Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas
277 pág.

Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas


DisciplinaMetodologia Científica60.347 materiais1.267.181 seguidores
Pré-visualização50 páginas
cujos pesquisadores 
são indivíduos que procuram o psicólogo ou o psiquiatra para obter ajuda.\u201d (GIL, 
2008, p. 17).
O método clínico tornou-se um dos mais importantes na investigação 
psicológica, em especial depois dos trabalhos de Freud (GIL, 2008). Sua contribuição 
à Psicologia tem sido muito significativa, particularmente no que se refere ao estudo 
dos determinantes inconscientes do comportamento. No entanto, enfatizamos que o 
pesquisador que adota o método clínico deve se precaver de muitos cuidados ao 
propor generalizações, visto que esse método se apoia em casos individuais e envolve 
experiências subjetivas.
2.4.2.7 Método monográfico
O método monográfico tem como princípio de que o estudo de um caso 
em profundidade pode ser considerado representativo de muitos outros ou mesmo 
de todos os casos semelhantes (GIL, 2008). Esses casos podem ser indivíduos, 
instituições, grupos, comunidade etc. Nessa situação, o processo de pesquisa visa a 
examinar o tema selecionado de modo a observar todos os fatores que o influenciam, 
analisando-o em todos os seus aspectos.
Embora reconhecendo a importância de o pesquisador seguir um método 
como referência, entendemos que o ideal é empregar métodos e não um método, 
visando a ampliar as possibilidades de análise, considerando que não há apenas uma 
forma capaz de abarcar toda complexidade das investigações. 
2.5 QuADROS TEÓRICOS DE REFERÊNCIA
As teorias são muito importantes no processo de investigação em ciências 
sociais.
Elas proporcionam a adequada definição de conceitos, bem como 
o estabelecimento de sistemas conceituais; indicam lacunas no 
conhecimento; auxiliam na construção de hipóteses; explicam, generalizam 
e sintetizam os conhecimentos e sugerem a metodologia apropriada para 
a investigação. (TRUJILLO FERRARI, 1982, p. 119 apud GIL, 2008, p. 18).
Metodologia do Trabalho Científico 40
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
Conforme Gil (2008), significativa parte das teorias desenvolvidas no âmbito 
das ciências sociais pode ser chamada de \u201cteorias de médio alcance\u201d, já que 
desempenham papel limitado no campo da investigação científica. Outras, no entanto, 
encontram-se elaboradas de tal forma que ambicionam se constituir como \u201cquadros 
de referência\u201d, subordinando outras teorias e sugerindo normas de procedimento 
científico. Alguns desses \u201cquadros de referência\u201d ou \u201cgrandes teorias\u201d chegam mesmo 
a ser designados como métodos. É o caso do funcionalismo, do estruturalismo, da 
\u201ccompreensão\u201d, do materialismo histórico e da etnometodologia. Vejamos o Quadro 4:
Quadro 4 \u2013 Características dos métodos com base no quadro de referência adotado
Quadro de 
referência 
(paradigmas)
descrição sumária
autores de 
referência
Funcionalismo
Ênfase nas relações e no ajustamento entre os 
componentes de uma cultura ou sociedade. As formações 
sociais são determinadas pelas necessidades biológicas 
e psíquicas. O pressuposto é de que toda parte (do todo) 
desempenha uma função.
Durkheim
Estruturalismo
A análise tem como foco as relações entre os diversos 
elementos de um sistema. Considera que cada elemento 
existe em relação aos demais e em relação ao todo. A 
explicação da realidade é dada a partir da noção de 
estrutura.
Lévi-Strauss
Hermenêutica
(Compreensão)
Ênfase no papel do sujeito da ação e reconhece a 
parcialidade da visão do observador. Ao propor modelos 
de representação de variáveis e de tipos, busca a 
interpretação dos significados das coisas.
Hans-Georg 
Gadamer
Martin 
Heidegger
Max Weber
Materialismo
Histórico
Com fundamento no método dialético, considera que a 
ordem social tem por base a produção e o intercâmbio de 
produtos.
Marx e Engel
Etnometodologia
Com base nos pressupostos da fenomenologia, os objetos 
e suas relações são estudados ao longo do tempo com 
o envolvimento e a inclusão do observador no processo. 
Pressupõe o contato direto com o dado, as pessoas, o 
fenômeno etc. 
Harold 
Garfinkel
Fonte: adaptado de Gil (2008, p. 18-24)
CaPaSuMáRIO PRINCIPAlvOlTAR AvANçARSuMáRIO CAPíTulO
3.1 o QUE é PESQUiSa? ..................................................42
3.2 aSPECtoS étiCoS da PESQUiSa CiEntíFiCa ...45
3.3 CaraCtEríStiCaS da PESQUiSa CiEntíFiCa ..48
3.4 ClaSSiFiCaÇÃo daS PESQUiSaS ..........................49
3.4.1 Do ponto de vista da sua natureza ........................................................ 51
3.4.2 Do ponto de vista de seus objetivos ...................................................... 51
3.4.3 Do ponto de vista dos procedimentos técnicos ......................................54
3.4.4 Do ponto de vista da forma de abordagem do problema ......................69
3.5 EtaPaS da PESQUiSa ..............................................73
3.5.1 O planejamento da pesquisa ..................................................................73
3.5.2 Atitudes do pesquisador .........................................................................73
3.5.3 Fases da pesquisa .................................................................................. 74
3PESQUiSa CiEntíFiCa .....................................41-118
Metodologia do Trabalho Científico 42
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
33 PESQUiSa CiEntíFiCa
3.1 O QuE É PESQuISA?
Nos cursos, em todos os níveis, exigimos, da parte do estudante, alguma 
atividade de pesquisa. Esta, efetivamente, tem sido quase sempre mal compreendida 
quanto à sua natureza e à finalidade por parte de alguns alunos e professores. Muito do 
que chamamos de pesquisa não passa de simples compilação ou cópia de algumas 
informações desordenadas ou opiniões várias sobre determinado assunto e, o que é 
pior, não referenciadas devidamente. Para Demo (2000, p. 20), \u201cPesquisa é entendida 
tanto como procedimento de fabricação do conhecimento, quanto como procedimento 
de aprendizagem (princípio científico e educativo), sendo parte integrante de todo 
processo reconstrutivo de conhecimento.\u201d
A finalidade da pesquisa é \u201cresolver problemas e solucionar dúvidas, mediante 
a utilização de procedimentos científicos\u201d (BARROS; LEHFELD, 2000a, p. 14) e a partir 
de interrogações formuladas em relação a pontos ou fatos que permanecem obscuros 
e necessitam de explicações plausíveis e respostas que venham a elucidá-las. Para 
isso, há vários tipos de pesquisas que proporcionam a coleta de dados sobre o que 
desejamos investigar.
Algumas razões para eleger uma pesquisa específica são evidenciadas na 
determinação do pesquisador em realizá-la, entre as quais, as intelectuais, baseadas 
na vontade de ampliar o saber sobre o assunto escolhido, \u201catendendo ao desejo quase 
que genérico do ser humano de conhecer-se a si mesmo e a realidade circundante.\u201d 
(NASCIMENTO, 2002, p. 55). Nessa jornada,
[...] chega-se a um conhecimento novo ou totalmente novo, isto é, 
[...] [ele] pode aprender algo que ignorava anteriormente, porém já 
conhecido por outro, ou chegar a dados desconhecidos por todos. Pela 
pesquisa, chega-se a uma maior precisão teórica sobre os fenômenos 
ou problemas da realidade. (BARROS; LEHFELD, 2000b, p. 68).
Metodologia do Trabalho Científico 43
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
A pesquisa científica é a realização de um estudo planejado, sendo o método 
de abordagem do problema o que caracteriza o aspecto científico da investigação. 
Sua finalidade é descobrir respostas para questões mediante a aplicação do método 
científico. A pesquisa sempre parte de um problema, de uma interrogação, uma 
situação para a qual o repertório de conhecimento disponível não gera resposta 
adequada. Para solucionar esse problema, são levantadas hipóteses que podem ser 
confirmadas ou refutadas pela pesquisa. Portanto, toda pesquisa se baseia em uma 
teoria que serve como ponto de partida para
Renan
Renan fez um comentário
olá querida, onde podemos conseguir em pdf. vc pode nos ajudar?
0 aprovações
Evandro
Evandro fez um comentário
Não consigo abrir.Por quê?
0 aprovações
Fábio
Fábio fez um comentário
Obrigado!!
0 aprovações
Carregar mais