estreita proximidade
com os macrófagos em um ninho
eritróide.
Hoffbrand, 2011
Células Imaturas
CFU-GEMM
BFU-E
CFU-E
Compartimento de 
Proliferação
Pró-eritroblasto
Eritroblasto basófilo
Eritroblasto 
policromático
Compartimento 
de Maturação
Eritroblasto
ortocromático
Reticulócito
Hemácia
Eritropoese
MATURAÇÃO
BFU-E CFU-E Pró-eritroblasto
Eritroblasto basófilo
Eritroblasto policromático
Eritroblasto ortocromático
Reticulócito
Hemácia
6 a 8 dias
5 a 7 dias
3 a 5
divisões
3 a 5
divisões1 a 2divisões
De 16 a 128 células
De 8 a 32 células
7 a 10 dias
Até 4096 células
Compartimento
pós-mitótico
Proliferação e maturação do Éritron
Eritropoese
• A eritropoese é regulada pela eritropoetina produzida nas células
intersticiais peritubulares renais (90%) e no fígado e outros (10%).
• O estímulo para produção de eritropoetina é a pO2 no tecido renal.
• O incremento à hematopoese é feito pelo aumento do número de
células progenitoras tardias (BFU-E e CFU-E) e (pro) eritroblasto.
• Os níveis plasmáticos de
eritropoetina são valiosos
no diagnóstico clínico.
BFU-E CFU-E Reticulócitos
Eritropoietina
Sensor de O2
Rim
Eritropoese
Hemoglobina
√ Hemoglobina é uma proteína especializada presente nos eritrócitos
(hemácias), cuja função é o transporte de oxigênio (O2), aos tecidos e retorno
do dióxido de carbono (CO2) dos tecidos aos pulmões.
√ Cada eritrócito contém ~ 640 milhões de moléculas de hemoglobina.
√ Cada molécula é formada por 4 cadeias polipeptídicas, ligadas sob a forma
de tetrâmero, cada qual com seu grupo prostético heme.
Hemoglobina
Hoffbrand, 2004
Cromossomo 16 Cromossomo 11
αααα2222 αααα1111
αααα2222 αααα1111
Gγ γ γ γ Aγ δ γ δ γ δ γ δ ββββ
Gγ γ γ γ Aγ δ γ δ γ δ γ δ ββββ
Hb Fetal αααα2 γγγγ2 0 – 1%
Hb A αααα2 ββββ2 96 – 98%
Hb A2 αααα2 δδδδ2 2,5 – 3,5%
Paciente 
normal
α γ α γ α γ α γ 
α γ α γ α γ α γ 
α β α β α β α β 
α β α β α β α β 
α δ α δ α δ α δ 
α δ α δ α δ α δ 
Hemoglobina
Hemoglobina
• A síntese do grupamento heme é realizada nas mitocôndrias tendo como 
coenzima o fosfato de piridoxina (B6) estimulado pela eritropoetina. 
• O núcleo de porfirina combina-se com o Fe+2 formando o heme, que se liga 
às cadeias de globina.
Grupamento heme
Glicina + B6
+ Succinil-CoA
δδδδ- ALA
Protoporfirina
Uroporfirinogênio
Coproporfirinogênio
Porfobilinogênio
Fe••
Heme
Fe
MITOCÔNDRIA••
Morfologia eritrocitária
(A) DISTENSÃO SANGUÍNEA:
(1) hipocrômicos;
(2) eritrócitos microcíticos;
(3) célula em alvo;
(4) linfócito;
(5) eritrócito normal.
Macrócito Micrócito
ANISOCITOSE→→→→ Alterações no tamanho dos eritrócitos.
Morfologia eritrocitária
Estomatócito Equinócito
Morfologia eritrocitária
POIQUILOCITOSE→→→→ Alterações na forma dos 
eritrócitos.
Hemácia em lágrima Hemácia em foice 
Morfologia eritrocitária
Microesferócito Eliptócito
Morfologia eritrocitária
Hemácias fragmentadas Hemácias em alvo
Morfologia eritrocitária
Reticulócitos
PACIENTE NORMAL ANEMIA HEMOLÍTICA 
AUTOIMUNE
4 dias 120 dias
Normal
Hipoplásica
Hiperplasia 
eritróide
Eritropoese
ineficaz
SPMO
Avaliação da eritropoese
Hemograma é um exame que avalia as células sanguíneas de um
paciente. O exame é requerido pelo médico para diagnosticar ou controlar
a evolução de uma doença.
Processo Manual
O esfregaço de sangue é usado para fazer uma diferenciação
entre os leucócitos, isto é, fazer uma contagem do número de neutrófilos,
linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos. Chegando-se a uma
porcentagem de cada célula encontrada. Usado também para avaliar a
série vermelha e as plaquetas. É feito com uma pequena gota de sangue
sendo colocada sobre uma lâmina de vidro , onde o técnico fará um
esfregaço, arrastando a gota de sangue com uma outra lâmina , com isso
forma-se uma película.
Hemograma
Número de eritrócitos:
Os valores normais variam de acordo com o sexo e com a idade.
Valores normais:
Homem de 5.000.000 - 5.500.000/dL.
Mulher de 4.500.000 - 5.000.000/dL.
Hematócrito:
É um índice, calculado em porcentagem, definido pelo volume de
todas as células (que contém, além das hemácias, os leucócitos e as
plaquetas) de uma amostra sanguínea sobre o volume total desta amostra.
Os valores variam com o sexo e com a idade.
Valores normais:
Homem de 40 - 50%
Mulher de 36 - 45%.
Hemograma
Hemoglobina:
Homem = Hb 13,5 – 17,5 g/dL
Mulher = 12,5 – 15,5 g/dL
VGM (Volume Globular Médio):
É o índice que ajuda na observação do tamanho das hemácias e
no diagnóstico da anemia:
Normal = 80 - 96fL (normocíticas)
se pequenas são consideradas microcíticas (< 80fl, para adultos),
se grandes consideradas macrocíticas(> 96fl, para adultos).
Série vermelha
CHGM (Concentração de Hemoglobina Globular Média):
É a concentração da hemoglobina dentro de uma hemácia.
Normal é de 32 - 36g/dL.
Como a coloração da hemácia depende da quantidade de hemoglobina elas
são chamadas de:
hemácias hipocrômicas (< 32),
hemácias hipercrômicas (> 36) e
hemácias normocrômicas (no intervalo de normalidade).
RDW (Red Cell Distribution Width):
É um índice que indica a anisocitose (variação de tamanho), sendo o
normal de 11 a 14%, representando a percentagem de variação dos volumes
obtidos. Nem todos os laboratórios fornecem o seu resultado no hemograma.
Série vermelha
Hemácias: Homem de 5.000.000 - 5.500.000/L.
Mulher de 4.500.000 - 5.000.000/L.
Hemoglobina: Homem de 13 a 18 g/ dL
Mulher de 12 a 16 g/ dL
Hematócrito: Homem de 40 - 50%.
Mulher de 36 - 45%.
VGM: 80 a 96 Fl
CHGM: 32 a 36 %
RDW: 11,5 a 14,5 %
Hemograma - Série vermelha