Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas
277 pág.

Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas


DisciplinaMetodologia Científica60.373 materiais1.268.106 seguidores
Pré-visualização50 páginas
um exercício que permite despertar o 
espírito de investigação diante dos trabalhos e problemas sugeridos ou propostos 
pelos professores e orientadores.
Destacamos que \u201co planejamento de uma pesquisa depende tanto do 
problema a ser estudado, da sua natureza e situação espaço-temporal em que se 
encontra, quanto da natureza e nível de conhecimento do pesquisador.\u201d (KÖCHE, 
Metodologia do Trabalho Científico 50
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
2007, p. 122). Isso significa que podem existir vários tipos de pesquisa. Cada tipo 
possui, além do núcleo comum de procedimentos, suas peculiaridades próprias. A 
seguir, serão caracterizados a pesquisa bibliográfica, a experimental e os vários tipos 
de pesquisa descritiva. 
De acordo com Demo (2000), as pesquisas variam conforme seus gêneros. 
Assim, a pesquisa pode ser:
a) teórica, dedicada a estudar teorias;
b) metodológica, que se ocupa dos modos de se fazer ciência;
c) empírica, dedicada a codificar a face mensurável da realidade social;
d) prática ou pesquisa-ação, voltada para intervir na realidade social.
e) Para Andrade (1997), as pesquisas podem ser: 
f) observações ou descrições originais de fenômenos naturais, espécies novas, 
estruturas e funções, mutações e variações, dados ecológicos etc.;
g) trabalhos experimentais, que submetem o fenômeno estudado às condições 
controladas da experiência, abrangendo os mais variados campos; 
h) trabalhos teóricos, de análise ou síntese de conhecimentos, levando à 
produção de conceitos novos, por via indutiva ou dedutiva, apresentação de 
hipóteses, teorias etc.
Dito isso, é necessário acrescentar que nenhum tipo de pesquisa é 
autossuficiente. Na prática, mesclamos todos, acentuando um ou outro tipo. Segundo 
Demo (2000, p. 22), 
[...] todas as pesquisas são ideológicas, pelo menos no sentido de que 
implicam posicionamento implícito por trás de conceitos e números; a 
pesquisa prática faz isso explicitamente. Todas as pesquisas carecem 
de fundamento teórico e metodológico e só têm a ganhar se puderem, 
além da estringência categorial, apontar possibilidades de intervenção 
ou localização concreta.
Existem várias formas de classificar as pesquisas. As formas clássicas de 
classificação serão apresentadas na Figura 2.
Metodologia do Trabalho Científico 51
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
Figura 2 \u2013 Tipos de pesquisa científica
Fonte: adaptado de Silva (2004)
3.4.1 do ponto de vista da sua natureza
A pesquisa, sob o ponto de vista da sua natureza, pode ser:
a) pesquisa básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis para o avanço 
da ciência sem aplicação prática prevista. Envolve verdades e interesses 
universais;
b) pesquisa aplicada: objetiva gerar conhecimentos para aplicação prática 
dirigidos à solução de problemas específicos. Envolve verdades e interesses 
locais.
3.4.2 do ponto de vista de seus objetivos
A pesquisa, sob o ponto de vista de seus objetivos, pode ser:
a) Pesquisa exploratória: quando a pesquisa se encontra na fase preliminar, 
tem como finalidade proporcionar mais informações sobre o assunto que 
Metodologia do Trabalho Científico 52
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
vamos investigar, possibilitando sua definição e seu delineamento, isto é, 
facilitar a delimitação do tema da pesquisa; orientar a fixação dos objetivos 
e a formulação das hipóteses ou descobrir um novo tipo de enfoque para o 
assunto. Assume, em geral, as formas de pesquisas bibliográficas e estudos 
de caso. 
A pesquisa exploratória possui planejamento flexível, o que permite o estudo 
do tema sob diversos ângulos e aspectos. Em geral, envolve:
- levantamento bibliográfico;
- entrevistas com pessoas que tiveram experiências práticas com o problema 
pesquisado; 
- análise de exemplos que estimulem a compreensão.
b) Pesquisa descritiva: quando o pesquisador apenas registra e descreve os 
fatos observados sem interferir neles. Visa a descrever as características 
de determinada população ou fenômeno ou o estabelecimento de relações 
entre variáveis. Envolve o uso de técnicas padronizadas de coleta de dados: 
questionário e observação sistemática. Assume, em geral, a forma de 
Levantamento.
Tal pesquisa observa, registra, analisa e ordena dados, sem manipulá-los, 
isto é, sem interferência do pesquisador. Procura descobrir a frequência com que um 
fato ocorre, sua natureza, suas características, causas, relações com outros fatos. 
Assim, para coletar tais dados, utiliza-se de técnicas específicas, dentre as quais se 
destacam a entrevista, o formulário, o questionário, o teste e a observação.
A diferença entre a pesquisa experimental e a pesquisa descritiva é que esta 
procura classificar, explicar e interpretar fatos que ocorrem, enquanto a pesquisa 
experimental pretende demonstrar o modo ou as causas pelas quais um fato é 
produzido.
Nas pesquisas descritivas, os fatos são observados, registrados, analisados, 
classificados e interpretados, sem que o pesquisador interfira sobre eles, ou seja, 
os fenômenos do mundo físico e humano são estudados, mas não são manipulados 
pelo pesquisador. Incluem-se, entre as pesquisas descritivas, a maioria daquelas 
desenvolvidas nas ciências humanas e sociais, como as pesquisas de opinião, 
mercadológicas, os levantamentos socioeconômicos e psicossociais. Podemos citar, 
como exemplo, aquelas que têm por objetivo estudar as características de um grupo: 
distribuição por idade, sexo, procedência, nível de escolaridade, estado de saúde 
Metodologia do Trabalho Científico 53
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
física e mental; as que se propõem a estudar o nível de atendimento dos órgãos 
públicos de uma comunidade, as condições de habitação de seus moradores, o índice 
de criminalidade; as que têm por objetivo levantar as opiniões, atitudes e crenças de 
uma população, bem como descobrir a existência de associações entre variáveis, por 
exemplo, as pesquisas eleitorais, que indicam a relação entre preferência político-
partidária e nível de rendimentos e/ou escolaridade. Uma das características mais 
significativas das pesquisas descritivas é a utilização de técnicas padronizadas de 
coleta de dados, como o questionário e a observação sistemática. 
As pesquisas descritivas são, juntamente com as pesquisas exploratórias, as 
que habitualmente realizam os pesquisadores sociais preocupados com a atuação 
prática. Em sua forma mais simples, as pesquisas descritivas aproximam-se das 
exploratórias, quando proporcionam uma nova visão do problema. Em outros casos, 
quando ultrapassam a identificação das relações entre as variáveis, procurando 
estabelecer a natureza dessas relações, aproximam-se das pesquisas explicativas.
c) Pesquisa explicativa: quando o pesquisador procura explicar os porquês das 
coisas e suas causas, por meio do registro, da análise, da classificação e da 
interpretação dos fenômenos observados. Visa a identificar os fatores que 
determinam ou contribuem para a ocorrência dos fenômenos; \u201caprofunda o 
conhecimento da realidade porque explica a razão, o porquê das coisas.\u201d 
(GIL, 2010, p. 28). 
Quando realizada nas ciências naturais, requer o uso do método experimental 
e, nas ciências sociais, requer o uso do método observacional. Assume, em geral, as 
formas de Pesquisa Experimental e Pesquisa Ex-post-facto. As pesquisas explicativas 
são mais complexas, pois, além de registrar, analisar, classificar e interpretar os 
fenômenos estudados, têm como preocupação central identificar seus fatores 
determinantes. Esse tipo de pesquisa é o que mais aprofunda o conhecimento da 
realidade, porque explica a razão, o porquê das coisas e, por esse motivo, está mais 
sujeita a erros.
A maioria das pesquisas explicativas utiliza o método experimental, que 
possibilita a manipulação
Renan
Renan fez um comentário
olá querida, onde podemos conseguir em pdf. vc pode nos ajudar?
0 aprovações
Evandro
Evandro fez um comentário
Não consigo abrir.Por quê?
0 aprovações
Fábio
Fábio fez um comentário
Obrigado!!
0 aprovações
Carregar mais