Fundamentos do Movimento Humano_U1.pdf
58 pág.

Fundamentos do Movimento Humano_U1.pdf


DisciplinaFundamentos Metodológicos do Atletismo31 materiais463 seguidores
Pré-visualização12 páginas
babaçu.
Evolução do Ser Humano 
No decorrer da história humana, 
ocorreram várias representações 
dos nossos corpos de uma forma 
compartimentalizada de acordo com 
as necessidades da época. Desde as 
formas de vida mais primárias já podemos 
observar a existência da corporeidade, 
que acabou surgindo em função da 
necessidade das primeiras espécies 
Fonte: Istockphoto.com \u2013 21104472.
Figura 1.2 | Evolução do Ser Humano
Fundamentos básicos do movimento humano: postura e corporeidade 
U1
11
animais terem que buscar o seu próprio alimento para a sobrevivência e através 
dos movimentos entraram em contato com o mundo externo, sendo assim, a 
locomoção é considerada como a responsável pelo contato com o mundo 
exterior.
Há cinco mil anos, os chineses desenvolveram a automassagem do-in, já 
buscando o equilíbrio entre o corpo e a mente.
Pitágoras 492 a. C. fundou a escola Itálica, onde ensinava para os seus alunos a 
ligação entre a mente e o corpo.
Na Grécia, através de Platão, Sócrates, Aristóteles, outros filósofos gregos já se 
consideravam e defendiam a importância do equilíbrio entre o corpo a e mente, 
porém, na Idade Média, o mundo acabou passando por um período que podemos 
chamar de obscuro, no qual o poder da Igreja era muito grande e por isso a única 
importância era o cuidado com a alma, deixando de lado, a preocupação com o 
corpo.
Ao longo da história podemos observar várias descrições do que seria o corpo 
humano, por exemplo: em 300 a.C. até 1700 d.C., o corpo era considerado 
como um \u201cjardim secreto\u201d fechado em si mesmo, inviolável, proibido e virgem; 
posteriormente, foi considerado como um \u201ccorpo aberto\u201d, que pode ser invadido, 
e também com a visão de um corpo anatômico considerado na medicina, no 
esporte e depois como um \u201ccorpo que é ajustável à sua necessidade\u201d deixando 
então de ser rígido passando a ser maleável, transformável em decorrências das 
experiências vividas ao longo dos anos.
Assimile
Convido você a colocar no papel o que você entendeu sobre o significado 
da corporeidade entre os diferentes períodos da história e, posteriormente, 
descrever o significado de corporeidade para você.
O significado para corporeidade, principalmente encontrado no mundo 
ocidental, na maioria dos dicionários, está relacionado com um corpo humano 
biológico e fisiológico, esquecendo-se, na maioria das vezes, do restante de todo 
o real significado do corpo, o que é, por exemplo, observado na definição de 
saúde pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um completo bem-estar 
Fundamentos básicos do movimento humano: postura e corporeidade 
U1
12
físico, mental e social e não apenas a ausência de doença. Portanto, é fundamental 
que o funcionamento do corpo humano seja entendido e cuidado por completo, 
sendo necessário sempre a existência do equilíbrio entre o corpo e a mente.
Com o tipo de vida que estamos vivendo atualmente corremos o risco de 
apenas utilizar o nosso corpo e não viver este corpo, apenas nas últimas décadas 
que tanto o corpo como a mente passaram a ser discutidos com a possibilidade 
de ser repensada toda a sua condição humana através do estudo da corporeidade.
Corporeidade e a psicologia 
Para Sigmund Freud, o corpo era considerado 
como uma fonte básica para toda a experiência 
mental. Reich postulou a ligação do caráter de uma 
pessoa com o seu corpo, afirmando que o caráter 
de uma pessoa estava diretamente ligado ao seu 
corpo dando o nome de \u201ccouraça muscular\u201d, ou 
seja, a ligação direta de uma neurose com o corpo.
Todas estas pesquisas desenvolvidas por Reich 
possibilitaram uma nova forma de compreender 
o ser humano, confirmando, através da sua teoria, 
uma unidualidade entre o corpo e a mente. A teoria 
de Reich está relacionada com a relação entre o 
caráter, que é a personalidade, com o corpo do 
indivíduo, nas pesquisas ele percebeu que muitas 
vezes a neurose vai formar a estrutura do caráter 
que, por sua vez, está diretamente ligada ao corpo, o que ele chamou de \u201ccouraça 
muscular\u201d, afirmando que existe uma relação oposta entre a energia interna, 
chamada de energia sexual, que apresenta um movimento para fora, buscando 
sempre o mundo (meio) e as pessoas, e a tensão externa, que está presente na 
superfície, em função da couraça, determinada socialmente e culturalmente pela 
repressão sexual, que exerce uma pressão de fora para dentro, como resultado 
este indivíduo vai ficando cada vez mais rígido.
Através de suas pesquisas foi demonstrado que o sistema nervoso autônomo, 
por meio de suas divisões simpático e parassimpático, está relacionado com o 
movimento da corrente biopsíquica, onde o parassimpático atua na direção da 
expansão (para fora do eu, em direção ao mundo), enquanto o simpático opera na 
direção da contração (para longe do mundo, para dentro do eu), da tristeza e do 
desprazer quando em excesso.
Fonte: Istockphoto.com \u201356782852.
Figura 1.3 | Corporeidade e a 
psicologia
Fundamentos básicos do movimento humano: postura e corporeidade 
U1
13
Faça você mesmo
Agora, aproveite este momento para refletir sobre a corporeidade e 
faça uma pesquisa na internet buscando sites que apresentam outras 
definições sobre a corporeidade, assim como também as suas relações.
Corporeidade na educação escolar
A corporeidade na escola pode identificar várias deficiências motoras na criança, 
uma vez que ela tem a finalidade não apenas de desenvolver o corpo e a mente. 
Infelizmente, ainda muitos educadores acabam usando a corporeidade como uma 
forma de realizar brincadeiras com a finalidade de melhorar o ambiente entre os 
alunos na sala de aula, não tendo a real noção de toda a sua amplitude, portanto, 
não se aproveitam todas as suas possibilidades para o desenvolvimento escolar 
destas crianças.
São muitas as possibilidades do uso da corporeidade que podem ser trabalhadas 
com a criança na escola, com a finalidade do desenvolvimento neuropsicomotor, 
por exemplo: as noções de espacialidade, lateralidade, temporalidade, consciência 
corporal, do corpo, como também comunicação e, principalmente, a aprendizagem 
através da conscientização corporal.
Podem também ser trabalhados na criança vários sentimentos, como 
liberdade, união, solidariedade, entre outros, uma vez que todas estas atividades 
psicomotoras, quando trabalhadas adequadamente, vão auxiliar no entendimento 
do esquema corporal.
O trabalho do esquema corporal na educação escolar vai possibilitar ao 
educador realizar um trabalho consciente e completo fazendo com que o aluno 
se desenvolva integralmente e livre de qualquer bloqueio para sua vida futura.
Aproveite este momento para refletir sobre a importância da corporeidade 
com relação à educação escolar através da leitura do artigo \u201cDiálogos 
entre a Corporeidade e a Educação Física: Percepções do Corpo e 
Escolares\u201d, disponível em: <http://periodicos.uern.br/index.php/redfoco/
article/viewFile/950/516>. Acesso em: 11 jul. 2015.
Reflita
Fundamentos básicos do movimento humano: postura e corporeidade 
U1
14
Linguagem do corpo 
Através de pesquisas foi comprovado que 
cada parte do nosso corpo tem uma linguagem 
que pode ser entendida, sendo assim, a 
cabeça, o tronco, os membros e cada órgão 
vão receber um impulso nervoso do cérebro, 
que vai controlar as emoções.
Existem desejos que são conscientes, como 
o ato de movimentar uma mão ou um pé, 
como também existem desejos inconscientes 
que vão fazer com que o cérebro impulsione a 
energia com a finalidade de mover ou imobilizar 
uma parte do corpo.
As pessoas que sofrem de uma paralisia muscular psicossomática, por exemplo, 
têm como origem situações de desespero nas quais não conseguem mais 
encontrar nenhuma saída ou uma solução para a sua situação, ocasionando uma 
tensão nervosa profunda
Matt
Matt fez um comentário
O resumo seria big
0 aprovações
Bruna
Bruna fez um comentário
Olá! Se possível me manda esse material por email: bruna-llopes@live.com Muito obrigada!
0 aprovações
Vitinho
Vitinho fez um comentário
Eu quero o resumo tem
0 aprovações
Carregar mais