Apostila Administração de Materiais concurso Polícia Federal
68 pág.

Apostila Administração de Materiais concurso Polícia Federal


DisciplinaConcursos129.995 materiais290.546 seguidores
Pré-visualização50 páginas
a fim de que o produto possa ser 
competitivo e assim, dar à empresa um retorno satisfatório do capital inves-
tido. 
Seguem os principais objetivos da área de Administração de Recursos 
Materiais e Patrimoniais: 
a) Preço Baixo - este é o objetivo mais óbvio e, certamente um dos 
mais importantes. Reduzir o preço de compra implica em aumentar os 
lucros, se mantida a mesma qualidade; 
b) Alto Giro de Estoques - implica em melhor utilização do capital, 
aumentando o retorno sobre os investimentos e reduzindo o valor do capital 
de giro; 
c) Baixo Custo de Aquisição e Posse - dependem fundamentalmente 
da eficácia das áreas de Controle de Estoques, Armazenamento e Com-
pras; 
d) Continuidade de Fornecimento - é resultado de uma análise crite-
riosa quando da escolha dos fornecedores. Os custos de produção, expedi-
ção e transportes são afetados diretamente por este item; 
e) Consistência de Qualidade - a área de materiais é responsável a-
penas pela qualidade de materiais e serviços provenientes de fornecedores 
externos. Em algumas empresas a qualidade dos produtos e/ou serviços 
constituem-se no único objetivo da Gerência de Materiais; 
f) Despesas com Pessoal - obtenção de melhores resultados com a 
mesma despesa ou, mesmo resultado com menor despesa - em ambos os 
casos o objetivo é obter maior lucro final. \u201c As vezes compensa investir 
mais em pessoal porque pode-se alcançar com isto outros objetivos, propi-
ciando maior benefício com relação aos custos \u201c; 
g) Relações Favoráveis com Fornecedores - a posição de uma em-
presa no mundo dos negócios é, em alto grau determinada pela maneira 
como negocia com seus fornecedores; 
h) Aperfeiçoamento de Pessoal - toda unidade deve estar interessa-
da em aumentar a aptidão de seu pessoal; 
i) Bons Registros - são considerados como o objetivo primário, pois 
contribuem para o papel da Administração de Material, na sobrevivência e 
nos lucros da empresa, de forma indireta. 
Responsabilidades e Atribuições da Administração de Materiais 
a) suprir, através de Compras, a empresa, de todos os materiais ne-
cessários ao seu funcionamento; 
b) avaliar outras empresas como possíveis fornecedores; 
c) supervisionar os almoxarifados da empresa; 
d) controlar os estoques; 
e) aplicar um sistema de reprovisionamento adequado, fixando Esto-
ques Mínimos, Lotes Econômicos e outros índices necessários ao gerenci-
amento dos estoques, segundo critérios aprovados pela direção da empre-
sa; 
f) manter contato com as Gerências de Produção, Controle de Qualida-
de, Engenharia de Produto, Financeira etc. 
g) estabelecer sistema de estocagem adequado; 
h) coordenar os inventários rotativos. 
Planejamentos de Materiais 
Segundo Faria (1985) o conceito de planejamento de estoques seria: O 
estabelecimento da distribuição racional no tempo e no espaço dos recur-
sos disponíveis, como o objetivo de atender um menor desperdício possível 
a hierarquia de prioridades necessárias para a realização, com êxito, de um 
propósito previamente definido\u201d. 
O dilema do gerenciamento de estoques está fundamentado em dois 
fatores: 
- O primeiro consiste em manter estoques a níveis aceitáveis de acordo 
com o mercado, evitando a sua falta e o risco de obsolescência; 
- O segundo trata dos custos que esses proporcionam em relação aos 
níveis e ao dimensionamento do espaço físico. 
Assim nenhuma organização pode planejar detalhadamente todos os 
aspectos de suas ações atuais ou futuras, mas todas podem e devem ter 
noção para onde estão dirigindo-se e determinar como podem chegar lá, ou 
seja, precisam de uma visão estratégica de todo o complexo produtivo. 
Neste posicionamento todas as empresas devem constituir políticas pa-
ra a administração de materiais, que atribui grande ênfase às compras, 
criando a cada dia parcerias com fornecedores qualificados, mantendo a 
qualidade de seus produtos e o bom atendimento a seus clientes, ou seja, 
buscando criar uma economia de escala que é aquela que organiza o 
processo produtivo de maneira que se alcance a máxima utilização dos 
fatores produtivos envolvidos no processo, buscando como resultado 
baixos custos de produção e o incremento de bens e serviços. Ela ocorre 
quando a expansão da capacidade de produção de uma empresa ou indús-
tria provoca um aumento na quantidade total produzida sem um aumento 
proporcional no custo de produção. Como resultado, o custo médio do 
produto tende a ser menor com o aumento da produção. 
Conflitos 
A administração de materiais envolve vários departamentos, desde a 
aquisição até a venda para o consumidor, durante esse processo, é normal 
surgirem conflitos sobre a quantidade a ser adquirida, o prazo de entrega, 
os custos envolvidos, veremos agora em sentido estrito, o ponto de vista de 
alguns departamentos sobre a quantidade de matéria prima a ser adquirida. 
Departamento de compras: é a favor de grande quantidade , pois ob-
tém grandes descontos, reduzindo assim, os custos e consequentemente 
aumentando os lucros. 
Departamento de produção: o maior medo deste departamento é que 
falte MP, pois sem ela a produção fica parada, ocasionando atrasos poden-
do até mesmo perder o cliente, portanto. Ele é a favor de grande quantida-
de para produzir grandes lotes de fabricação e diminuir o risco de não ter 
satisfeita a demanda de consumidores. 
Departamentos de vendas e marketing: é a favor de grande quanti-
dade de matéria-prima, pois significa grandes lotes de fabricação e conse-
quentemente, grande quantidade de material no estoque para que as 
APOSTILAS OPÇÃO A Sua Melhor Opção em Concursos Públicos 
Administração de Recursos Materiais A Opção Certa Para a Sua Realização 5
entregas possam ser realizadas rapidamente, o que resultará em uma boa 
imagem da empresa, aumentará as vendas e consequentemente os lucros. 
Departamentos financeiro: è a favor de pequena quantidade de mate-
rial no estoque, pois a medida que aumenta a quantidade significa: 
\u2022 alto investimento de capital - caso não venda, este capital fica inativo; 
\u2022 alto risco - as perdas podem ser maiores, obsolescência, 
\u2022 altos custos de armazenagem. 
A administração de matérias visado harmonizar os conflitos existentes 
entres os departamentos e para poder determinar a quantidade ideal que 
deve ter no estoque adota a seguinte política de estoques: 
\u2022 Estabelece metas para entregas dos produtos aos clientes; 
\u2022 Quantidade / capacidade dos almoxarifados 
\u2022 Previsão de estoques 
\u2022 Lote econômico 
\u2022 Rotatividade, prazo médio em dias 
\u2022 Até que nível deverão oscilar os estoques para atender uma alteração 
de consumo 
\u2022 Até que ponto será permitida a especulação com estoques, fazendo 
compra antecipada com preços mais baixos ou comprando uma quantidade 
maior para obter desconto. 
Em função desses critérios apresentados acima, a administração de 
materiais irá determinar a quantidade ideal a se ter no estoque. Portanto, a 
quantidade ideal a permanecer no estoque é o mínimo, porém, o mí-
nimo necessário para satisfazer a demanda. 
Definições da Administração de Materiais 
A Administração de Materiais é definida como sendo um conjunto de a-
tividades desenvolvidas dentro de uma empresa, de forma centralizada ou 
não, destinadas a suprir as diversas unidades, com os materiais necessá-
rios ao desempenho normal das respectivas atribuições. Tais atividades 
abrangem desde o circuito de reprovisionamento, inclusive compras, o 
recebimento, a armazenagem dos materiais, o fornecimento dos mesmos 
aos órgãos requisitantes, até as operações gerais de controle de estoques 
etc. 
Em outras palavras: \u201cA Administração de Materiais visa à garantia de 
existência contínua de um estoque, organizado de modo a nunca faltar 
nenhum dos itens que o compõem, sem tornar excessivo o investimento