Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná
2021 pág.

Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná


DisciplinaDireito Processual Civil I45.573 materiais802.254 seguidores
Pré-visualização50 páginas
órgão em face de outro Poder. Hipótese em que a Câmara 
de Vereadores pretende não recolher contribuição previdenciária dos salários 
pagos aos Vereadores, por entender inconstitucional a cobrança. Impertinência 
da situação excepcional, porque não configurada a hipótese de defesa de inte-
resses e prerrogativas funcionais.\u201d (STJ. 2T. REsp 649.824/RN. Rel. Min. Eliana 
Calmon. J. 28/03/2006)
Pessoa falecida
Artigo 7ºKleber Cazzaro
50
\u201cA pessoa falecida não tem capacidade de estar em juízo, seja como autor ou 
como réu. Correto o acórdão regional que manteve a decisão do juiz de ex-
tinção do processo sem julgamento do mérito, por ausência de pressuposto 
processual\u201d. (STJ. 2T. REsp 336.260/RS. Rel. Min. Francisco Peçanha Martins. J. 
19/05/2005)
Cartório de notas
\u201cO Cartório de Notas, conquanto não detentor de personalidade jurídica, osten-
ta a qualidade de parte no sentido processual, ad instar do que ocorre com o 
espólio, a massa falida etc., de modo que tem capacidade para estar em juízo\u201d. 
(STJ. 2T. REsp 774.911/MG. Rel. Min. João Otávio de Noronha. J. 18/10/2005)
Tribunal de Contas
\u201cOs Tribunais de Contas são partes ilegítimas para figurarem no pólo passivo 
de ação ordinária visando desconstituir ato de sua competência. Os Tribunais 
de Contas não são pessoas naturais ou jurídicas, pelo que, consequentemente, 
não são titulares de direitos. Integram a estrutura da União ou dos Estados e, 
excepcionalmente, dos Municípios\u201d. (STJ. 1T. REsp 504.920/SE. Rel. Min. José 
Delgado. J. 04/09/2003)
Pessoa incapaz 
\u201cA citação de pessoa relativamente incapaz em desconformidade com o prescri-
to na lei não acarreta, por si só, a nulidade do processo, se não existir qualquer 
prejuízo para a sua defesa. Os incapazes possuem capacidade para estar em 
juízo, desde que sejam \u201erepresentados ou assistidos pelos seus pais, tutores ou 
curadores, na forma da lei civil\u201c (artigo 8º do CPC). (TJPR. 5ª CC. AC 1009402-1. 
Rel.: Leonel Cunha. J. 14.05.2013)
Sociedade empresária não extinta
\u201cNão estando extinta a empresa, mas apenas com as atividades paralisadas, 
persiste a sua personalidade jurídica e, por consequência, a sua capacidade 
de estar em juízo\u201d. (TJPR. 15 CC. AC 1001917-5. Rel.: Jucimar Novochadlo. J. 
20.03.2013)
Falência 
\u201cA massa falida, enquanto universalidade de bens, despida de personalidade ju-
rídica, detém capacidade processual, ou personalidade judiaria, com represen-
tação pelo síndico (art. 12, III/CPC), para postular em juízo no interesse dos cre-
dores. O Síndico é o representante legal da massa falida, não podendo deduzir 
em nome próprio direito da representada, por faltar-lhe legitimidade processual 
(art. 6º/CPC), cabendo-lhe contratar advogado para atuar em juízo em nome e 
no interesse da massa (art. 63, XVI, da LF, antiga). (TJPR. AI 581.351-0. 17ª CC. 
Rel. Des. Paulo Roberto Hapner. j. 09.09.2009)
Art. 8º. Os incapazes serão representados ou assistidos por 
seus pais, tutores ou curadores, na forma da lei civil.
Artigo 7ºKleber Cazzaro
51
I. Observação importante: Uma confusão que sempre ocorre é que o repre-
sentante ou assistente não é parte no processo. Nenhum deles age em nome 
próprio, senão em nome do representado ou do assistido. E outro destaque im-
portante é que ambos os institutos \u2013 representação e assistência \u2013 são comple-
tamente distintos da substituição. Nesta, a pessoa do substituto age em nome 
próprio. Já naquelas a pessoa que está no processo age em nome do titular do 
direito. 
II. Destaques: São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos 
da vida civil (CPC, art. 7º) os menores de (16) dezesseis anos; os que, por en-
fermidade ou deficiência mental, não tiverem o necessário discernimento para 
a prática desses atos; os que, mesmo por causa transitória, não puderem ex-
primir sua vontade. (CC, art. 3º) Tal incapacidade pode ser suprida pela repre-
sentação. Já a dos relativamente incapazes é o instituto da assistência que a 
supre. Relativamente incapazes são: os maiores de (16) dezesseis e menores 
de (18) dezoito anos; os ébrios habituais, os viciados em tóxicos, e os que, por 
deficiência mental, tenham o discernimento reduzido; os excepcionais, sem de-
senvolvimento mental completo; os pródigos. (CC, art. 4º) Já para os índios, 
segue a legislação especial. (CC, art. 4º, § único e Lei 6.001/73)
III. Incapacidade absoluta. Ainda que os absolutamente incapazes tenham 
direito, não podem exercê-lo. Necessitam da representação válida. A violação 
desse preceito gera a nulidade do ato. (CC, art. 166, I). Incapacidade relativa: 
Os relativamente incapazes podem praticar por si os atos da vida civil, porém 
devem estar assistidos por quem o Direito permitido que o faça em sua compan-
hia. Seja por vínculo familiar, civil, ou por nomeação judicial. Emancipação: Ver 
sobre a emancipação artigo 5º, I e 9, II, do Código Civil.
IV. Efeitos: Na parte processual, a incapacidade poderá gerar a invalidade do 
processo se não houver o suprimento necessário e correto da falta de aptidão 
da parte em contrair direitos e deveres pessoalmente. Por isso o CPC não di-
stingue qualquer uma das incapacidades. Seja a absoluta, ou a relativa. Não 
havendo tal suprimento, a falha gera a invalidade do processo. 
 
V. Assistência e Intervenção de terceiro: A assistência contida neste artigo é 
instituto distinto da modalidade que tem o mesmo nome, porém está ligada à 
intervenção de terceiro prevista nos artigos 50 a 55 do CPC.
JULGADOS
Alimentos. quitação passada pelo menor.
\u201cAjuizada a ação de alimentos, com a assistência da mãe, o menor não pode, 
AUTOR
Kleber Cazzaro
Artigo 8ºKleber Cazzaro
52
sem a anuência desta, considerar quitada a obrigação do pai\u201d. (STJ. 3T. REsp 
127.652/RS. Rel. Ministro Ari Pargendler. J. 25/09/2000)
Citação 
\u201cNão há nulidade de citação na hipótese de o réu menor púbere, embora citado 
na pessoa de seu representante legal, comparecer aos autos para contestar o 
pedido, regularizando, com força de ratificação, a sua resposta, juntando instru-
mento público de procuração, outorgada quando já emancipado\u201d (STJ. 6T. AgRg 
no Resp 168.952/PR. Rel. Min. Hamilton Carvalhido. J. 25.09.2001).
Alimentos 
\u201cCom a maioridade, extingue-se o poder familiar, mas não cessa desde logo o 
dever de prestar alimentos, fundado a partir de então no parentesco. É veda-
da a exoneração automática do alimentante, sem possibilitar ao alimentando a 
oportunidade de manifestar-se e comprovar, se for o caso, a impossibilidade 
de prover a própria subsistência\u201d. (STJ. 4T. REsp 682.889/DF. Rel. Min. Barros 
Monteiro. J. 23/08/2005)
Massa falida 
\u201eSendo a executada massa falida, afasta-se a incidência da Súmula 189 deste 
Tribunal, sendo necessária a intimação do Ministério Público na execução fiscal, 
pois, nos termos do art. 210, da Lei de Falências, o Parquet é o curador e fiscal 
das massas falidas, devendo zelar pelo patrimônio remanescente, em proteção 
aos interesses sócio-econômicos envolvidos.\u201c (REsp 614262/RJ, Rel. Ministro 
Castro Meira, Segunda Turma, julgado em 23.11.2004, DJ 14.02.2005, p. 172). 
Agravo Regimental não provido. (STJ. 2T. AgRg no REsp 665.414/PR. Rel. Min. 
Herman Benjamin. J. 08/05/2007)
Superveniência da maioridade. renovação do mandato
\u201cA assistência à menor relativamente incapaz não a obriga a constituir novo 
mandato quando sobrevir a maioridade\u201d. (STJ. 3T. AgRg no Ag 227.511/GO. Rel. 
Min. Antônio de Pádua Ribeiro. J. 19/03/2001)
Ação de investigação de paternidade cumulada com alimentos
\u201cNem a representante da parte autora, nem o seu advogado podem requerer de-
sistência em pedido de investigação de paternidade, cumulado com alimentos, 
formulado por menor púbere. Não sendo partes na relação de direito material, 
não lhes cabe dispor da ação, direito de caráter indisponível reservado apenas 
ao investigante em face do investigado\u201d. (TJPR. 12ª CC.