Exemplo monografia - Administração

Exemplo monografia - Administração


DisciplinaAdministração136.931 materiais965.764 seguidores
Pré-visualização35 páginas
mas nos estamos no limite 
das suas utilizações, então eu quero, e eu vou buscar isso neste resto de ano. Mas cada vez que a 
gente senta pra discutir, isso vem nitidamente à tona. 
Um exemplo é que a gente faz pesquisa na web [nicho de produtos da empresa] há 5 ou 6 anos, mas 
a gente não tem um conceito de pesquisa web. 
Estamos ali tentando praticar coisas, mas não temos nem uma pesquisa de preços bem estabelecida, 
nós não temos uma estratégia de comunicação melhor definida para isso, e ai apareceu que a gente 
tem diferentes plataformas de tecnologia com as quais a gente faz a pesquisa na web, e discutindo 
outro dia aqui, apareceu nitidamente, que as nossas estratégias não estão ligadas às plataformas que 
a gente tem, elas estão ligadas ao serviço que é feito na nossa infra-estrutura. Ou ligadas a fato de a 
infra-estrutura ser nossa, e o cliente ter autonomia. Ou ainda se o cliente tem autonomia e a infra-
estrutura é do cliente. São 3 maneiras de ver, 7 produtos de aplicação via web que tem 3 variantes 
cada, ligadas por sua vez a 2 elementos, que são: se a infra-estrutura é nossa, ou não, do cliente; e 
se o cliente tem autonomia ou não. Ou seja, se o serviço é todo nosso, ou do cliente. São duas 
variáveis definidas em quatro quadrantes, que eu estou definindo agora conversando contigo. Então 
primeiro a gente tem que ver a pesquisa web como um todo, pra depois estabelecer as estratégias. 
Agora, se tu não devaneia sobre isso, com 3 ou 4 pessoa, tu não chega a conclusão nenhuma, e tu 
tem que chegar a conclusões. E depois tem que vender ela pro time gerencial, que tem que repercutir 
isso no Plano de Negócio, e que depois tem que repercutir em um estratégia de comunicação, 
comercial. E isso vai refletir no site, nos documentos, na rua e tal. Aí então as coisas acontecem. 
Tu vai ter um processo enorme, e as pessoas não comungam do negócio da mesma forma que tu, 
entendeu? Essa distância de engajamento é um elemento. 
Então, isso tudo foi pra dizer assim: Não tem alinhamento!! E talvez nunca vá ter. Porque tem outra 
questão que também afeta tudo isso, que é a dinâmica, seja do mercado, seja da realidade, da TI, do 
mundo, de inovações que surgem, ou seja ainda da cabeça da gente, pois a gente vai amadurecendo 
umas coisas, vai aprendendo. 
[S-D2] 
Então assim ó, as pessoas às vezes não tão prontas pra que o aprendizado todo se concretize. E o 
papel, o meu papel, por exemplo, às vezes é grato, às vezes é ingrato. Por exemplo, há dois anos e 
meio atrás eu desembarco com uma pessoa aqui, que tem uma empresa de baixo do braço e coloco 
tudo aqui dentro da ABC Ltda.. Bom, eu tinha pensado, e eu tinha acreditado quando me disseram 
que valeria a pena. Pelo pouco que eu tinha olhado me empolguei, e era uma pessoa em quem eu 
confiava, eles tinham os produtos e as competências, e uma equipe estável, e um negócio são que 
traria pra nós várias competências de web. Mas não deu certo! Hoje nós estamos indo devagarzinho, 
na condição de autonomia nesse tipo de competência, para que as condições nos permitam fazer 
esse tipo de coisa, entendeu? 
[S-D3] 
Se tu vieste aqui é porque tu tens uma responsabilidade, tu vieste aqui pra apreender algo, 
entendeu? Não pra interferir em algo. A mim preocupa um pouquinho, eu acho que tu tens que ter 
essa preocupação. Tu tens aí itens de questionário, entendeu? Uma coisa que tu tens pra ti. Então tu 
colocas a pessoa aqui para conversar com ela, mas saibas usar as palavras, saibas colocar a 
questão. Não faz \u201co que que é não sei o que? ... o que é não sei o que mais?\u201d. Tu tens que sentir o 
impacto que essas palavras têm. Então, não é o momento de criar uma relocução pra ela. 
AB: Eu acho que devo então adaptar o roteiro pra algum linguajar mais entendível, que não gere 
confusão ou desconfiança. 
 
 
109 
AB: Então, pro gestor são 9 questões. Primeiro \u201chá quanto tempo você trabalha na empresa\u201d?, 
depois \u201cqual a sua principal atividade na empresa e quais são as suas responsabilidades?\u201d, \u201cquais os 
cargos, funções e departamentos que você tem que interagir para conseguir realizar o seu trabalho\u201d?. 
Essa questão é porque a idéia é que eu vá primeiro mapear os fatores das competências 
organizacionais, as Contribuições de Áreas e depois chegar nas competências individuais, por isso é 
importante saber essa questão da interação. A próxima questão será \u201cquais os problemas e desafios 
enfrentados no dia-a-dia\u201d?. Nesta perguntaria em dois níveis, interno e externo, para avaliar as duas 
perspectivas. 
S-D: E é melhor tu especificar e separar em duas perguntas! Nós temos 4 coisas aí na verdade. 
Problema interno e externo. Desafio interno e externo. Mas faz se tu achar melhor. E aquela pergunta 
ali também de responsabilidade, é melhor separar aquilo, acho que a pessoa responderia de uma 
maneira diferente. \u201dquais são suas responsabilidades?\u201d e \u201cquais são suas atividades?\u201d. É diferente, 
eu acho que a sensação que a pessoa tem de responder é bem diferente, na minha opinião. 
AB: Ta bem, já separei. Seguindo. \u201cquais são os fatores críticos de sucesso do negócio no qual atua 
a ABC Ltda., ou seja, quais são os aspectos que podem gerar diferenciação ou ameaçar a 
sobrevivência das empresas que atuam neste negócio.\u201d E eu coloco alguns exemplos para situar o 
entrevistado, como preço, confiabilidade, a imagem, o prazo de entrega. 
S-D: Tá bem, eu acho que ta ótimo, dá pra entender. 
AB: E talvez pros clientes eu não fale fator crítico. Fica uma coisa muito forte. E a próxima então é 
\u201cquais as ameaças e oportunidades você identifica nesse negócio?\u201d. 
S-D: É, separa. Quais as ameaças e quais as oportunidades. 
AB: \u201cConsiderando os fatores críticos, quais podem ser identificados como ponto forte que a ABC 
Ltda. possui e pode gerar vantagem competitiva para a empresa, perante o mercado e concorrentes\u201d. 
Aí então a da ameaça e oportunidades. \u201cQuais os pontos fortes você acha que a ABC Ltda. deveria 
ter/desenvolver\u201d. E por fim, \u201cquais os conhecimentos, habilidades, atitudes, você entende que os 
profissionais da ABC Ltda. devem desenvolver a fim de dar conta dos fatores críticos de sucesso\u201d. 
S-D: Críticos de sucesso tem toda hora. Tem que mudar o linguajar. Na pergunta \u2018dos pontos fortes 
que tem que desenvolver\u2019 a pergunta. Tem duas que na verdade tu ta perguntando sobre os que 
foram listado antes, tem que ser melhor desenvolvido. E não tem uma pergunta sobre os pontos 
fracos? 
AB: \u201cQuais os pontos fortes você acha que a ABC Ltda. deveria ter/desenvolver\u201d na verdade é a dos 
pontos fracos. Mas vou melhorar essa então, vai ser diferente, tem que ser repensada. E essa última 
também vou repensar a utilidade dela. 
AB: A dos clientes é parecida, tenta saber o que é importante para eles na escolha de fornecedor, e o 
que eles vêem de bom e de melhor na ABC. 
S-D: Ok, sobre a entrevista com os clientes, acho interessante dar um \u201ctelefonemazinho\u201d. Às vezes é 
melhor, entendeu. O cara vai falar melhor e alguma coisa a mais, ok? 
S-D: A impressão que me deu é a seguinte: o questionário do cliente interno e do externo podem ser 
melhorados. Sabe o que tu deverias fazer? Aplica as internas, tenta ler minimamente os dados sobre 
os internos, e depois redesenha dos externos. 
[S-D4] 
AB: Tem alguma coisa da parte operacional, ou do mercado que queira me falar? 
S-D: Eu acho que pensando na empresa na média das empresas do nosso setor, não sei se a ABC é 
uma boa empresa. Não somos um case, tipo, tem 15 anos, bem linear, bem comportadinho, com tudo 
certo. Nós crescemos 350% de 2004 pra cá. Triplicamos de equipe, dá pra dizer. Dobramos de 
equipe. Sempre tivemos 12 pessoas, chegamos a ter 18 pessoas com nós. Dobramos de equipe 
permanente. A gente dobrou de equipe e quase dobrou 4x. A grande diferença de 2004 pra cá é que 
a gente conseguir ter de uma maneira razoavelmente consolidada um faturamento pré -programado 
pro ano seguinte, na ordem de [confidenciado]