A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Fundamentos de Comércio Exterior - (3) - AV2

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação: GST0304_AV2_201101005181 » FUNDAMENTOS DE COMÉRCIO EXTERIOR
	Tipo de Avaliação: AV2 
	
	Professor:
	JOSE MARCOS MONTEIRO FERREIRA
	Turma: 9002/AB
	Nota da Prova: 4,0 de 8,0        Nota do Trabalho:        Nota de Participação: 2        Data: 17/11/2012
	�
	 1a Questão (Cód.: 85325)
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Quais são e o que significam os canais de conferência aduaneira na importação? 
	
	
	Verde: liberação da mercadoria; Amarelo: exame físico; Vermelho: exame documental e físico; Cinza: análise do valor aduaneiro.
	
	Verde: exame físico da mercadoria; Amarelo: exame documental; Vermelho: processo em exigência; Cinza: análise do valor aduaneiro.
	
	Verde: liberação da mercadoria; Amarelo: autorização de saída; Vermelho: processo em exigência. 
	
	Verde: liberação da mercadoria; Amarelo: exame documental; Vermelho: exame documental e físico.
	
	Verde: liberação da mercadoria; Amarelo: exame documental; Vermelho: exame documental e físico; Cinza: análise do valor aduaneiro.
	
	�
	 2a Questão (Cód.: 14338)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A Organização Mundial do Comércio (OMC) é o órgão que administra, a partir de sua criação, os diversos tratados internacionais realizados como forma de praticar o livre comércio entre as nações influenciando o estabelecimento da legislação nacional de comércio exterior. Quais os tratados administrados, hoje, pela OMC? Assinale a opção correta:
	
	
	SGPC
	
	NAFTA
	
	TRIPS
	
	SGP
	
	KIOTO
	
	�
	 3a Questão (Cód.: 16204)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Os Incoterms tratam única e exclusivamente dos riscos e responsabilidades entre as partes envolvidas nas negociações (importador e exportador). Uma mercadoria importada DDP chegou atrasada ao porto destino gerando custos ao importador. Neste contexto, assinale a única resposta correta:
	
	
	Os custos devem ser pagos ao importador pela seguradora.
	
	Os custos deverão ser pagos ao importador pelo transportador porque ele foi responsável pelo atraso do navio.
	
	Todas as questões acima estão corretas. 
	
	Os custos são de inteira responsabilidade do exportador. Ele deve reembolsar o importador pelo não cumprimento do contrato.
	
	O importador assume os custos porque são de sua inteira responsabilidade.
	
	�
	 4a Questão (Cód.: 55268)
	Pontos: 0,0  / 1,5 
	O que é uma Emenda? Qual o procedimento a ser cumprido para que tenha validade?
	
	
Resposta: Quando se fala em emenda, lembramos das "Emendas Constitucionais", que são alterações (acréscimos/decréscimos de informações) efetuadas nas Leis e/ou Decretos e que passam a fazer parte integrante daquele documento após passar pelas esferas legislativas cabíveis e pela sanção da Presidencia da República.
	
	�
	 5a Questão (Cód.: 10807)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Sobre a competência do Ministério da Fazenda, assinale a única opção correta. 
	
	
	O MF fiscaliza e controla as operações de comércio exterior de exportação por serem determinandes para a entrada de divisas em nosso país.
	
	O MF fiscaliza e controla as operações de comércio exterior em suas atividades administrativas relevantes aos interesses da fazenda nacional.
	
	O MF fiscaliza e controla as operações de comércio exterior, considerando exclusivamente operações com cobertura cambial.
	
	O MF fiscaliza e controla as operações de comércio exterior no tocante às obrigações do Brasil com seus parceiros comerciais.
	
	O MF fiscaliza e controla as operações de comércio exterior de produtos importados no Brasil, considerando exclusivamente operações de elevado valor agregado.
	
	�
	 6a Questão (Cód.: 27481)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	É correto afirmar em relação à "Cláusula da Nação mais favorecida": 
	
	
	A Nação A firma um acordo com a nação B, com a cláusula de Nação mais favorecida. Assim, se B assinar acordo com C, todos os benefícios concedidos serão extensivos à A. 
	
	A Nação A firma um acordo com a nação B, com a cláusula de Nação mais favorecida. Assim, se A assinar acordo com B, todos os benefícios concedidos serão extensivos à C. 
	
	A Nação A firma um acordo com a nação B, com a cláusula de Nação mais favorecida. Assim, se A assinar acordo com C, nem todos os benefícios concedidos serão extensivos à B.
	
	A Nação B firma um acordo com a nação A, com a cláusula de Nação mais favorecida. Assim, se B assinar acordo com A, todos os benefícios concedidos serão extensivos à A. 
	
	A Nação A firma um acordo com a nação B, com a cláusula de Nação mais favorecida. Assim, se D assinar acordo com C, todos os benefícios concedidos serão extensivos à B. 
	
	�
	 7a Questão (Cód.: 53265)
	Pontos: 1,5  / 1,5 
	Descreva sucintamente as modalidades de pagamentos internacionais estudadas, comparando-as quanto à segurança para o importador e para o exportador.
	
	
Resposta: Pagamento antecipado --> alto risco para o importador, que nesse caso precisa ter alta confiança no exportador. Remessa sem saque --> pagamento deve ocorrer em prazo preestabelecido pelo exportador após o embarque da mercadoria. Também é arriscada para o importador. Cobrança documentária --> ocorre a intervenção do banco somente para conferência das documentações. A parte financeira fica a cargo dos players. Carta de Crédito --> é a mais confiável para os players do comércio exterior (importador e exportador), pois tem a intervenção bancária, tanto para documentação quanto para financiamentos.
	
	�
	 8a Questão (Cód.: 16203)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	O Exportador transfere a responsabilidade sobre a mercadoria para o Importador a bordo do navio, já atracado no porto de destino. Assinale o Incoterm que demonstra esta situação.
	
	
	FOB
	
	FAS
	
	DDP
	
	DAT
	
	FCA
	
	�
	 9a Questão (Cód.: 28385)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Tendo sido verificada a existência de discrepâncias na documentação, em uma Carta de Crédito à vista:
	
	
	O banco negociador solicitará uma justificativa fundamentada do exportador para a ocorrência das discrepâncias e, comprovadas razões de força maior, efetuará o pagamento.
	
	O pagamento será feito normalmente se a discrepância for apenas documental.
	
	O pagamento será suspenso. O banco negociador consultará o banco emissor, que, por sua vez, obterá, ou não, o consentimento do importador para prosseguir com a tramitação do Crédito.
	
	Não haverá possibilidade alguma do exportador receber por essa operação.
	
	O exportador deve, ao ser notificado da discrepância, contatar imediatamente o importador para obter, por correspondência registrada, a autorização para receber o pagamento.
	
	�
	 10a Questão (Cód.: 28316)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Após entregar sua mercadoria a uma empresa comercial exportadora responsável pela exportação, a empresa fabricante foi informada que a operação não seria feita e a mercadoria vendida no mercado interno. A conseqüência disso foi:
	
	
	As mercadorias não poderiam ser vendidas no mercado interno.
	
	A empresa fabricante e a empresa comercial tiveram de recolher o IPI e ICMS como uma operação normal no mercado interno.
	
	A empresa intermediária teve a obrigação de recolher o IPI e O ICMS acrescidos de encargos e multas.
	
	A empresa fabricante teve a obrigação de recolher o IPI e O ICMS acrescidos de encargos e multas.
	
	A empresa fabricante e a empresa comercial tiveram a obrigação de recolher o IPI e o ICMS acrescidos de encargos e multas.