Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná
2021 pág.

Código de Processo Civil Anotado - OAB Paraná


DisciplinaDireito Processual Civil I45.573 materiais802.254 seguidores
Pré-visualização50 páginas
de nulidade só é factível quando não se puder aproveitar o ato 
processual em virtude da efetiva ocorrência e demonstração do prejuízo (pas de 
nullité sans grief)\u201c (STJ. 4T. REsp 1317835/RS. Rel. Min. Luis Felipe Salomão. J. 
25/09/2012)
Advogado suspenso temporariamente da OAB
\u201cEmbora o art. 4.° do Estatuto da OAB disponha que são nulos os atos praticados 
por pessoa não inscrita na OAB ou por advogado impedido, suspenso, licenci-
ado ou que passar a exercer atividade incompatível com a advocacia; o defeito 
de representação processual não acarreta, de imediato, a nulidade absoluta do 
ato processual ou mesmo de todo o processo, porquanto tal defeito é sanável 
nos termos dos arts. 13 e 36 do CPC. Primeiro, porque isso não compromete o 
ordenamento jurídico; segundo, porque não prejudica nenhum interesse público, 
nem o interesse da outra parte; e, terceiro, porque o direito da parte representa-
da não pode ser prejudicado por esse tipo de falha do seu advogado.\u201d (STJ. 3T. 
REsp 833.342/RS. Rel. Min. Nancy Andrighi. J. 25/09/2006)
Objetividade do ato
\u201cO Princípio Econômico a informar o processo enuncia que o mesmo deve pro-
curar obter o maior resultado com o mínimo de esforço. Tendo como vertente a 
Celeridade alçado à garantia constitucional (CF, art. 5º, inc. LXXVIII). Os atos e 
termos processuais não dependem de forma determinada, senão quando a lei 
expressamente o exigir, reputando-se válidos os atos que, realizados de outro 
modo, lhe preencham a finalidade essencial (CPC, art. 154). O sistema proces-
sual consagra o Princípio da Finalidade, pois quando a lei prescrever determi-
nada forma, sem cominação de nulidade, o juiz considerará válido o ato se, 
realizado de outro modo, lhe alcançar a finalidade (CPC, art. 244).\u201d (TJPR. 7CC. 
AI 778017-2. Rel.: Victor Martim Batschke. J. 08.11.2011)
Substabelecimento
\u201cÉ admissível, em nosso Direito, que procuração contendo poderes gerais para 
o foro, outorgada à pessoa que não seja advogado, possa ser substabelecida 
a quem o seja.\u201c (TJPR. 16CC. AC 768960-5. Rel.: Shiroshi Yendo. J. 11.05.2011)
Artigo 36Kleber Cazzaro
117
Levantamento de quantia depositada em juízo. procuração sem poderes especí-
ficos
\u201cO levantamento do depósito judicial somente pode ser feito pelo patrono da 
parte litigante quando da existência de poderes específicos para tal fim no in-
strumento de procuração, com fundamento nos arts. 38 do CPC e 5.º do Estatuto 
do Advogado. Ainda, a interpretação de poderes especiais deve se dar de forma 
restritiva, já que interfere, consideravelmente, na esfera da autonomia privada 
do representado\u201d. (TJPR. 15CC. AI 481152-5. Rel.: Fábio Haick Dalla Vecchia. J. 
07.05.2008)
Oferecimento à penhora
\u201cO artigo 36 do CPC determina que \u201ea parte será representada em juízo por 
advogado legalmente habilitado\u201c, pelo que o oferecimento de bens à penhora 
para discussão da dívida em embargos é ato privativo de advogado\u201d. (TJPR. 
5CC. AC 345.784-9. Rel. Rosene Arão de Cristo Pereira. Decisão Monocrática 
23/08/2006). 
I. Caução de rato: Despesas e perdas e danos ocorridas pela não ratificação no 
prazo legal, e desde que o fato tenha ocorrido pelo advogado que não promoveu 
o ato, ele responde por isso. Os valores que não sejam objetivos são apurados 
em liquidação por artigos, seguindo os termos do artigo 475-C do CPC.
II. Poderes para ratificação: Ocorrendo necessidade de se procurar em juízo 
Artigo 36Kleber Cazzaro
Art. 37. Sem instrumento de mandato, o advogado não será ad-
mitido a procurar em juízo. Poderá, todavia, em nome da parte, 
intentar ação, a fim de evitar decadência ou prescrição, bem 
como intervir, no processo, para praticar atos reputados urgen-
tes. Nestes casos, o advogado se obrigará, independentemente 
de caução, a exibir o instrumento de mandato no prazo de 15 
(quinze) dias, prorrogável até outros 15 (quinze), por despacho 
do juiz.
Parágrafo único. Os atos, não ratificados no prazo, serão havi-
dos por inexistentes, respondendo o advogado por despesas e 
perdas e danos.
AUTOR
Kleber Cazzaro
118
sem o respectivo mandato, na procuração que vier, na sequência, apresentada 
nos autos, o advogado deverá se munir de poderes especiais para ratificar todos 
os atos por ele praticados anteriormente no processo, em nome do mandante. 
Sem isso, não terá valor o que foi feito.
 para fazerem prova no Brasil, os documentos oficiais, passados por agentes 
públicos de países estrangeiros, dependem de tradução, autenticação consular 
brasileira e registro no ofício de títulos e documentos (L. 6.015/73, art. 129, 6º). 
Isso vale tanto para o documento principal, quanto para seus acessórios. 
Súmula nº 644 do STF: \u201cAo titular do cargo de procurador de autarquia não se 
exige a apresentação de instrumento de mandato para representá-la em juízo\u201d. 
Súmula nº 115 do STJ: \u201cNa instância especial é inexistente recurso interposto 
por advogado sem procuração nos autos\u201d. 
JULGADOS 
Recurso subscrito por advogado sem procuração nos autos
\u201cA regra geral, que decorre do art. 37, caput, do CPC, expressa ser indispensável 
a presença, em autos de processo judicial, do instrumento de mandato outor-
gado pela parte ao advogado, sob pena de serem considerados inexistentes os 
atos praticados\u201d. (STF. 2T. AI 703060 AgR. Rel. Min. Ellen Gracie. J. 23/06/2009)
Postulação sem mandato
\u201cÉ admissível, nas hipóteses do art. 37 do CPC. Compete, todavia, ao advogado 
exibir o instrumento de mandato no prazo de quinze dias, \u201aindependentemente de 
qualquer ato ou manifestação da autoridade judiciária\u2018. Não o tendo exibido, nem 
requerido a prorrogação por outros quinze dias (aí sim, exige-se a manifestação 
do juiz)\u201c. (STJ - REsp 23.877-1/PR, 3ª T., Rel. Min. Nilson Naves, DJU 03.12.1992). 
(TJPR. 17CC. AC 501105-4. Rel.: Stewalt Camargo Filho. J. 15.10.2008)
Recurso de apelação interposto por bacharel em direito
AUSÊNCIA DE PROVA DE INSCRIÇÃO NA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRA-
SIL. AFRONTA AO ART. 36 DO CPC. NÃO CONHECIMENTO DO RECURSO. Não 
se admite no direito pátrio a interposição de recurso por pessoa desprovida 
de capacidade postulatória, vez que não inscrita na Ordem dos Advogados do 
Brasil. (TJPR. 3CC. AC 727.209-1. Rel. Des. Paulo Habith. Decisão monocrática 
01/02/2011)
Irregularidade de representação processual
\u201cEmbora o artigo 4° da Lei nº 8.906/94 disponha que são nulos os atos prati-
cados por profissional temporariamente suspenso da OAB, o defeito de repre-
sentação processual não tem o condão de acarretar, de imediato, a nulidade 
absoluta do(s) ato(s) processual(is) ou de todo o processo, porquanto se trata 
de defeito perfeitamente sanável nos termos dos artigos 13 e 36 do CPC.\u201d (TJPR. 
Artigo 37Kleber Cazzaro
119
7CC. AI 618379-7. Rel.: Luiz Sérgio Neiva de Lima Vieira. J. 15.12.2009)
Revelia
\u201cNa hipótese em que o réu apresenta peça de defesa subscrita por advogado 
sem procuração nos autos, é aplicável o artigo 37 do Código de Processo Civil, 
o qual determina a juntada do instrumento de mandato no prazo de 15 dias, pror-
rogável por até outros 15, por despacho do juiz. Eventual decisão de aplicação 
dos efeitos da revelia, por ausência da procuração no prazo concedido ao réu, 
impõem a intimação pessoal deste, sob pena de restar caracterizado o cerce-
amento do direito de defesa\u201d. (TJPR. 10CC. AC 960114-5. Rel.: Jurandyr Reis 
Junior. J. 04.10.2012)
Petição recursal subscrita por advogado sem procuração nos autos.
INSTRUMENTO DE MANDATO NÃO EXIBIDO NO PRAZO LEGAL. AUSÊNCIA DE 
REQUERIMENTO PARA PRORROGAÇÃO DO PRAZO. INCIDÊNCIA DO ART. 37 
DO CPC. INAPLICABILIDADE DO ART. 13. Ato de recorrer reputado inexistente. 
(TJPR. 14CC. EDC 719841-4/01. Rel.: Guido Döbeli. J. 10.08.2011)
AÇÃO DE EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL. BLOQUEIO DE VALORES. 
PEDIDO SUBSCRITO POR ADVOGADO SEM PROCURAÇÃO NOS AUTOS. IN-
STRUMENTO DE MANDATO NÃO EXIBIDO NO PRAZO LEGAL. AUSÊNCIA