Resumo Direito Constitucional   Aula 04
24 pág.

Resumo Direito Constitucional Aula 04


DisciplinaDireito Constitucional I70.200 materiais1.617.509 seguidores
Pré-visualização10 páginas
de lei, entendendo que 
caberá rescisória por violação da própria constituição (interpretação ampliativa e 
sistemática). 
CPC, Art. 485. A sentença de mérito, transitada em julgado, pode ser rescindida 
quando: 
V - violar literal disposição de lei; 
O problema reside na súmula 343, STF. 
Súmula 343, STF: Não cabe ação rescisória por ofensa a literal dispositivo de lei, 
quando a decisão rescindenda se tiver baseado em texto legal de interpretação 
controvertida nos tribunais. 
 Havendo controvérsia sobre a interpretação da norma, não caberá ação 
rescisória por ofensa a literal dispositivo de lei, pois foi escolhida a interpretação que 
parecia correta aos olhos do juiz. 
 Direito Constitucional 
Data: 12/09/2011 
O presente material constitui resumo elaborado por equipe de monitores a partir da aula 
ministrada pelo professor em sala. Recomenda-se a complementação do estudo em livros 
doutrinários e na jurisprudência dos Tribunais. 
 
 Centro: Rua Buenos Aires, 56 - 2º, 3º e 5º andares \u2013 Tel.: (21) 2223-1327 24 
Barra: Shopping Downtown \u2013 Av. das Américas, 500 - bl. 21, salas 157 e 158 \u2013 Tel.: (21) 2494-1888 
www.enfasepraetorium.com.br 
 
 
Se o caso concreto relaciona-se à constitucionalidade de certa lei e este 
entendimento é controvertido, caso o STF fixe entendimento após a coisa julgada, 
caberá ação rescisória, pois o STF entende pela não aplicação da Súmula 343, STF no 
âmbito do controle de constitucionalidade. 
Mister destacar que, neste caso, a ação rescisória deve ser proposta dentro do 
prazo normal de 2 anos, a contar do trânsito em julgado da decisão no controle 
incidental (respeito à segurança jurídica, afinal, caso se pugnasse em sentido contrário, 
admitir-se-ia que uma decisão do STF acerca da inconstitucionalidade, por exemplo, de 
uma determinada norma pudesse modificar/alterar os efeitos de uma decisão em 
controle incidental que tenha transitado em julgado dez anos antes). 
 
1.3.6. Questões sobre Controle Difuso 
CESPE \u2013 TRF 5ª Região/Juiz Federal 
No julgamento de embargos infringentes contra decisão proferida em recurso de 
apelação, o órgão fracionário de determinado tribunal de justiça, por voto da 
maioria absoluta, pode declarar, por via difusa, a inconstitucionalidade de uma 
norma, ainda que a constitucionalidade dessa norma não tenha sido objeto de 
anterior pronunciamento do STF ou de qualquer outro tribunal. 
R: Incorreta. O órgão fracionário não pode declarar a inconstitucionalidade da 
norma, exceto se assim já o foi declarada por decisão do plenário do STF ou do 
próprio tribunal. 
CESPE \u2013 TRF 5ª Região/Juiz Federal 
QUESTÃO 6 - A respeito do controle de constitucionalidade das leis e dos atos 
normativos, assinale a opção correta. 
(B) No controle difuso, a atribuição de efeitos prospectivos à declaração de 
inconstitucionalidade é proibida pelo STF. 
R: Incorreta. Efeito prospectivo é a modulação dos efeitos temporais, admitido 
pelo STF. 
Procurador Federal \u2013 2010 
Acerca dos remédios constitucionais, julgue os itens que se seguem. 
Tal como ocorre na ADI, não é admitida a impetração de mandado de segurança 
contra lei ou decreto de efeitos concretos. 
R: Errada. Não cabe MS contra lei em tese. 
 
Próxima aula: controle abstrato.