Nutrição e Saúde
231 pág.

Nutrição e Saúde


DisciplinaNutrição31.119 materiais223.736 seguidores
Pré-visualização50 páginas
mamária contraindo-as, provocando o movimento do leite por meio dos ductos e 
seios lactíferos, sendo este processo conhecido como a descida do leite.
Os fatores que inibem a liberação da ocitocina são: o estresse, devido a ação do hormônio adrenalina 
que reprime a ejeção do leite; temor, ansiedade, dor, cansaço e ingestão de bebidas alcoólicas.
A ocitocina desempenha também papel importante na estimulação da contração da musculatura 
uterina auxiliando a involução do útero.
Outros fatores que atuam auxiliando no reflexo da ejeção do leite são estímulos visuais, auditivos ou 
de condicionamento. Já foi relatado que mães, ao ouvirem o choro ou pensarem no bebê sentem a liberação 
do leite.
Em relação à prolactina e à ocitocina, alguns estudos realizados no sentido de explorar os efeitos 
comportamentais dos hormônios envolvidos nos diferentes episódios da vida sexual (ato sexual, parto e 
lactação), citam o estrogênio atuando como ativador dos receptores sensíveis desses dois hormônios, 
apresentando após o parto a ocitocina como um hormônio altruísta e a prolactina um hormônio materno, 
ambos se complementando. 
Nutrição e saúde 106SUMÁRIO
REFERÊNCIAS
ACCIOLY, Elizabeth et al. Nutrição em obstetrícia e pediatria. Rio de Janeiro: Cultura médica, 2010.
ALMEIDA, Elaine A.; MARTINS FILHO, José. O contato precoce mãe-filho e sua contribuição para o sucesso do 
aleitamento materno. Rev. Ciência médica. 13(4): 381-388, out./dez. 2004.
CIAMPO, Luiz A. D.; et al. Aleitamento materno, passagens e transferências mãe-filho. São Paulo: Atheneu, 2006.
DEODATO, Virginia. Amamentação o melhor início para a vida. São Paulo: Santos, 2006.
MAHAN, Kathleen L.; ESCOTT-STUMP, Sylvia. KRAUSE \u2013 alimentos, nutrição e dietoterapia. São Paulo: Roca, 2005.
MATUHARA, Angela M.; NAGANUMA, Masuco. Manual instrucional para aleitamento materno de recém- nascidos 
pré-termo. Pediatria. 28(2): 81-90. 2006.
VASCONCELOS, Maria J. O. B. et al. Nutrição clínica \u2013 obstetrícia e pediatria. Rio de Janeiro: Científica, 2011.
VITOLO, Márcia R. Nutrição da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro: Rubio, 2008.
Nutrição e saúde 107SUMÁRIO
INTERCORRÊNCIAS MAMÁRIAS \u2013 CUIDADOS E DESAFIOS PARA PREVENÇÃO 
E TRATAMENTO
Vanessa Dinarte Ribeiro
Simone Morelo Dal Bosco 
INTRODUÇÃO
As intercorrências mamárias são consideradas uma das principais causas para a interrupção de 
aleitamento materno exclusivo precoce devido à dor e ao desconforto enfrentados pelas nutrizes, podendo 
evoluir para complicações graves se não tratadas inicialmente. É fundamental o apoio e o auxílio dos 
profissionais de saúde capacitados para atuar adequadamente desde período pré-natal até o estabelecimento 
da amamentação em relação à prevenção e ao tratamento destas intercorrências, incentivando e encorajando 
para que não haja a desistência da amamentação, prejudicando o primeiro contato entre o binômio mãe-
fillho.
MAMILOS PLANOS OU INVERTIDOS
Algumas mulheres possuem o que chamamos de mamilos planos, por estes praticamente não se 
sobressaírem em relação à aréola e há certa dificuldade em projetá-los para fora quando estimulados. Existem 
outros casos em que os mamilos podem ser invertidos e apresentam-se retraídos, ou seja, se contraem ou se 
projetam para dentro no momento em que recebem algum estímulo.
Independente da situação é comum à desistência do aleitamento materno devido às dificuldades 
encontradas - na maioria dos casos pela deficiência de orientação, apoio e incentivo às mães por parte dos 
profissionais de saúde e pela falta de suporte familiar. É importante salientar que, quando a mulher recebe a 
atenção e o cuidado necessário, o aleitamento materno exclusivo pode ser obtido com sucesso em ambas as 
situações.
Diagnóstico
O primeiro passo é identificar o tipo de mamilo durante a gestação e iniciar o manejo de maneira 
adequada. Para garantir uma boa sucção do bebê, o ideal é que a mulher tenha os mamilos protrusos. Caso 
eles não sejam, o diagnóstico é feito pressionando a aréola entre o polegar e o dedo indicador, o mamilo 
plano protrai e o invertido retrai. Isso não representa sempre um problema, pois o bebê faz um \u201cbico\u201d com 
a aréola, embora em alguns casos possa haver uma dificuldade maior de pega no início do estabelecimento 
da amamentação. De modo geral, ao longo da gestação, naturalmente a portabilidade dos mamilos tende a 
aumentar. Quando isto não ocorre, a mãe deve receber apoio imediato após o parto. 
Prevenção e tratamento
Alguns especialistas sugerem a prática do exercício de Hoffman que consiste em posicionar o polegar 
e o dedo indicador em lados opostos da base do mamilo e pressionar para dentro e puxar suavemente para 
fora. É preciso ter cuidado nesta prática, pois o excesso de estímulo durante o período gestacional pode 
gerar contração uterina e, consequentemente, induzir a um parto prematuro, principalmente em gestações 
consideradas de risco. 
Vale ressaltar que é fundamental promover a autoconfiança materna para que haja a superação destes 
obstáculos, garantindo êxito ao estabelecimento do aleitamento materno. Além da autoconfiança, algumas 
manobras podem beneficiar a amamentação como a prática de ordenha manual de leite materno em situações 
em que o recém-nascido apresenta dificuldade inicial para sugar de maneira adequada. Esta prática ajuda 
na produção láctea e deixa as mamas mais macias facilitando à pega, oferecer o leite ordenhado com o 
uso de copinho, orientar a técnica correta de amamentação para auxiliar a pega, experimentar diferentes 
posições para verificar qual a dupla mãe/filho se adapta melhor, estimular o mamilo com um toque antes 
das mamadas para fazer com que ele aumente e o uso de compressas frias nos mamilos. 
Nutrição e saúde 108SUMÁRIO
O Ministério da Saúde (MS) recomenda uma técnica que é indicada para fazer o movimento de sucção 
e pode ser aplicada antes e durante os intervalos das mamadas. Para realizar esta técnica é necessário uma 
seringa de 10 ml ou 20 ml com sua saída estreita cortada para inserir o êmbolo na extremidade retirada. 
O mamilo deve ser mantido em sucção entre 30 a 60 segundos ou menos tempo caso haja presença de 
desconforto.
Quando todas as alternativas para o recém-nascido sugar de maneira efetiva não obtiverem resultados 
satisfatórios, pode-se excepcionalmente fazer uso de intermediários á base de silicone, mas pelo menor 
tempo possível, pois o recém-nascido pode se tornar dependente de seu uso. Para não haver interferência 
na passagem do leite da mama para o recém-nascido e nos níveis de prolactina, é recomendado o uso de 
intermediários com uma camada fina de silicone, sendo desaconselhado por ser mais prejudicial à utilização 
de intermediários espessos, de látex ou de borracha. 
INGURGITAMENTO MAMÁRIO 
Conceito
O ingurgitamento mamário reflete falha no mecanismo de autorregulação da fisiologia da lactação. 
Origem 
Este processo se desenvolve através de um aumento da produção láctea que causa uma retenção 
nos alvéolos e ductos e, consequentemente, uma distensão, congestão, aumento da vascularização e edema 
devido à obstrução da drenagem linfática. Com a pressão intraductal elevada, o leite materno acumulado 
sofre alteração intermolecular e sua consistência se torna mais viscosa causando uma impressão de leite 
empedrado. 
A introdução tardia de aleitamento materno, a técnica de amamentação inadequada, o esvaziamento 
insuficiente ou pouco frequente das mamas, a restrição da duração das mamadas, o aumento da produção 
láctea e a sucção ineficaz do bebê são fatores importantes para o desenvolvimento do ingurgitamento 
mamário.
Diagnóstico
O ingurgitamento é uma das intercorrências mamárias mais frequentes, geralmente é bilateral, de 
caráter fisiológico ou patológico e ambos ocorrem nos primeiros dias após o parto. O primeiro demonstra 
sinais que o leite está fluindo, não sendo necessária
daiana
daiana fez um comentário
excelente conteúdo!
1 aprovações
Daniella
Daniella fez um comentário
Muito bom!
4 aprovações
Nanda
Nanda fez um comentário
show de bola
2 aprovações
Carregar mais