CURSO DE TEC EM TRANS IMOBILIÁRIAS  PARTE 1

CURSO DE TEC EM TRANS IMOBILIÁRIAS PARTE 1


DisciplinaDireito Imobiliário1.289 materiais9.826 seguidores
Pré-visualização50 páginas
de um 
 
_____________________________________________________________________________________ 
TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS 
16.0 78 
seguro normalmente exigido pelas instituições financeiras, quando da contratação de empréstimo para 
habitação. 
 
Seguro fiança: 
É uma forma de garantia nos contratos de locação. Dessa forma, o locador não precisa exigir do 
locatário um fiador. 
Servidão: 
Passagem, para uso do público, por um terreno que é propriedade particular. 
SFI: 
Sistema de Financiamento Imobiliário. 
Sociedade Anônima: 
Sociedade que tem o capital dividido em ações e onde os sócios ou acionistas têm responsabilidades e 
respondem sobre o valor das ações subscritas ou adquiridas, podendo ter por objeto qualquer empresa 
de fim lucrativo. 
 
T 
Tabela Price: 
Tabela que mostra as prestações referentes à amortização e aos juros de uma dívida, calculada de 
forma a ter um valor constante ao longo do período de pagamento. 
Taxa de câmbio: 
Valor de uma moeda estrangeira com a finalidade de compra e venda. 
Taxa: 
Tributo ou imposto cobrado como remuneração de serviços específicos prestados ao contribuinte, ou 
postos à disposição deste. 
Terreno: 
Área de terra sobre a qual vai se assentar a construção. É um bem imóvel. No direito agrário, é a terra 
própria para cultivo ou pecuária. 
Título caucionado: 
Título de crédito dado em garantia que serve de objeto a um penhor. 
Título de Propriedade: 
Documento que formaliza um negócio jurídico cujo objeto é a aquisição da propriedade de um bem e a 
sua transferência em favor do comprador, desde que devidamente registrada. É um direito de 
propriedade sobre determinado bem. 
TR: 
Taxa referencial de juros. Taxa divulgada mensalmente pelo Banco Central, a partir de fevereiro de 
1991, calculada com base na remuneração mensal média dos depósitos ou aplicações em instituições 
financeiras, e que é utilizada como indexador de débitos fiscais, contratos privados, etc. É um índice 
muito aplicado para reajustes das prestações dos contratos de financiamento imobiliário. 
Transmissão de propriedade: 
Transferência e aquisição de propriedade. Pode ser entre pessoas vivas ou por causa do falecimento de 
uma pessoa. 
Transmissão: 
Transferência de uma coisa, direito ou obrigação à outra pessoa. Cessão de crédito, débito ou contrato. 
Terreno edificado: 
Terreno com construção. 
 
U 
Usucapião de imóvel: 
Aquisição de imóvel pela posse pacífica e ininterrupta pelo prazo de 15 anos, independentemente de 
justo título e boa-fé; pelo decurso do tempo de dez anos, se o possuidor houver estabelecido no imóvel 
sua moradia; 05 anos, imóvel rural, se não for proprietário de imóvel algum ( nem rural e nem urbano ). 
 
_____________________________________________________________________________________ 
TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS 
16.0 79 
Usucapião: 
Modo de aquisição da propriedade e de outros direitos reais relacionados à propriedade, através da 
posse prolongada e observando os requisitos legais. 
Usufruto: 
É o direito real, conferido a uma pessoa, durante certo tempo, que a autoriza a retirar e usufruir, de 
coisa alheia, frutos e utilidades que ela produz. O usufruto pode recair em um ou mais bens, móveis ou 
imóveis, em um patrimônio inteiro, ou parte deste, abrangendo-lhe, no todo ou em parte, os frutos e 
utilidades. O proprietário não perde o direito de propriedade do bem para o usufrutuário. O usufruto de 
imóveis, quando não resulta de direito de família, depende da inscrição no registro imobiliário. 
 
V 
Valor do contrato: 
Valor das prestações a serem pagas pelo devedor, assumidas no contrato. 
Valor nominal: 
Valor que está expresso em um título, cuja fixação está certa e determinada. Em matéria de títulos de 
crédito, o valor nominal do título está na quantia que deve ser paga, que vem a ser um dos requisitos 
essenciais de que se deve revestir todo título de crédito, sob pena de invalidade. 
Valor real: 
É valor da coisa em si, independente de convenção ou arbítrio. 
Valor venal do imóvel: 
É o valor de venda de um bem (que leva em consideração a metragem, a localização, a destinação e o 
tipo de imóvel). Valor de venda estimado. Preço que o bem pode alcançar no mercado. 
Vistoria: 
Inspeção feita pela Câmara Municipal, para verificar se o prédio urbano está conforme o projeto 
aprovado. Este termo é também utilizado para designar as inspeções que os peritos designados pelos 
bancos efetuam às obras por eles financiadas. 
 
Z 
Zonas protegidas: 
Zonas definidas pelo Plano Diretor Municipal, nas quais não podem existir construções, ou em que a 
construção tem de obedecer a determinadas regras, destinadas a assegurar o enquadramento 
harmonioso do prédio no local, são exemplos de zonas protegidas o Centro Histórico de Évora, o 
Parque Natural da Arrábida, o Parque Natural da Peneda Gerês, etc. 
 
GLOSSÁRIO E EXPRESSÕES JURÍDICAS 
I - Glossário 
 
A 
Ação de despejo: Pedido à Justiça feito por um proprietário, locador ou comprador de um imóvel para 
obrigar o inquilino a desocupá-lo. 
Ação revisional: Pedido que tramita na Justiça para que o valor do aluguel seja igualado ao valor de 
mercado, para cima ou para baixo. A revisão do aluguel não pode ser pedida quando já existe um prazo 
acertado de desocupação do imóvel. 
Agente fiduciário: Criado pela lei n.º 6.404/76 (a "Lei das S/A"), é qualquer empresa credenciada pelo 
Banco Central para, entre outras funções, promover a execução extrajudicial de empréstimos 
hipotecários vinculados ao SFH. 
Agente financeiro: Instituição pública ou privada que faz parte do Sistema Financeiro Nacional. Sua 
função é coletar, intermediar e aplicar recursos financeiros seus ou de outros, com autorização do 
Banco Central do Brasil. 
 
_____________________________________________________________________________________ 
TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS 
16.0 80 
Alienação fiduciária: Ato de transferência de um bem móvel ou imóvel do devedor para o credor, em 
garantia do pagamento da dívida. O devedor detém a posse direta do bem, para seu uso, e o credor 
detém a posse indireta do bem, que fica em seu domínio. Depois de quitar o empréstimo, o comprador 
adquire a propriedade definitiva do bem. 
Aluguel: Cessão ou empréstimo de um bem em troca do pagamento de uma taxa periódica por 
extensão, chamada pelo mesmo nome, aluguel. O mesmo que locação. 
Aluguel por temporada: Aluguel de imóvel com prazo máximo de 90 dias. A lei n.º 8.245, de 1991, 
admite a cobrança adiantada do valor acertado em contrato escrito. 
Amortização: Pagamento periódico realizado para abater (reduzir) uma dívida. Nos financiamentos em 
geral, a amortização é feita por uma das parcelas que compõem as prestações. 
Amortização extraordinária: Pagamento extraordinário (antes do prazo previsto) que deve 
corresponder a pelo menos 10% do valor do saldo devedor. 
Apólice: Documento emitido pela companhia de seguro com os dados da cobertura de risco do 
segurado. 
Área comum: Área de um condomínio que pode ser utilizada por todos os moradores, como os 
corredores, o saguão, o salão de festas e os locais de lazer. Também chamada área de uso comum. 
Área privativa: Área de um imóvel sobre a qual o proprietário tem domínio total, delimitada pela 
superfície externa das paredes. 
Área urbana: Região de um município que conta com melhoramentos mantidos pela prefeitura. 
Área útil: Soma das áreas internas de cada cômodo do imóvel, de parede a parede, sem contar sua 
espessura. Antigamente tinha o sugestivo nome "área de vassoura". 
Arrendamento mercantil: Aluguel de um bem móvel ou imóvel (veículo, máquina, casa, apartamento) 
mediante o pagamento de contraprestações periódicas