Ciência Política e Teoria do Estado.pdf
160 pág.

Ciência Política e Teoria do Estado.pdf

Disciplina:Ciência Política e Teoria Geral do Estado712 materiais14.988 seguidores
Pré-visualização50 páginas
2

Sumário

Sumário
Folha de rosto
Ficha catalográfica
Créditos
Sobre os autores
Epígrafe
Agradecimentos
Notas preliminares
P A R T E I – Elementos que caracterizam o Estado: a importância da Ciência Política
1. A aptidão da Ciência Política para a compreensão do nascimento do Estado Moderno
1.1. Considerações gerais
1.2. A transição das formas estatais pré-modernas
1.2.1. Principal forma estatal pré-moderna: o medievo
2. O Estado na Teoria Política Moderna
2.1. Considerações gerais
2.2. A visão positiva do Estado: o modelo contratualista
2.2.1. O Estado de natureza
2.2.2. Contrato social
2.2.3. Estado civil
2.3. O Estado Moderno
2.4. A primeira versão do Estado Moderno: o Estado absolutista
2.5. A visão negativa sobre o Estado
3. A segunda versão do Estado Moderno: o modelo liberal e o triunfo da burguesia
3.1. Considerações gerais
3.2. O contratualismo e o Estado liberal-burguês
3.2.1. Definições de liberalismo
3.2.2. Os diversos núcleos do liberalismo
3.2.3. O (não) Estado Liberal
3.2.4. O início da transformação
4. O Welfare State e a transformação do liberalismo
4.1. Considerações gerais
4.2. A mutação dos papéis do Estado – do absenteísmo ao intervencionismo
4.2.1. Função(ões) da Intervenção
4.3. A ideia do Estado de bem-estar social
5. A peculiaridade do intervencionismo do Estado no Brasil: a crônica de um simulacro e a crise da modernidade
6. O Estado de Direito
6.1. Considerações gerais
6.2. A apresentação do Estado de Direito
6.2.1. O Estado Liberal de Direito

3

6.2.2. O Estado Social de Direito
6.2.3. O Estado Democrático de Direito
6.2.3.1. O Estado Democrático de Direito e a Constituição “Dirigente”
7. A questão democrática
7.1. Considerações gerais
7.2. A democracia (liberal) representativa: seus modelos e incertezas
7.3. Democracia: o jogo das regras e as regras do jogo
7.4. Propostas não cumpridas
7.5. Obstáculos à concretização democrática
7.6. Representação versus Delegação: o problema da democracia no Brasil (e na América Latina)
7.7. Uma “nova” democracia. O sujeito democrático
7.8. Democracia, Cidadania e Globalização
7.9. A antítese da democracia: o totalitarismo
8. As crises do Estado
8.1. Considerações gerais
8.2. Crise conceitual do Estado
8.2.1. A questão da soberania
8.2.2. A questão dos direitos humanos
8.3. Crise estrutural
8.3.1. O Estado do bem-estar
8.3.2. As crises de um modelo
8.4. Crise constitucional (institucional)
8.5. Crise funcional
8.6. Crise política (e da representação)
8.7. Para “além” do Estado
Notas
P A R T E II – Elementos que caracterizam o Estado: a importância da Teoria Geral do Estado
9. Elementos constitutivos do Estado
9.1. Considerações iniciais
9.2. A visualização do Estado
9.2.1. Território
9.2.2. Povo/População
9.2.3. Soberania – concepção clássica
10. Formas de Estado, Formas de Governo, Sistemas de Governo e Funções do Estado
10.1. Formas de Estado
10.1.1. Estado Federado
10.1.2. Estado Unitário
10.2. Formas de governo
10.2.1. República
10.2.2. Monarquia
10.3. Sistemas de governo
10.3.1. Parlamentarismo
10.3.2. Presidencialismo
10.3.2.1. A peculiaridade brasileira – o presidencialismo de coalizão
10.4. As funções do Estado
10.4.1. Funções do Estado e sistema de freios e contrapesos
11. A democracia representativa: partidos políticos e sistemas eleitorais – O valor da opinião pública
11.1. Considerações iniciais

4

11.2. Partidos Políticos
11.3. Sistemas Eleitorais
11.4. A opinião pública
11.4.1. Considerações iniciais
11.4.2. A opinião pública, o ideal iluminista da publicidade e o papel da mídia
Notas
Referências

5

Folha de rosto

LENIO LUIZ STRECK
JOSE LUIS BOLZAN DE MORAIS

Ciência Política
&

Teoria do Estado
8ª EDIÇÃO

Revista e Atualizada

6

Ficha catalográfica
Conselho Editorial André Luís Callegari

Carlos Alberto Alvaro de Oliveira Carlos Alberto Molinaro
Daniel Francisco Mitidiero Darci Guimarães Ribeiro

Draiton Gonzaga de Souza
Elaine Harzheim Macedo

Eugênio Facchini Neto
Giovani Agostini Saavedra

Ingo Wolfgang Sarlet
Jose Luis Bolzan de Morais José Maria Rosa Tesheiner

Leandro Paulsen
Lenio Luiz Streck

Paulo Antônio Caliendo Velloso da Silveira
___________________________________________________________________

S914c Streck, Lenio Luiz
Ciência política e teoria do estado / Lenio Luiz Streck; Jose Luis Bolzan de Morais. 8. ed. rev. e atual. – Porto Alegre: Livraria do
Advogado Editora, 2014.
ISBN 978-85-7350144-5
1. Ciência política. 2. Teoria do Estado. 3, Estado moderno. I. Morais, Jose Luis Bolzan de. II. Título.
CDU – 342.2

7

Créditos ©
Lenio Luiz Streck

Jose Luis Bolzan de Morais

2014
Revisão de Rosane Marques Borba Capa, projeto gráfico e diagramação de Livraria do Advogado Editora Imagem da capa

Stock.xchng

Direitos desta edição reservados por Livraria do Advogado Editora Ltda.
Rua Riachuelo, 1300

90010-273 Porto Alegre RS
Fone/fax: 0800-51-7522

editora@livrariadoadvogado.com.br www.doadvogado.com.br Impresso no Brasil / Printed in Brazil

8

9

Sobre os autores

10

Lenio Luiz Streck
Procurador de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul; Doutor em Direito pela
Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Pós-Doutor em Direito
Constitucional e Hermenêutica pela Universidade de Lisboa; Professor Titular da
Unisinos – RS (Mestrado e Doutorado)

11

Jose Luis Bolzan de Morais
Procurador do Estado do Rio Grande do Sul. Graduado em Direito pela UFSM,
Mestre em Ciências Jurídicas pela PUC/RJ, Doutor em Direito do Estado pela
UFSC/Université de Montpellier I. Atua como professor junto ao Programa de Pós-
Graduação em Direito da Unisinos – RS.

12

Epígrafe

“Há um mal econômico, que é a errada distribuição da riqueza. Há um mal político,
que é o fato de a política não estar a serviço dos pobres”.

José Saramago

13

Agradecimentos Agradecimentos à UNISINOS pelo
apoio aos projetos de pesquisa que os autores
desenvolvem junto ao Centro de Ciências Jurídicas
e Sociais e ao Programa de Pós-Graduação em
Direito – Mestrado e Doutorado –, bem como aos
alunos do Curso de Mestrado em Direito, e aos
alunos da disciplina Ciência Política, do curso de
Direito, cujo conteúdo programático norteou a
estrutura da obra.
Dedicamos esta obra à memória do Professor, jurista e Amigo Maurício Batista Berni. Que
falta que ele faz a todos nós!

Também, de agora em diante, à lembrança permanente de Luis Alberto Warat, fazendo
companhia ao Maurício. Falta em dobro...

14

15

Notas preliminares
Algumas referências iniciais são necessárias para que o leitor não tenha apenas a dimensão a que se

propõem as presentes reflexões, mas também alguns esclarecimentos acerca da estrutura escolhida e da
forma de tratamento dada ao tema, bem como da estratégia que orientou esta nova edição.

Com efeito, muitas são as obras que se dedicam ao enfrentamento das questões relativas à Ciência
Política e à Teoria do Estado. Desnecessário referir que diversos autores se debruça(ra)m sobre esta
temática aportando conhecimentos novos e/ou trazendo ao debate o conteúdo repisado daqueles aspectos
que tradicionalmente dizem respeito a tais disciplinas.

Tendo presente tais aspectos, assim como a nossa própria trajetória acadêmica, além da necessidade de
se dar um perfil renovado ao conteúdo desenvolvido, tendo consciência da realidade mutante do Estado
contemporâneo, optamos por introduzir um viés diferenciado no trato das questões concernentes à Ciência
Política e à Teoria do Estado, produzindo um debate específico sobre as crises que afetam o próprio objeto
da Teoria do Estado, o Estado, para além de suas propostas (não) cumpridas.

Com este quadro referencial é que demos início à elaboração deste livro, tendo sempre presente que ele
destina, em especial, a subsidiar o conhecimento e a formação dos operadores jurídicos, optando por um
reforço
Susany Kollyns fez um comentário
  • Otimo
    0 aprovações
    Carregar mais