Nutrição e Saúde
231 pág.

Nutrição e Saúde


DisciplinaNutrição30.867 materiais221.583 seguidores
Pré-visualização50 páginas
o leite do peito sugando 
profundamente. Como uma técnica falha foi definida a sucção superficial, apenas no mamilo. O estudo 
foi dividido em três grupos: Um grupo teve a técnica de sucção corrigida quando observadas falhas, um 
com a falha técnica, mas não corrigida e outro com a técnica correta. O grupo que não teve a pega corrigida 
apresentou maior interrupção precoce de aleitamento materno (RIGHARD; ALADE, 1992).
Durante a mamada, a língua do bebê eleva suas bordas laterais e a ponta, formando assim uma concha 
que vai levar o leite para faringe posterior e esôfago, iniciando então o reflexo de deglutição. A língua é a 
responsável pela retirada do leite através de movimentos peristálticos e rítmicos da ponta da língua para 
trás, que comprimem levemente o mamilo. Durante a mamada no peito o bebê está respirando pelo nariz, 
estabelecendo assim a respiração nasal.
A forma com que a dupla mãe/bebê está posicionada durante a mamada pode ser decisiva para o 
sucesso da amamentação. O bebê precisa sugar de forma eficiente para que consiga retirar o leite da mama 
sem machucar os mamilos da mãe. Uma posição inadequada da dupla acaba dificultando o adequado 
posicionamento da boca do bebê em relação ao mamilo e aréola, ocasionando assim o que se denomina 
\u201cmá pega\u201d. Essa sequencia de complicações acarreta em dificuldade de esvaziamento das mamas, que pode 
levar à diminuição da produção de leite. Uma das consequências da má pega pode ser o inadequado ganho 
de peso do bebê, isso ocorre pela dificuldade do bebê conseguir extrair o leite posterior, que é um leite com 
mais calorias que o leite anterior.
Além da dificuldade de retirar o leite, a má pega machuca os mamilos, quando a pega do bebê está 
adequada, os mamilos ficam protegidos dentro da boca do bebê, evitando assim as lesões mamilares.
Algumas dicas pode facilitar o posicionamento adequado da dupla mãe/bebê no momento da 
amamentação:
\u2022	 Mamas	expostas,	sempre	que	possível,	e	o	bebê	vestido	de	maneira	que	os	braços	fiquem	livres;
\u2022	 Mãe	de	maneira	confortável,	não	curvada	para	frente	e	nem	para	trás,	relavada	e	bem	apoiada;
\u2022	 Corpo	do	bebê	todo	voltado	para	mãe,	na	posição	\u201cbarriga	com	barriga\u201d;
\u2022	 As	nádegas	do	bebê	devem	estar	firmes,	apoiadas	com	as	mãos	da	mãe;
\u2022	 Não	colocar	os	dedos	na	mama	em	\u201cforma	de	tesoura\u201d;
\u2022	 A	cabeça	do	bebê	deve	estar	no	mesmo	nível	da	mama,	com	o	nariz	na	altura	do	mamilo	e	o	queixo	
tocando a mama;
\u2022	 Os	lábios	do	bebê	devem	estar	virados	para	fora,	formando	uma	\u201cboca	de	peixe\u201d;
\u2022	 Durante	a	mamada	a	língua	do	bebê	encontra-se	sobre	a	gengiva	inferior;
\u2022	 O	pescoço	do	bebê	não	deve	estar	torcido,	cabeça	e	tronco	devem	estar	alinhados;
Da mesma maneira, também podemos observar sinais de quando a técnica de amamentação está 
inadequada:
\u2022	 As	bochechas	do	bebê	ficam	encovadas	durante	a	sucção;
\u2022	 Ruídos	da	língua;
\u2022	 Durante	a	mamada,	as	mamas	apresentam	aspecto	deformado;
Nutrição e saúde 117SUMÁRIO
\u2022	 Após	o	bebê	soltar	a	mama,	os	mamilos	apresentam	estrias	vermelhas	ou	áreas	esbranquiçadas	ou	
achatadas;
\u2022	 E	um	dos	principais	sinais:	a	dor	na	amamentação.
É recomendado que, antes de colocar o bebê para mamar, observar se as mamas não estão muito 
cheias (duras), pois isso pode dificultar a pega do bebê. Nestes casos, recomenda-se retirar manualmente um 
pouco de leite.
Nutrição e saúde 118SUMÁRIO
BANCO DE LEITE / ORDENHA / TÉCNICAS DE ARMAZENAMENTO DO LEITE 
MATERNO
Marcelle Passos
Simone Morelo Dal Bosco
A amamentação é a melhor forma de alimentar o lactente, sendo considerada padrão ouro para a 
alimentação do recém-nascido, tanto a termo como pré-termo (GALVÃO, 2006; VANNUCHI, 2004).
Os benefícios para a mãe e para o bebê fazem do estímulo à amamentação uma comprovada política 
de nutrição e promoção da saúde (NOVAK, 2002; NEVES, 2011).
Banco de leite
A política de aleitamento do Brasil gerou a Rede Brasileira de Bancos de Leite. Ela desenvolve um 
trabalho, cujo objetivo é distribuir leite materno para crianças recém-nascidas prematuras, de baixo peso ou 
internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) neonatais. Na América Latina, além de Península 
Ibérica e África. Paulo Bonilha destaca que o Brasil é um dos países que tem a política de aleitamento materno 
mais completa do mundo (NOVAK, 2002; NEVES, 2011).
O Banco de Leite Humano (BLH) é um serviço especializado vinculado a um hospital de atenção 
materna e/ou infantil. O BLH é responsável por ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento 
materno e execução de atividades de coleta da produção lática (colostro, leite de transição e leite maduro) da 
nutriz, seleção, classificação, processamento, controle de qualidade e distribuição, sob prescrição de médico 
ou nutricionista, sendo proibida a comercialização dos produtos por ele distribuídos (HINRICHSEN, 2004; 
BRITTO, 2002; BRASIL, 2006; BRASIL, 1998; MAIA, 2006).
O primeiro banco de leite humano do Brasil foi implantado em outubro de 1943 no então Instituto 
Nacional de Puericultura, atual Instituto Fernandes Figueira (IFF). O seu principal objetivo era coletar e 
distribuir leite humano (LH) com vistas a atender os casos considerados especiais, como prematuridade, 
distúrbios nutricionais e alergias a proteínas heterólogas. A partir de 1985, com o desenvolvimento do 
Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno (PNIAM), criado em 1981, os BLHs passaram a 
assumir um novo papel no cenário da saúde pública (A EVOLUÇÃO..., 1992).
A partir de 1985, o Brasil experimentou uma expansão dessas unidades, até então nunca registrada 
na história. Esse crescimento resultou dos esforços direcionados e coordenados pelo PNIAM que, em 
1984, instituiu o Grupo Técnico de BLH como instância de assessoramento, com o objetivo de monitorar a 
implantação e o funcionamento de BLHs em todo território nacional. O grupo produziu o primeiro documento 
oficial de recomendações técnicas (INAN, 1987), que serviu de base para a elaboração da primeira legislação 
federal, a Portaria GM/MS nº 322, publicada em 1988 (ALMEIDA, 1999).
O projeto de revisão da legislação sanitária para BLH teve início com discussões na Comissão Nacional 
de Bancos de Leite Humano (CNBLH), órgão vinculado ao Ministério da Saúde. Após a elaboração de um 
documento preliminar, a CNBLH encaminhou o projeto para a Anvisa. A partir de 2000, a Agência assumiu 
a coordenação dos trabalhos, que culminaram com a publicação da RDC/Anvisa nº 171/2006. Desde então, 
esta é a atual legislação é o instrumento que norteia os gestores e profissionais da saúde a garantirem o 
funcionamento seguro e eficaz dos BLHs no país (BRASIL, 2006).
Competem ao posto de coleta de leite humano as seguintes atividades:
1. Desenvolver ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, como programas de 
incentivo e sensibilização sobre a doação de leite humano;
2. Prestar assistência à gestante, puérpera, nutriz e lactente na prática do aleitamento materno;
3. Em relação à gestante: repará-la para a amamentação; elaborar medidas de prevenção de doenças 
e outros fatores que impeçam a amamentação ou a doação de leite humano ordenhado;
4. Quanto à puérpera, à nutriz e ao lactente, prestar orientações sobre autocuidado com a mama 
puerperal; cuidados ao amamentar; pega, posição e sucção; ordenha, coleta e armazenamento do 
leite ordenhado no domicílio; cuidados na utilização do Leite Humano Ordenhado Cru (LHOC) e 
do Leite Humano Ordenhado Pasteurizado (LHOP);
Nutrição e saúde 119SUMÁRIO
5. Executar as operações de controle clínico da doadora;
6. Coletar, armazenar e repassar o leite humano ordenhado para o BLH ao qual o posto está 
vinculado;
7. Registrar as etapas e os dados do processo, garantindo a rastreabilidade do produto;
8. Manter um sistema de informação que assegure os registros \u2013 relacionados às doadoras e aos 
produtos \u2013 disponíveis às autoridades
daiana
daiana fez um comentário
excelente conteúdo!
1 aprovações
Daniella
Daniella fez um comentário
Muito bom!
4 aprovações
Nanda
Nanda fez um comentário
show de bola
2 aprovações
Carregar mais