A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
civil simulado

Pré-visualização | Página 1 de 1

3
DIREITO CIVIL : OBRIGAÇÕES
1 - Com relação ao conceito de obrigação, junte os itens a seguir:
 
Relação jurídica especial, em virtude da qual uma pessoa fica adstrita a satisfazer uma prestação em proveito de outra;
Trata-se do conjunto de normas e princípios jurídicos de direitos reais, reguladores das relações patrimoniais entre um credor (sujeito ativo) e um devedor (sujeito passivo) a quem incumbe o dever de cumprir, espontânea ou coativamente, uma prestação de dar, fazer ou não fazer.
 Está correta a alternativa:
Ambas as afirmações estão corretas;
Somente I está correta;
Ambas são falsas;
Ambas são corretas e a segunda justifica a primeira;
Ambas são corretas e a segunda não justifica a primeira.
2 - Acerca da diferença entre obrigação e prestação, é correto afirmar que: 
A prestação envolve pessoas, é objetiva e a obrigação é a concretização da conduta;
A obrigação envolve pessoas ao passo que a prestação possui elementos para que se concretize no mundo civil;
A prestação impõe restrição a quem integra seu polo passivo e a obrigação onera o credor;
A obrigação tem caráter transitório e a prestação é economicamente viável;
As alternativas “b” e “d” estão corretas.
3 - Julgue os itens a seguir:
I – A coisa existente não precisa ser necessariamente material.
( ) Certo
( ) Errado
II – Legalidade e bons costumes são sinônimos.
( ) Certo
( ) Errado
III – O ilícito não pode ser objeto de obrigação.
( ) Certo
( ) Errado
4 - Assinale a alternativa que aponta corretamente as fontes das obrigações:
Atos lícitos e costumes;
Fontes materiais e contratos;
Atos ilícitos e contratos;
Contratos e súmulas;
Sentenças judiciais e atos ilícitos.
5 - Classifique os tipos abaixo como sendo obrigações positivas (P) ou negativas (N):
( ) Fazer;
( ) Dar coisa certa;
( ) Não fazer
( ) Dar coisa incerta
6 - Sobre as obrigações naturais, facultativas, alternativas, divisíveis e indivisíveis, podemos afirmar:
As divisíveis e indivisíveis são muitos raras de acontecer;
As facultativas dão ao credor uma opção de escolha ao passo que as naturais são semelhantes às alternativas;
As indivisíveis se dividem apenas em duas espécies;
As obrigações de dar, fazer e não fazer são exemplos de obrigações naturais;
Todas estão corretas.
7 - De acordo com Código Civil Brasileiro, a obrigação solidária:
Não há o que se falar em solidariedade se na mesma obrigação concorrer mais de um credor ou devedor;
A obrigação solidária pode se dar por presunção, vontade da lei ou por decorrência das partes;
“a” e “b” estão corretas;
A obrigação solidária pode ser pura e simples, condicional, ou a prazo;
Somente o devedor principal responde pelos juros da mora quando a obrigação contraída é do tipo solidária.
8 - A alternativa que melhor diferencia as obrigações de dar e fazer é:
Na obrigação de dar, a prestação consiste na entrega de uma coisa enquanto que na obrigação de fazer a prestação consiste em um ato ou serviço ao credor;
Na obrigação de fazer, os frutos percebidos são do devedor e na obrigação de dar é facultado ao credor a entrega da coisa sendo depois ressarcido;
A obrigação de fazer se extingue com a perda da coisa, com ou sem culpa do devedor e na obrigação de dar a coisa pertence ao credor mesmo antes da tradição;
Somente “a” e “b” estão corretas;
N.D.A.
9 - Justino, criador de animais, acorda com Salustiano a venda de seis peças: três cavalos e três touros, sem qualquer especificidade. Ocorre que, no dia estipulado para entrega, Salustiano se irrita ao notar que, apesar da boa aparência das criaturas, nenhum dos cavalos era fêmea. Sendo assim, Justino:
Não lhe deve nada, pois cumpriu sua parte;
Agiu de má-fé, pois poderia ter incluído uma fêmea entre os cavalos;
Pode trocar um dos machos por uma fêmea, sem qualquer prejuízo ao negócio;
Por não ter violado nenhuma cláusula contratual, não pode ser coagido a incluir uma fêmea entre os cavalos;
As alternativas “a”, “c” e “d” estão corretas.