A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
METODOLOGIA DE PESQUISA PROF GIOVANA1[1]

Pré-visualização | Página 1 de 8

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA- UDESC 
CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, FISIOTERAPIA E DESPORTO-CEFID 
DISCIPLINA: METODOLOGIA DE PESQUISA 
1PROF. DRª GIOVANA ZARPELLON MAZO 
 
 
PROJETO DE PESQUISA 
 
 "Pesquisa é o conjunto de atividades intelectuais tendentes à descoberta de 
novos conhecimentos" (MONTEIRO & SAVEDRA, 2001, p. 61). 
 
 •Trata-se de um exame cuidadoso, metódico, sistemático e em profundidade, 
visando descobrir dados, ou ampliar e verificar informações existentes com o 
objetivo de acrescentar algo novo à realidade investigada. 
 
Natureza do trabalho científico: 
•É responsável pelo avanço científico e tecnológico nas diferentes áreas do 
conhecimento. 
•Caracteriza-se por ser uma atividade que exige organização, disciplina e 
criatividade. •O pesquisador realiza um recorte da realidade, rompe com o 
conhecimento vulgar e constrói novas teorias ou confronta as já existentes, 
estabelecendo relações significativas. 
 
A ética na investigação 
• Honradez no trabalho de produção científica: Refere-se à atitude do 
investigador de identificar as idéias de outros autores, assinalando a fonte 
de onde as retirou. Caso contrário, configura-se como uma apropriação 
indébita de idéias. 
• Amor à verdade: Refere-se à atitude, por parte do investigador / 
pesquisador, de busca da neutralidade ao (expor os fenômenos e suas 
causas, não deixando que fatores subjetivos encubram a verdade dos fatos. 
• A modéstia: Refere-se à atitude do pesquisador em relação à própria 
produção ou à alheia. O auto-elogio ou o menosprezo à produção alheia 
ferem a ética. 
• A ciência a serviço do homem: Toda investigação deveria estar relacionada 
a uma tentativa de melhorar a vida do homem, individual ou socialmente. 
• A preservação da identidade dos sujeitos-alvo da pesquisa: Diz respeito ao 
uso de nomes ou imagens sem as respectivas autorizações. 
• O sigilo profissional: Tem a ver com a preservação da identidade das 
pessoas-alvo da pesquisa. 
 
Fonte: Dusilek (1982) 
 
 
Disciplina de Metodologia de Pesquisa 
Profª Drª Giovana Zarpellon Mazo 
 
 1
O PROJETO DE PESQUISA 
 
O que é? 
Constitui-se no plano de trabalho da pesquisa. 
Finalidade: definir os rumos que o investigador deve tomar segundo suas 
questões de estudo, impedindo desperdício de tempo e custo elevado da 
pesquisa. Esse plano deve responder às seguintes perguntas: 
•O quê? 
•Por quê? 
•Para quê? 
•Para quem? 
•Onde? 
•Quando? Como? Com quê? 
Deve conter o ordenamento metódico daquilo que o pesquisador pretende realizar. 
 
Todo projeto é formado de partes: 
•Tema ou assunto da pesquisa (que responde o que investigar). 
•Problema a ser investigado. 
•Questões de estudo ou questões norteadoras - que devem ser respondidas 
quando o pesquisador desenvolver a pesquisa. 
•Justificativa (por quê?). 
•Objetivos: geral e específicos (para quê). 
•Revisão de literatura e ou Fundamentação teórica. 
•Metodologia - que responde ao como, com quem, para quê, onde etc. da 
pesquisa. •Referências. 
•Cronograma de atividades - o cronograma só aparece no Projeto de pesquisa. 
 
 
TEMA 
Trata-se do momento da seleção do fato, fenômeno ou assunto merecedor da 
pesquisa. 
Leva-se em consideração alguns aspectos: 
a) é de interesse científico? 
b) é um assunto que se deseja provar ou resolver? 
c) é possível de ser investigado? 
d) existe material bibliográfico sobre o assunto escolhido? 
e) o pesquisador tem familiaridade com o tema? 
f) que tempo o pesquisador tem disponível e que recurso possui para realizar a 
investigação? 
 
 
A delimitação do tema 
 Procure delimitar o tema. Para tanto, associe ao seu tema um fenômeno/um fato, 
uma idéia e decomponha-os em temas específicos. 
Exemplo: 
Tema geral: Nível de Atividade Física 
Tema específico: O nível de atividade física de mulheres idosas 
 2
 
 
Observação: 
Há necessidade de uma revisão da literatura já existente sobre o tema específico 
escolhido para verificar: 
•a relevância (ou seja, a contribuição social e científica), 
•a viabilidade (ou seja, se há disponibilidade de tempo, material e recursos 
humanos) 
•e se o tema é original. 
As teses já produzidas, a Internet, as trocas com pesquisadores ou professores 
ligados ao assunto poderão ser de grande valia. 
 
 
O problema 
 O que é? 
É uma questão não resolvida, que pode referir-se: 
• a alguma lacuna do conhecimento ou metodológica; 
• a alguma dúvida em relação a uma afirmação que é aceita pelo senso comum; 
• à vontade de testar, de pôr à prova uma suposição; 
• à vontade de compreender e investigar uma situação do cotidiano. 
 
O problema 
Formular um problema é dizer de maneira explícita, operacional, qual a dificuldade 
que existe, delimitando seu campo de investigação e apresentando suas 
características. 
Cuidados na elaboração do problema - delimitação 
• redigir apontando a relação entre dois fenômenos. • ser formulado como uma 
pergunta, expressa de maneira clara e precisa, delimitando o campo de 
investigação. • representar o quê será estudado. • especificar em que situação a 
pesquisa ocorrerá, qual é o foco a que está dirigida. 
Exemplos: Qual o nível de atividade física de mulheres idosas participantes de 
Grupos de Convivência de Idosos em Florianópolis, SC, Brasil? 
 
A hipótese 
 O que é? • Significa suposição. Supõe-se a relação entre dois fenômenos (entre 
duas variáveis), sendo que, quando uma influencia a outra, o fenômeno se 
evidencia. 
•• É uma formulação possível de solução de um determinado problema. 
•• Deve partir de conhecimentos prévios sobre o tema, sustentada em adequada 
revisão de literatura a respeito do tema. Somente assim haverá a possibilidade de 
fundamentar a relação entre as variáveis. 
•• Uma hipótese caracteriza-se por ser "uma verdade provisória", uma afirmação 
que se faz acerca de algo desconhecido, que surge a partir do problema 
construído. 
•• A hipótese é formulada em uma sentença afirmativa. . Dependendo do tipo de 
pesquisa, pode-se substituir a hipótese por questões de estudo ou questões 
norteadoras 
 3
 
 Hipóteses 
Exemplos: 
H0 A maioria das mulheres idosas participantes de Grupos de Convivência de 
Idosos em Florianópolis, SC, Brasil é do nível menos ativo. 
H1 A maioria das mulheres idosas participantes de Grupos de Convivência de 
Idosos em Florianópolis, SC, Brasil é do nível mais ativo. 
 
Questões de estudo 
•São questões resultantes do desdobramento de um problema. 
•São várias as questões que, se respondidas, permitem clarificar o problema. 
••As questões funcionam como roteiro da pesquisa. 
••É útil correlacionar as questões de estudo com a metodologia (coleta de dados e 
tratamento dos dados). 
••Se o pesquisador orientar-se por suas questões de estudo para formular os 
tópicos da pesquisa, isto favorecerá bastante o seu caminhar. 
 
Os objetivos 
•Responde ao que se quer saber sobre o assunto escolhido. 
Para que saber? 
Que dados investigar? 
Que recursos se irá utilizar para colher os dados? 
••Natureza dos objetivos: 
Ajudam a identificar a natureza da pesquisa e a delimitar a investigação. 
••Nos projetos destinados à resolução de problemas, procede-se à apresentação 
do objetivo geral e específicos. 
 
 
Função dos objetivos: 
•Esclarecer o desempenho visado. 
• Guiar a solução e organização dos conteúdos. 
• Orientar a seleção e a organização dos procedimentos. 
• Guiar a seleção dos recursos. 
• Permitir maior precisão na avaliação dos resultados. 
• Comunicar o que se espera alcançar. A formulação dos objetivos. 
• Os objetivos são formulados utilizando-se os verbos no tempo ínfinítívo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 4
 
 
 
Os objetivos 
 
Existem verbos que admitem interpretações

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.