Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas
277 pág.

Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas


DisciplinaMetodologia Científica60.347 materiais1.267.181 seguidores
Pré-visualização50 páginas
predominantemente quantitativa ou qualitativa. Numa pesquisa em que 
a abordagem é basicamente quantitativa, o pesquisador se limita à descrição factual 
deste ou daquele evento, ignorando a complexidade da realidade social.
f) Estudo de caso: quando envolve o estudo profundo e exaustivo de um 
ou poucos objetos de maneira que permita o seu amplo e detalhado 
conhecimento (YIN, 2001). O estudo de caso possui uma metodologia de 
pesquisa classificada como Aplicada, na qual se busca a aplicação prática 
de conhecimentos para a solução de problemas sociais (BOAVENTURA, 
2004). Gil (2008) complementa afirmando que as pesquisas com esse tipo 
de natureza estão voltadas mais para a aplicação imediata de conhecimentos 
em uma realidade circunstancial, relevando o desenvolvimento de teorias. 
O estudo de caso consiste em coletar e analisar informações sobre 
determinado indivíduo, uma família, um grupo ou uma comunidade, a fim de estudar 
aspectos variados de sua vida, de acordo com o assunto da pesquisa. É um tipo de 
pesquisa qualitativa e/ou quantitativa, entendido como uma categoria de investigação 
que tem como objeto o estudo de uma unidade de forma aprofundada, podendo tratar-
se de um sujeito, de um grupo de pessoas, de uma comunidade etc. São necessários 
alguns requisitos básicos para sua realização, entre os quais, severidade, objetivação, 
originalidade e coerência.
O estudo de caso refere-se ao estudo minucioso e profundo de um ou mais 
objetos (YIN, 2001). Pode permitir novas descobertas de aspectos que não foram 
previstos inicialmente. De acordo com Schramm (apud YIN, 2001), a essência do 
estudo de caso é tentar esclarecer uma decisão, ou um conjunto de decisões, seus 
motivos, implementações e resultados. Gil (2010, p. 37) afirma que o estudo de caso 
\u201cconsiste no estudo profundo e exaustivo de um ou mais objetos, de maneira que 
permita seu amplo e detalhado conhecimento.\u201d Define-se, também, um estudo de 
caso da seguinte maneira: \u201c[...] é uma estratégia de pesquisa que busca examinar 
um fenômeno contemporâneo dentro de seu contexto. [...] Igualmente, estudos de 
caso diferem do método histórico, por se referirem ao presente e não ao passado.\u201d 
Metodologia do Trabalho Científico 61
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
(YIN, 1981 apud ROESCH, 1999, p. 155). Este busca estudar um objeto com maior 
precisão, por exemplo: análise de casos sobre viabilidade econômico-financeira de 
investimentos, de um novo negócio, de um novo empreendimento.
Por lidar com fatos/fenômenos normalmente isolados, o estudo de caso exige do 
pesquisador grande equilíbrio intelectual e capacidade de observação (\u2018olho clínico\u2019), 
além de parcimônia (moderação) quanto à generalização dos resultados. De acordo 
com Yin (2001, p. 32), \u201cum estudo de caso é uma investigação empírica que investiga 
um fenômeno contemporâneo dentro de seu contexto da vida real, especialmente 
quando os limites entre o fenômeno e contexto não estão claramente definidos.\u201d 
Dito de outra forma, podemos utilizar o procedimento técnico estudo de 
caso quando deliberadamente quisermos trabalhar com condições contextuais \u2013 
acreditando que elas seriam significativas e pertinentes ao fenômeno estudado (YIN, 
2001). Exemplificamos uma primeira possibilidade: uma testagem e/ou experimento 
podem deliberadamente separar um fenômeno de seu contexto, da maneira que se 
torna possível dedicar algum espaço e atenção para apenas algumas variáveis, visto 
que, de forma geral, o contexto é \u201ccontrolado\u201d pelo ambiente de laboratório. Também, 
como uma segunda possibilidade, destacamos algumas particularidades de estudos 
envolvendo fenômeno e contexto que \u201cnão são sempre discerníveis em situações da 
vida real\u201d (YIN, 2001, p. 32), o que demandaria \u201cum conjunto de outras características 
técnicas, como a coleta de dados e as estratégias de análise de dados.\u201d (YIN, 2001, 
p. 32). Nessa segunda possibilidade, poderíamos enquadrar como estudos de caso, 
por exemplo, experimento psicológico, levantamento empresarial, análise econômica 
(viabilidade financeira etc.). Para esses casos mencionados, e outros similares, podemos 
inferir que esses se coadunariam mais especificamente como pesquisa indutiva (vide 
Método indutivo, seção 2.4.1.2), pois o estudo de caso único é utilizado como introdução 
a um estudo mais apurado ou, ainda, como caso-piloto para a investigação.
Martins (2006, p. 11) ressalta que \u201ccomo estratégia de pesquisa, um Estudo 
de Caso, independentemente de qualquer tipologia, orientará a busca de explicações 
e interpretações convincentes para situações que envolvam fenômenos sociais 
complexos\u201d, e, também, a elaboração \u201cde uma teoria explicativa do caso que possibilite 
condições para se fazerem inferências analíticas sobre proposições constatadas no 
estudo e outros conhecimentos encontrados.\u201d (MARTINS, 2006, p. 12). 
Portanto, a investigação de estudo de caso, conforme Yin (2001, p. 32-33), 
[...] enfrenta uma situação tecnicamente única em que haverá muito mais 
variáveis de interesse do que pontos de dados, e, como resultado, [...] 
baseia-se em várias fontes de evidências, com os dados precisando 
Metodologia do Trabalho Científico 62
Capasumário principalvoltar avançarsumário capítulo
convergir em um formato de triângulo, e, como outro resultado, [...] 
beneficia-se do desenvolvimento prévio de proposições teóricas para 
conduzir a coleta e a análise de dados.
Dito de outra maneira, \u201co estudo de caso como estratégia de pesquisa 
compreende um método que abrange tudo \u2013 com a lógica de planejamento 
incorporando abordagens específicas à coleta de dados e à análise de dados.\u201d (YIN, 
2001, p. 33). Desse modo, então, o estudo de caso não se caracteriza como uma 
maneira específica para a coleta de dados nem simplesmente uma característica do 
planejamento de pesquisa em si; é sim uma estratégia de pesquisa abrangente.
Dito isso, o estudo de caso vem sendo utilizado com frequência pelos 
pesquisadores sociais, visto servir a pesquisas com diferentes propósitos, como:
- explorar situações da vida real cujos limites não estejam claramente definidos;
- descrever a situação do contexto em que está sendo feita determinada 
investigação; 
- explicar as variáveis causais de determinado fenômeno em situações muito 
complexas que não possibilitem a utilização de levantamentos e experimentos.
O estudo de caso pode ser utilizado tanto em pesquisas exploratórias quanto 
em descritivas e explicativas. Cabe destacar, no entanto, que existem limitações em 
relação ao estudo de caso, como as que são indicadas a seguir (YIN, 2001):
- falta de rigor metodológico: \u201cpor muitas e muitas vezes, o pesquisador de 
estudo de caso foi negligente e permitiu que se aceitassem evidências 
equivocadas ou visões tendenciosas para influenciar o significado das 
descobertas e das conclusões.\u201d (YIN, 2001, p. 29-30). O que propomos ao 
pesquisador disposto a desenvolver estudos de caso é que redobre seus 
cuidados tanto no planejamento quanto na coleta e análise dos dados;
- dificuldade de generalização: a análise de um único ou mesmo de múltiplos 
casos fornece uma base muito frágil para a generalização científica. Todavia, 
os propósitos do estudo de caso não são os de proporcionar o conhecimento 
preciso das características de uma população a partir de procedimentos 
estatísticos, mas, sim, o de expandir ou generalizar proposições teóricas. O 
maior risco do estudo de caso único é que a explicação cientifica mostre-se 
frágil, devido a possíveis incidências de fenômenos encontrados apenas no 
universo pesquisado, o que pode comprometer a confiabilidade dos achados 
da pesquisa. Em qualquer das alternativas, o pesquisador deverá compor um 
cenário que corresponda à teoria que fundamenta a pesquisa e que se revele 
Metodologia do Trabalho Científico 63
Capasumário principalvoltar avançarsumário
Renan
Renan fez um comentário
olá querida, onde podemos conseguir em pdf. vc pode nos ajudar?
0 aprovações
Evandro
Evandro fez um comentário
Não consigo abrir.Por quê?
0 aprovações
Fábio
Fábio fez um comentário
Obrigado!!
0 aprovações
Carregar mais