Resumo Direito Constitucional   Aula 14 (06.02.2012)
26 pág.

Resumo Direito Constitucional Aula 14 (06.02.2012)


DisciplinaDireito Constitucional I69.718 materiais1.607.537 seguidores
Pré-visualização10 páginas
QUE SOMENTE SE 
COMPLETA COM O DECRETO DO PRESIDENTE DA REPUBLICA QUE, ACOLHENDO A 
LISTA TRIPLICE, NOMEIA O MAGISTRADO. A PARTIR DAI E QUE COMECA A CORRER 
O PRAZO DO ART. 18 DA LEI 1.533/51. II. - UM QUINTO DA COMPOSIÇÃO DOS 
 Direito Constitucional 
Data: 06.02.2012 
O presente material constitui resumo elaborado por equipe de monitores a partir da aula 
ministrada pelo professor em sala. Recomenda-se a complementação do estudo em livros 
doutrinários e na jurisprudência dos Tribunais. 
 
 Centro: Rua Buenos Aires, 56 - 2º, 3º e 5º andares \u2013 Tel.: (21) 2223-1327 9 
Barra: Shopping Downtown \u2013 Av. das Américas, 500 - bl. 21, salas 157 e 158 \u2013 Tel.: (21) 2494-1888 
Conheça nossa loja online: www.enfaseonline.com.br 
 
 
TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS SERÁ DE JUIZES ORIUNDOS DA ADVOCACIA E DO 
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. ESTA E UMA NORMA CONSTITUCIONAL EXPRESSA, 
QUE HÁ DE PREVALECER SOBRE A NORMA IMPLICITA, QUE DECORRE DA NORMA 
EXPRESSA, NO SENTIDO DE QUE, SE UM QUINTO E DOS ADVOGADOS E MEMBROS 
DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, QUATRO QUINTOS SERÃO DOS JUIZES DE 
CARREIRA. OBSERVADA A REGRA DE HERMENEUTICA - A NORMA EXPRESSA 
PREVALECE SOBRE A NORMA IMPLICITA - FORÇA E CONVIR QUE, SE O NUMERO 
TOTAL DA COMPOSIÇÃO FOR MULTIPLO DE CINCO, ARREDONDA-SE A FRAÇÃO - 
SUPERIOR OU INFERIOR A MEIO - PARA CIMA, OBTENDO-SE, ENTÃO, O NUMERO 
INTEIRO SEGUINTE. E QUE, SE ASSIM NÃO FOR FEITO, O TRIBUNAL NÃO TERA NA 
SUA COMPOSIÇÃO, UM QUINTO DOS JUIZES ORIUNDOS DA ADVOCACIA E DO 
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, COM DESCUMPRIMENTO DA NORMA 
CONSTITUCIONAL (C.F., ART. 94 E ART. 107, I). III. - PRELIMINARES REJEITADAS. 
MANDADO DE SEGURANÇA DEFERIDO. 
(MS 22323, Relator(a): Min. CARLOS VELLOSO, Tribunal Pleno, julgado em 
28/09/1995, DJ 19-04-1996 PP-12213 EMENT VOL-01824-10 PP-02224) 
Importante ressaltar que o procedimento do quinto constitucional é norma de 
reprodução obrigatória, não sendo cabível que a Constituição Estadual estabeleça 
procedimento diverso (Vide ADI 4.150). 
JUDICIÁRIO - QUINTO CONSTITUCIONAL - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA. Surge 
relevante pedido de suspensão de norma local a prever a submissão de candidato 
a vaga do quinto em Tribunal à Assembléia Legislativa. 
(ADI 4150 MC, Relator(a): Min. MARCO AURÉLIO, Tribunal Pleno, julgado em 
08/10/2008, DJe-048 DIVULG 12-03-2009 PUBLIC 13-03-2009 EMENT VOL-02352-
01 PP-00064 RTJ VOL-00209-02 PP-00590) 
 
1.5. Garantias da Magistratura 
As garantias da magistratura dividem-se em: 
a) garantias institucionais: relacionadas ao próprio Judiciário como um todo e 
se manifestam como sendo a autonomia orgânico-administrativa (art. 96, CRFB) e a 
autonomia financeira (art. 99, CRFB). 
Art. 96. Compete privativamente: 
I - aos tribunais: 
a) eleger seus órgãos diretivos e elaborar seus regimentos internos, com 
observância das normas de processo e das garantias processuais das partes, 
dispondo sobre a competência e o funcionamento dos respectivos órgãos 
jurisdicionais e administrativos; 
b) organizar suas secretarias e serviços auxiliares e os dos juízos que lhes forem 
vinculados, velando pelo exercício da atividade correicional respectiva; 
 Direito Constitucional 
Data: 06.02.2012 
O presente material constitui resumo elaborado por equipe de monitores a partir da aula 
ministrada pelo professor em sala. Recomenda-se a complementação do estudo em livros 
doutrinários e na jurisprudência dos Tribunais. 
 
 Centro: Rua Buenos Aires, 56 - 2º, 3º e 5º andares \u2013 Tel.: (21) 2223-1327 10 
Barra: Shopping Downtown \u2013 Av. das Américas, 500 - bl. 21, salas 157 e 158 \u2013 Tel.: (21) 2494-1888 
Conheça nossa loja online: www.enfaseonline.com.br 
 
 
c) prover, na forma prevista nesta Constituição, os cargos de juiz de carreira da 
respectiva jurisdição; 
d) propor a criação de novas varas judiciárias; 
e) prover, por concurso público de provas, ou de provas e títulos, obedecido o 
disposto no art. 169, parágrafo único, os cargos necessários à administração da 
Justiça, exceto os de confiança assim definidos em lei; 
f) conceder licença, férias e outros afastamentos a seus membros e aos juízes e 
servidores que lhes forem imediatamente vinculados; 
II - ao Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores e aos Tribunais de 
Justiça propor ao Poder Legislativo respectivo, observado o disposto no art. 169: 
a) a alteração do número de membros dos tribunais inferiores; 
b) a criação e a extinção de cargos e a remuneração dos seus serviços auxiliares e 
dos juízos que lhes forem vinculados, bem como a fixação do subsídio de seus 
membros e dos juízes, inclusive dos tribunais inferiores, onde houver; (Redação 
dada pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) 
c) a criação ou extinção dos tribunais inferiores; 
d) a alteração da organização e da divisão judiciárias; 
III - aos Tribunais de Justiça julgar os juízes estaduais e do Distrito Federal e 
Territórios, bem como os membros do Ministério Público, nos crimes comuns e de 
responsabilidade, ressalvada a competência da Justiça Eleitoral. 
 
Art. 99. Ao Poder Judiciário é assegurada autonomia administrativa e financeira. 
§ 1º - Os tribunais elaborarão suas propostas orçamentárias dentro dos limites 
estipulados conjuntamente com os demais Poderes na lei de diretrizes 
orçamentárias. 
§ 2º - O encaminhamento da proposta, ouvidos os outros tribunais interessados, 
compete: 
I - no âmbito da União, aos Presidentes do Supremo Tribunal Federal e dos 
Tribunais Superiores, com a aprovação dos respectivos tribunais; 
II - no âmbito dos Estados e no do Distrito Federal e Territórios, aos Presidentes 
dos Tribunais de Justiça, com a aprovação dos respectivos tribunais. 
§ 3º Se os órgãos referidos no § 2º não encaminharem as respectivas propostas 
orçamentárias dentro do prazo estabelecido na lei de diretrizes orçamentárias, o 
Poder Executivo considerará, para fins de consolidação da proposta orçamentária 
anual, os valores aprovados na lei orçamentária vigente, ajustados de acordo com 
os limites estipulados na forma do § 1º deste artigo. (Incluído pela Emenda 
Constitucional nº 45, de 2004) 
§ 4º Se as propostas orçamentárias de que trata este artigo forem encaminhadas 
em desacordo com os limites estipulados na forma do § 1º, o Poder Executivo 
procederá aos ajustes necessários para fins de consolidação da proposta 
orçamentária anual. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 45, de 2004) 
 Direito Constitucional 
Data: 06.02.2012 
O presente material constitui resumo elaborado por equipe de monitores a partir da aula 
ministrada pelo professor em sala. Recomenda-se a complementação do estudo em livros 
doutrinários e na jurisprudência dos Tribunais. 
 
 Centro: Rua Buenos Aires, 56 - 2º, 3º e 5º andares \u2013 Tel.: (21) 2223-1327 11 
Barra: Shopping Downtown \u2013 Av. das Américas, 500 - bl. 21, salas 157 e 158 \u2013 Tel.: (21) 2494-1888 
Conheça nossa loja online: www.enfaseonline.com.br 
 
 
§ 5º Durante a execução orçamentária do exercício, não poderá haver a realização 
de despesas ou a assunção de obrigações que extrapolem os limites estabelecidos 
na lei de diretrizes orçamentárias, exceto se previamente autorizadas, mediante a 
abertura de créditos suplementares ou especiais. (Incluído pela Emenda 
Constitucional nº 45, de 2004)
Sebastião
Sebastião fez um comentário
muito obrigada pretendo fazer concurso pro STF Analista e vou me prepara para concurso de Juiz federal substituto com o pessoal do Ênfase são muitos bons, investimento certo!
1 aprovações
Carregar mais