Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná
2021 pág.

Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná


DisciplinaDireito Processual Civil I45.509 materiais801.095 seguidores
Pré-visualização50 páginas
não importa o momento em que o processo esteja. O responsável fica 
obrigado a pagá-la. 
VII. Inércia: Se a parte deixar de antecipar as despesas para custear os atos 
que requereu, em regra, perde o direito de realizá-los e sofre as conseqüências 
relativas do inadimplemento. Em geral há preclusão da intenção requerida. 
Sendo da parte autora, o processo poderá ser encerrado por abandono. (CPC, 
art. 267, II e III). 
Artigo 19Kleber Cazzaro
cuja realização o juiz determinar de ofício ou a requerimento do 
Ministério Público.
AUTOR
Kleber Cazzaro
80
Súmula vinculante nº 28 do STF: \u201cÉ inconstitucional a exigência de depósito 
prévio como requisito de admissibilidade de ação judicial na qual se pretenda 
discutir a exigibilidade de crédito tributário\u201d. 
Súmula nº 236 do STF: \u201cEm ação de acidente do trabalho, a autarquia segura-
dora não tem isenção de custas\u201d.
Súmula nº 667 do STF: \u201cViola a garantia constitucional de acesso à jurisdição 
a taxa judiciária calculada sem limite sobre o valor da causa\u201d. 
Súmula nº 178 do STJ: \u201cO INSS não goza de isenção do pagamento de custas 
e emolumentos, nas ações acidentarias e de benefícios, propostas na justiça 
estadual\u201d.
Súmula nº 190 do STJ: \u201eNa execução fiscal, processada perante a justiça esta-
dual, cumpre a fazenda publica antecipar o numerário destinado ao custeio das 
despesas com o transporte dos oficiais de justiça\u201c.
Súmula nº 232 do STJ: \u201cA Fazenda Pública, quando parte no processo, fica 
sujeita à exigência do depósito prévio dos honorários do perito\u201d.
Súmula nº 462 do STJ: \u201cNas ações em que representa o FGTS, a CEF, quando 
sucumbente, não está isenta de reembolsar as custas antecipadas pela parte 
vencedora\u201d.
Súmula nº 481 do STJ: \u201cFaz jus ao benefício da justiça gratuita a pessoa jurídi-
ca com ou sem fins lucrativos que demonstrar sua impossibilidade de arcar com 
os encargos processuais\u201d.
JULGADOS 
Ação civil pública
\u201cA jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que a isenção do art. 18 
da Lei n. 7.347/85 aplica-se unicamente à parte autora, não sendo aplicável à ré 
da ação civil pública.\u201d (STJ. 2T. AgRg no AREsp 312.238/RN. Rel. Min. Humberto 
Martins. J. 14/05/2013)
Execução fiscal 
\u201cA Fazenda Pública, nas execuções fiscais, está dispensada do recolhimento 
antecipado das custas com a realização do ato citatório, que serão recolhidas, 
ao final, pelo sucumbente, nos termos dos arts. 27 do CPC e 39 da Lei 6.830/80\u201d. 
(STJ. 1ª Seção. Rcl 10.252/MG. Rel. Min. Eliana Calmon. j. 10/04/2013)
Curador especial
Artigo 19Kleber Cazzaro
81
\u201e[O] art. 20 do Código de Processo Civil cuida, expressamente, dos honorários 
de advogado, prevendo que a sentença os fixará e, ainda que o vencedor re-
ceberá as despesas que antecipou. Não há qualquer razão para impor adian-
tamento de honorários. A regra do art. 19, § 2º, manda o autor antecipar as 
despesas \u201arelativas a atos, cuja realização o juiz determinar de ofício ou a re-
querimento do Ministério Público\u2018. Evidentemente, honorários de advogado não 
se enquadram nessa categoria\u201c. (STJ. 2T. REsp 1364454/PR. Rel. Min. Herman 
Benjamin. J. 21/02/2013)
Desapropriação indireta
\u201cO beneficiário da justiça gratuita, nos termos do art. 3º, inciso V, da Lei n.º 
1.060/50, não está obrigado a arcar com as despesas relativas aos honorários 
periciais, ainda que a prova técnica tenha sido por ele requerida, consoante a 
exceção à regra prevista na primeira parte do art. 19, do CPC\u201d. (STJ. 1T. REsp 
1116139/MG. Rel. Min. Luiz Fux. J. 03/09/2009)
Execução fiscal
\u201cO adiantamento de despesas do oficial de justiça, para cumprimento de di-
ligências em execução fiscal promovida pela Fazenda Pública, é devido, uma 
vez que tanto o Oficial de Justiça quanto o Perito não estão obrigados a arcar, 
em favor do Erário, com as despesas necessárias para a execução de atos judi-
ciais\u201d. (STJ. 1T. REsp 933.189/PB. Rel. Min. Luiz Fux. J. 20/11/2008)
Ação civil pública. antecipação de honorários periciais. isenção do Ministé-
rio Público
\u201cO Parquet encontra-se, portanto, amparado pela norma especial legal em 
virtude de sua atuação visar resguardar o patrimônio público\u201d. (STJ. 1T. REsp 
822.919/RS. Rel. Min. José Delgado. J. 28/11/2006)
Atos processuais. antecipação pela fazenda
\u201cAs despesas dos atos processuais devem ser antecipadas, inclusive pela Fa-
zenda Pública e suas autarquias, não estando o perito obrigado a custear as 
despesas para realizar o trabalho\u201d. (STJ. 2T. REsp 182.201/SC. Rel. Min. Hélio 
Mosimann. J. 04/03/1999)
Assistência judiciária gratuita. pessoa jurídica
\u201cÉ possível a concessão do benefício da justiça gratuita à pessoa jurídica, desde 
que verificada a impossibilidade da parte de arcar com os encargos processu-
ais\u201d. (STJ. 4T. AgRg no AREsp 290.405/SP. Rel. Min. Raul Araújo. J. 02/04/2013)
Justiça gratuita. pessoa jurídica. possibilidade. necessidade de comprovação
\u201eO benefício da assistência judiciária gratuita pode ser estendido à pessoa ju-
rídica, desde que comprovada sua impossibilidade de arcar com as despesas 
do processo sem prejudicar a própria manutenção.\u201c (STJ. 2T. AgRg no AREsp 
211.181/RS. Rel. Min. Castro Meira. J. 20/11/2012)
Produção antecipada de provas. adiantamento das despesas processuais
Artigo 19Kleber Cazzaro
82
\u201cNão se pode confundir ônus da prova com obrigação pelo pagamento ou adi-
antamento das despesas do processo. A questão do ônus da prova diz respei-
to ao julgamento da causa quando os fatos alegados não restaram provados. 
Todavia, independentemente de quem tenha o ônus de provar este ou aquele 
fato, cabe a cada parte prover as despesas dos atos que realiza ou requer no 
processo, antecipando-lhes o pagamento (CPC, art. 19), sendo que compete ao 
autor adiantar as despesas relativas a atos cuja realização o juiz determinar de 
ofício ou a requerimento do Ministério Público (CPC, art. 19, § 2º)\u201d. (STJ. 1T. REsp 
538807/RS. Rel. Min. Teori Albino Zavascki. J. 03/10/2006)
Assistência judiciária gratuita. inversão do ônus da prova. Perícia
 \u201cO benefício da assistência judiciária gratuita e a inversão do ônus da prova não 
são incompatíveis. A simples inversão do ônus da prova, no sistema do Código 
de Defesa do Consumidor, não gera a obrigação de custear as despesas com a 
perícia, embora sofra a parte ré as conseqüências decorrentes de sua não-pro-
dução. O deferimento da inversão do ônus da prova e da assistência judiciária, 
pelo princípio da ponderação, impõe que seja beneficiado o consumidor, com 
o que não cabe a orientação jurisprudencial sobre o custeio da prova pericial 
nos termos da Lei nº 1.060/50\u201d. (STJ. 2Seção. REsp 639534/MT. Rel. Min. Carlos 
Alberto Menezes Direito. J. 09/11/2005)
Inversão do ônus da prova
\u201cA inversão do ônus da prova não implica na obrigatoriedade de qualquer das 
partes em arcar com as custas da prova pericial. Não aplicação do artigo 33 do 
CPC. A parte em cujo desfavor a inversão se operou sujeita-se às consequên-
cias da não realização da prova, a serem aferidas quando do julgamento da 
causa\u201d. (TJPR. 18CC. AI 954509-7. Rel.: Renato Lopes de Paiva. J. 06.03.2013)
\u201cNessa esteira, ressalta-se que não é a miserabilidade absoluta que autoriza a 
concessão do benefício, mas a existência de uma situação fática de indisponibi-
lidade real e efetiva de condições financeiras no momento em que se postula a 
justiça gratuita\u201d. (TJPR. AI 1.075.792-5. Rel. Antônio Renato Strapasson. Decisão 
monocrática. J. 10/6/2013) 
\u201cPara a concessão do benefício da assistência judiciária (...) não se faz mister 
qualquer prova de impossibilidade do referido pagamento, bastando, para tanto, 
a (...) declaração de que não pode arcar com as custas e despesas processuais, 
sem que estas prejudiquem o sustento próprio e familiar.\u201d (TJPR. AI n. 1.057.369-
8. Rel. Des. J.J. Guimarães da Costa. Decisão monocrática. J. 17/05/2013) 
Art. 20. A sentença