A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
50 QUESTÕES DE ESTUDOS DE EXAMES POR IMAGENS

Pré-visualização | Página 2 de 5

entre o uso do método complementar de diagnóstico por imagem com o diagnóstico clínicopatológico.
 São propriedades das ondas eletromagnéticas do raio X:
Todas as alternativas estão corretas
Propagam-se em linha reta
Têm um pequeno comprimento de onda
Produzem imagens em superfícies fotossensíveis
São parcialmente absorvidas pela matéria orgânica
 Sobre métodos de diagnóstico por imagens, assinale o item verdadeiro:
A Ressonãncia Magnética (RM) utiliza radiação ionizante.
A Tomografia Computadorizada (TC) nos fornece diagnóstico de lesões ósteo-articulares, diagnóstico de doenças cerebrais, hipófise, AVC¿s, diagnóstico de alterações vasculares (ANGIO), controle de próteses de silicone, entre outros.
Não podemos avaliar pesquisa de Embolia Pulmonar (TEP) no exame de Tomografia Computadorizada (TC).
A Tomografia Computadorizada (TC) é um equipamento que utiliza radiação ionizante.
O Raio-X é um equipamentoque utiliza ondas de rádio e campos magnéticos para a obtenção de imagens do corpo humano em vários planos (axial, coronal e sagital).
 Assinale a assertiva verdadeira dentre as alternativas dispostas abaixo, considerando o gerenciamento de unidades públicas de saúde e as expectativas que devem ser estabelecidas ao se trabalhar com métodos complementares de diagnóstico por imagem.
cada unidade hospitalar da rede pública de saúde deveria contar com um aparelho de ressonância magnética e outro de tomografia computadorizada, visto que todos os problemas de saúde ficariam resolvidos pelo fato de os dois métodos complementares de diagnóstico por imagem elucidarem a totalidade das condições de saúde da população.
é fundamental que todos os indivíduos possam ter acesso a todos os métodos complementares de diagnóstico por imagem, visto que não existe uma superioridade entre eles e, em certas ocasiões, o uso de um deles pode vir a ser complementar ao uso do outro.
uma adequada política de saúde seria disponibilizar o acesso irrestrito de todos os pacientes aos exames de ressonância magnética, posto que pode-se afirmar que tal método resolveria a totalidade das necessidades de investigação diagnóstica da população.
não se pode conceber que um paciente ao ser atendido na unidade pública de saúde deixe de ser submetido ao exame complementar de diagnóstico por imagem, visto que seu uso está sempre indicado e a segurança do diagnóstico somente possa ser estabelecida após a sua utilização
a superioridade da ressonância magnética e da tomografia computadorizada na análise comparativa com os demais métodos complementares de diagnóstico por imagem justifica o investimento na aquisição dos aparelhos, o que certamente reduziria o custo na aquisição de aparelhos de ultra-sonografia ou mesmo de radiologia convencional.
 Durante a avaliação de uma radiografia convencional dos membros do corpo, deve-se obter o conhecimento da anatomia humana, para assim, correlacionar a anatomia radiológica. Articulações, tipos de ossos e suas densidades são estudadas afim de identificar alguma alteração nela contida. Para tal, pesquisas mostram que os exames de imagens são de total importância para se chegar num diagnóstico mais preciso, traçando assim, a melhor conduta terapêutica. Numa imagem de uma radiografia convencional de punho, sem lesão, de um adolescente de 14 anos, sexo masculino, na incidência antero posterior, após análise, podemos chegar a conclusão, que:
há evidência de epífise de crescimento.
há evidência de lesão lítica degenerativa.
há evidência de fratura no rádio distal.
há evidência de fratura na ulna distal.
não há nenhuma evidência que identifique a idade.
O critério usado para avaliar uma radiografia de tórax com inspiração adequada é a contagem de:
7 a 9 costelas descobertas pelas cúpulas diafragmáticas
área cardíaca descoberta pela cúpula diafragmática esquerda
5 a 7 costelas cobertas pelas cúpulas diafragmáticas
seios costofrênicos descobertos pelas cúpulas diafragmáticas
9 a 11 costelas descobertas pelas cúpulas diafragmáticas
 A realização de um método complementar de diagnóstico por imagem deverá considerar alguns fatores que em função do desenvolvimento tecnológico, em particular da engenharia mecânica, poderão se modificar ao longo do tempo. Em certas ocasiões o paciente terá seu exame contra-indicado, por isso mesmo vindo a ser impedido de fazer seu exame. Considerando a premissa, aponte, dentre as opções abaixo propostas, para aquela que vinculada ao tema revela a condição que pode impedir o paciente de fazer o exame em tomografia computadorizada ou mesmo em ressonância magnética ou ainda em densitometria óssea.
o fato de apresentar paralisia cerebral.
o uso do meio de contraste.
o peso apresentado pelo paciente.
a pesquisa de calcificações.
a indicação clínica.
O exame de Tomografia Computadorizada (TC) de alta resolução é um bom método para visualização das estruturas internas do ser humano. Ainda assim, em alguns casos, é necessário aumentar o contraste entre as estruturas e órgãos para melhor visualização. Das técnicas abaixo relacionadas, qual se refere à utilizada para este fim no exame de TC?
Hiperpenetrada.
Janela.
Doppler.
Radioluscência.
Anecóica.
Aponte, dentre as opções abaixo, o aspecto que está vinculado à postura fundamental que faz referência a utilização do método complementar de diagnóstico por imagem, seu custo e seu benefício, lembrando que um resultado diagnóstico deve ser obtido com um exame de menor custo, sem perder o foco na segurança do resultado.
pelo menos para identificar as calcificações, não haverá jeito, vou precisar de tomografia computadorizada, que apesar de cara é o método indispensável para a sua identificação.
apesar de cara, a ressonância magnética é o método complementar de diagnóstico por imagem a ser considerado ¿top de linha¿, o que faz com que possa ser considerada a palavra final em exame por imagem
depois do advento da ressonância magnética e da tomografia computadorizada, que são métodos que se utilizam de alta tecnologia e por isso mesmo são caros, a radiologia convencional pode ser colocada em segundo plano
eventualmente, o uso da radiologia convencional, que pode apresentar exames baratos, vai ser suficiente, configurando-se na palavra final para o diagnóstico, mostrando-se superior à ressonância magnética
por mais que se queira evitar os custos, não se pode negar que a ressonância magnética, mesmo cara, é o melhor método complementar de diagnóstico por imagem
 É fundamentalmente importante reconhecer os riscos que possam vir a ser propostos aos pacientes submetidos aos exames radiológicos. Alguns desses riscos poderão incluir o tipo de radiação com a qual trabalham. Diante desta afirmativa, aponte dentre as opções abaixo citadas aquela cujos métodos se utilizem da radiação ionizante para a aquisição de sua imagem.
tomografia computadorizada e doppler.
tomografia computadorizada e ressonância magnética.
radiologia convencional e tomografia computadorizada.
densitometria óssea e ultrassonografia.
ultra-som e tomografia computadorizada.
 Um paciente, portador de edema pulmonar, submeteu-se a um estudo radiográfico do tórax. Considerando-se tal afirmativa, o conceito de densidades radiográficas e a terminologia própria do exame realizado, aponte, dentre as opções abaixo propostas, para aquela que, simultânea e respectivamente, em primeiro lugar traduz o padrão de cor apresentado pelo método e, em segundo lugar, a terminologia a ser adequadamente utilizada para fazer menção ao padrão de cor apresentado pelos pulmões na condição de doença do paciente
cinza e isotransparente
branco e hipotransparente
branco e hipertransparente
cinza e hipertransparente
branco e radiotransparente
Uma paciente foi submetida a uma mamografia (estudo radiográfico das mamas), que evidenciou um lipoma (tumor de gordura). Usando o critério das densidades radiográficas e ao mesmo tempo considerando a terminologia própria do método, aponte,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.