Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Seminário B. Hidro - Salinização

Pré-visualização | Página 1 de 1

Aula: Bacia Hidrográfica 
Processo de salinização 
Disciplina: Seminários II 
Natália Benini Silva 
 
 
UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E 
MUCURI - UFVJM 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 
DIAMANTINA – MG 
DISTRIBUIÇÃO SALINA NA EMBOCADURA E 
ESTUÁRIO DO RIO LIMA EM DIFERENTES 
REGIMES HIDRODINÂMICOS 
José M. P. Vieira 
Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Civil 
Universidade do Minho/Braga. Contato: jvieira@civil.uminho.pt 
José L. S. Pinho 
Professor Auxiliar do Departamento de Engenharia Civil 
Universidade do Minho/Braga. Contato: jpinho@civil.uminho.pt 
Termos Hidrológicos 
• (DES)EMBOCADURA = Lugar onde um rio desemboca, 
foz. 
• ESTUÁRIO = Braço de mar formado pela desembocadura 
de um rio. 
• AFLUENTE = curso d’água que despeja em outro rio. 
• REGIME CAUDAL = variação do volume d’água do rio. 
• MONTANTE = acima de. 
• JUSANTE = abaixo de. 
QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE 
ESTUDAR UMA BACIA 
HIDROGRÁFICA ? 
Fonte: G1, Bertioga, praia de Itaguaré, Santos 17/01/2013 às 8h55 
<http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/01/turistas-buscam-conchas-mas-encontram-caranguejos-em-bertioga.html> 
DISTRIBUIÇÃO SALINA NA EMBOCADURA E 
ESTUÁRIO DO RIO LIMA EM DIFERENTES 
REGIMES HIDRODINÂMICOS 
José M. P. Vieira Professor Catedrático 
Departamento de Engenharia Civil, Universidade do Minho; Braga 
José L. S. Pinho Professor Auxiliar 
Departamento de Engenharia Civil, Universidade do Minho; Braga 
Fonte 
Associação Portuguesa dos Recursos 
Hídricos, APRH 
 
 
 
 
 
Revista Recursos Hídricos 
Volume 31, Nº 2 - Novembro 2010 
 
Introdução 
Estuário “Canal” 
Introdução 
 
Localização 
• Rio Lima, rio luso-espanhol; 
• Superfície de aproximadamente 2450 km²; 
• Extensão do rio Lima, em Portugal, 68 km; 
• Altitude da bacia varia de 1416 à 0 m; 
• Bacia do rio Lima possui forma alongada e possui baixa capacidade 
de armazenamento → RESPOSTA RÁPIDA 
• Elevada pluviosidade, ocorrendo precipitação média anual entre 
1300 e 4200mm; 
• Escoamento anual médio na entrada de Portugal é de 1598 hm³ e 
na foz de 3304 hm³; 
Caso de Estudo Duas interferências: 
Barragem do Alto Lindoso – Situa-se na fronteira da Espanha e é regulador caudal 
do rio Lima junto com a barragem de Touvedo; 
Barragem de Touvedo – Situa-se 17km a jusante da barragem do Alto Lindoso e 
tem como finalidade regular os elevados caudais provenientes do Alto Lindoso. 
Objetivos 
 
• Caracterização dos padrões de distribuição salina (presença de água 
doce) na zona costeira a norte da desembocadura do rio Lima 
resultantes das afluências deste rio; 
 
• Caracterização do regime de caudais do rio Lima; 
 
• Regime de atuação de vento na zona de estudo; 
 
• Avaliação dos padrões de circulação que determinam o transporte 
de água doce para norte. 
Metodologia 
Formulações matemáticas 
• Software RMA2/RMA4 (WES-HL, 1996, WES-HL, 2000). 
 
Modelo hidrodinâmico: 
• Modelo matemático bidimensional no plano horizontal (2DH) para 
simulação da hidrodinâmica e do transporte de sal; 
• Baseado nas equações de conservação de massa e de conservação 
da quantidade de movimento. 
 
Modelo de transporte: 
• Software de modelação do transporte de massa, RMA4, que 
permite avaliar a distribuição de qualquer substância conservativa 
dissolvida na água. 
Metodologia 
 
O domínio modelado foi descrito por uma malha de 
elementos finitos com 8367 elementos triangulares 
quadráticos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Metodologia 
 
• Para a definição do REGIME DE CAUDAIS utilizou-se dados 
disponíveis no SNIRH (Sistema Nacional de Informação de Recursos 
Hídricos) para as estações hidrométricas de Ponte da Barca → 
períodos de 1971 a 2007. 
 
• A MARÉ na zona de estudo é do tipo semi-diurno. Adaptou-se 
uma altura de maré média de 2,76 m. 
 
• A atuação do VENTO foram estabelecidas a partir dos dados da 
estação meteorológica de Viana do Castelo, considerando a ação 
dos ventos S, SW e SE. 
RESULTADOS E CONCLUSÕES 
Resultados e Conclusões 
 
Cenários simulados 
– Simulações hidrodinâmicas sem ação da maré e vento; 
– Simulações hidrodinâmicas com ação da maré; 
– Simulações hidrodinâmicas com ação do vento; 
– Simulações de transporte de sal partindo de um valor máximo 
de salinidade de 35‰ – Oceano –. 
Diferentes regimes de atuação do vento 
+ Concentrado - Concentrado 
Diferentes valores dos caudais fluviais 
+ Concentrado - Concentrado 
Diferentes valores do nível de maré 
+ Concentrado - Concentrado 
Diferentes regimes da atuação caudal 
+ Concentrado - Concentrado 
Fonte: G1, Bertioga, praia de Itaguaré, Santos 17/01/2013 às 8h55 
<http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/01/turistas-buscam-conchas-mas-encontram-caranguejos-em-bertioga.html> 
Contextualizando 
OBRIGADA!