A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Redes de Distribuição de Água

Pré-visualização | Página 1 de 1

Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
Professor
Francisco Mauricio de Sá Barreto, Dr.
barreto@ifce.edu.br 
Departamento: Construção Civil
Curso: Saneamento Ambiental
Disciplina: Saneamento ISaneamento I
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
� Definição
• Parte do SAA formada por tubulações e órgãos acessórios 
destinados a colocar água potável (contínua) em quantidade, 
qualidade e pressão adequadas à disposição dos consumidores.
• Componente de maior custo: 50 a 75% do custo total das obras do
SAA.
� Tipos de redes 
�Tipos de canalizações
Principal (conduto tronco ou canalização mestra): maior diâmetro, 
com a finalidade de abastecer as canalizações secundárias;
Secundária: menor diâmetro, com função de abastecer diretamente 
os pontos de consumo do SAA.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
� Classificação
� Ramificada; Malhada; Mista.
I. Ramificada
• Abastecimento se faz a partir de uma tubulação tronco, alimentada 
por um reservatório ou por estação elevatória; a distribuição da 
água e feita diretamente para os condutos secundários. O sentido 
da vazão é conhecido em qualquer trecho. 
• Acidente que interrompa o escoamento em uma tubulação, faz 
comprometer todo o abastecimento nas tubulações à jusante da 
mesma.
• Pontos de derivação de Q e/ou mudança de diâmetros: nós;
• Tubulações entre dois nós: trecho. 
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Esquema de uma rede ramificada.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
� Traçado das Redes Ramificadas
a) Redes em espinha de peixe: conduto principal � derivam-se 
(ramificações) ou outros condutos principais. Traçado utilizado 
para o abastecimento de áreas com desenvolvimento linear. 
Rede ramificada com traçado espinha de peixe.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Rede ramificada com traçado em grelha.
b) Redes em grelha: condutos principais são sensivelmente 
paralelos, ligam-se a uma extremidade a um outro conduto 
principal, que os alimenta.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
II. Rede Malhada
• Tubulações principais � anéis ou blocos;
• Abastece qualquer ponto do sistema por mais de um caminho;
• Maior flexibilidade: satisfazer a demanda, manutenção da rede e 
mínimo de interrupção no fornecimento de água.
a) Rede malhada em anéis
- Comum na maioria das cidades;
- Bom funcionamento: análise apropriada da circulação da água;
- Numero de registros a serem manobrados é elevado, o que torna 
mais trabalhosa a medição das vazões.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Esquema de uma rede malhada com quatro anéis ou malhas
b) Rede malhada em blocos
- Facilidade de controle de perdas;
- Redes internas aos blocos � 2 pontos de alimentação �
favorecem as medições das vazões e o controle de perdas.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
� Vantagens do sistema em blocos
- Controle mais preciso da pressão com melhoria na qualidade da 
distribuição;
-Minimização da área desabastecida (acidentes/manutenção);
-Melhoria da eficiência na manutenção da rede.
� Recomendações
- Ligações domiciliares: redes secundárias;
- Redes secundárias: blocos de redes malhadas, interligada a rede 
principal.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Esquema de uma rede malhada em blocos.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
III. Rede Mista
• Associação de redes ramificadas com as redes malhadas.
Rede ramificada
Esquema de uma rede mista.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
� Alternativas para o fornecimento de água para a rede
a) Reservatório elevado, apoiado, semi-enterrado ou enterrado;
b) Estações elevatórias;
c) Tanque hidropneumático.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Alimentação da rede através de reservatório elevado.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Alimentação da rede através do reservatório de montante e de reservatório de 
sobra à jusante.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Alimentação direta na rede com reservatório de compensação.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Alimentação direta na rede através de vários pontos.
Aula 10: Redes
Baseado em: Tsutiya, 2006
Prof. Mauricio Barreto, Dr.
Abastecimento de água de redes localizadas em setores distintos.