GESTAO
32 pág.

GESTAO


DisciplinaGestão4.867 materiais10.663 seguidores
Pré-visualização9 páginas
livro exigido pela lei fiscal
	
	
	Omitir informação, ou prestar declaração falsa às autoridades fazendárias
	
	 
	Elaborar, distribuir, fornecer, emitir ou utilizar documento que saiba ou deva saber falso ou inexato
	
	 
	Fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada
	
	
	Falsificar ou alterar nota fiscal, fatura, duplicata, nota de venda, ou qualquer outro documento relativo à operação tributável
	
	
	
		2.
		Analise as assertivas abaixo e assinale a que NÃO constitui crime contra a ordem tributária:
	
	
	
	
	 
	Prestar informação às autoridades fazendárias a respeito dos tributos ou contribuição social e qualquer acessório
	
	
	Fraudar a fiscalização tributária, inserindo elementos inexatos em documento ou livro exigido pela lei fiscal
	
	
	Deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal relativa a venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada
	
	
	Falsificar ou alterar nota fiscal ou qualquer outro documento relativo à operação tributável
	
	
	Elaborar, distribuir, fornecer, emitir ou utilizar documento falso ou inexato
	
	
	
		3.
		Os crimes fiscais ou a evasão fiscal estão previstos na Lei 8.137/90, que regula os Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo. Analise as assertivas abaixo e identifique a alternativa correta: (I) Constitui crime contra a ordem tributária fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa à venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada. (II) A legislação tributária considera como crimes fiscais a sonegação, a fraude, a simulação e o conluio. (III) Fraude é toda ação ou omissão voluntária e consciente, realizada de forma dolosa, com o objetivo de inviabilizar a ocorrência do fato gerador da obrigação tributária principal, ou de retardar seu conhecimento por parte do ente público responsável. (IV) Sonegação consiste num ato ilícito, voluntário e consciente, praticado pelo contribuinte com a finalidade de se eximir da obrigação tributária. (V) Conluio consiste no ajuste realizado pelos contribuintes com o objetivo de obter economia fiscal ilícita, ou seja, é quando duas ou mais pessoas realizam ajustes visando à sonegação fiscal ou a fraude fiscal. Estão corretas as assertivas:
	
	
	
	
	
	I e II
	
	 
	IV e V
	
	
	III e IV
	
	 
	II e V
	
	
	I e IV
	
	
		4.
		Quanto ao contencioso fiscal, assinale a alternativa FALSA:
	
	
	
	
	
	Conforme determina a legislação vigente, o contencioso fiscal permite aos sujeitos passivos da obrigação tributária o direito de reclamar ou de recorrer dos atos praticados pela administração tributária.
	
	
	Mediante defesa administrativa de fato e de direito, com todas as provas que possam anular a cobrança dos tributos, o contribuinte poderá impugnar os atos praticados pelos órgãos fiscalizadores.
	
	
	Contencioso fiscal pode ser definido como a situação em que o sujeito passivo da obrigação tributária encontra-se em litígio com a administração fiscal em virtude de dúvidas ou discordâncias.
	
	 
	Quando autuado pela fiscalização tributária, o contribuinte não tem o direito de defender-se na instância administrativa, ou seja, ele será obrigado a recorrer de imediato ao poder judiciário.
	
	 
	O contribuinte que não lograr êxito no processo na esfera administrativa poderá recorrer ao Poder Judiciário.
	
	
	
		5.
		A respeito dos crimes fiscais é correto afirmar que:
	
	
	
	
	 
	Fraude é toda ação ou omissão dolosa tendente a impedir ou retardar, total ou parcialmente, o conhecimento por parte da autoridade fazendária da ocorrência do fato gerador da obrigação tributária principal
	
	
	Sonegação é o ajuste doloso entre duas ou mais pessoas naturais ou jurídicas, visando à sonegação ou a fraude
	
	
	Sonegação é um ato involuntário e inconsciente que tem como objetivo demonstrar o fato gerador da obrigação tributária
	
	 
	A simulação é um ato voluntário e consciente que tem como objetivo ocultar ou esconder o fato gerador da obrigação tributária
	
	
	Conluio é toda ação ou omissão dolosa tendente a impedir ou retardar, total ou parcialmente, a ocorrência do fato gerador da obrigação tributária principal, ou a excluir ou modificar as suas características essenciais, de modo a reduzir o montante do imposto devido
	
	
	
		6.
		Com base no seu conhecimento sobre contencioso fiscal, analise as assertivas: I - A situação em que o sujeito passivo da obrigação tributária encontra-se em litígio com a administração fiscal em virtude de dúvidas ou discordâncias é denominada de contencioso fiscal. II - De acordo com a legislação tributária, o contencioso fiscal permite aos sujeitos passivos da obrigação tributária o direito de reclamar ou de recorrer dos atos praticados pela administração tributária. III - No caso de ser autuado pela fiscalização tributária, ao contribuinte não é dado o direito de defender-se na instância administrativa, isto é, ele será obrigado a recorrer de imediato ao poder judiciário. IV - Os atos praticados pelos órgãos fiscalizadores podem ser impugnados pelo contribuinte, mediante defesa administrativa de fato e de direito, com todas as provas que possam anular a cobrança dos tributos. V - O contribuinte que não lograr êxito no processo na esfera administrativa, não poderá recorrer ao Poder Judiciário. Estão corretas as assertivas:
	
	
	
	
	
	III, IV e IV
	
	 
	I , II e IV
	
	
	II, III e V
	
	 
	I, II e III
	
	
	I, III e IV
Mari
Mari fez um comentário
qual o cálculo desta questão -> 5) Uma determinada companhia, optante pelo lucro real, apresentou no ano de X10 um prejuízo contábil de R$195.000, neste incluídas despesas dedutíveis de R$45.000. Em X11, a Cia apresentou lucro contábil de R$543.000, no qual constavam despesas não dedutíveis de R$68.000 e receitas não tributáveis no valor de R$41.000. Com base nas informações apresentadas calcule o IRPJ a pagar referente a X1 ... Veja mais
0 aprovações
Carregar mais